TURISMO E LAZER: Com conforto e segurança, Taiyo aos poucos retoma atividades

Isadora Kataoka, Paula Hirama, Angelaisa Toyota, Mariana Kataoka, Takeshi Nishimura, Renato Chibana e Sergio Tanigawa (divulgação)

Simples, humilde e generoso. Assim é Mário Toshimi Kato, diretor presidente do Taiyo Thermas Hotel, um verdadeiro paraíso das águas termais, localizado em Caldas Novas (GO) – distante cerca de 750 km de São Paulo. Conhecido como um “onsen”, o hotel é frequentado, em sua maioria, pela comunidade nikkei. Neste Natal de 2020, os hóspedes presentes vieram de São Paulo, Brasília, Paraná, Minas Gerais, Pará, Bahia, Mato Grosso, Tocantins e Goiás. Mário e sua esposa, Kazue, davam boas vindas aos hóspedes num sentimento de gratidão e alegria, logo no Hall de entrada. Alguns, assíduos frequentadores, conhecidos pelos funcionários do hotel.
Segundo Mário, os hóspedes encontram no Taiyo segurança, conforto e lazer, num ambiente acolhedor. “ Ficamos 5 meses fechados, devido à pandemia e aos poucos estamos retomando as atividades, com restrições.” disse. “O serviço de manobrista e mensageiro foram proibidos bem como o de quarto”.
O hotel segue os protocolos de saúde exigidos pelo governo federal como a obrigatoriedade do uso de máscaras, aferição da temperatura e todos passam obrigatoriamente pelo tapete sanitizante do túnel de ozônio. O restaurante possui horários diferenciados para evitar aglomerações e os utensílios são todos individualizados e higienizados com frequência. Visando a qualidade dos serviços e da alimentação, o estabelecimento possui sua própria plantação de hortaliças hidropônicas e frutas principalmente de laranjas.
O empreendimento possui um Parque Aquático com duas piscinas termais com cascata e uma piscina infantil com playground, sauna natural e ofurô (banho japonês) com hidromassagem ao ar livre. Com três poços artesianos (498 m de profundidade e 58 graus Celsius; 420 m com 45 graus e 320 m com 32 graus) o Taiyo oferece água quente para todos os usuários sempre. Vários torneios são realizados na área de esporte. Entre eles tênis de campo, gateball e tênis de mesa com premiações e confraternizações.
“Temos muitas atividades de lazer para oferecer, mas alguns estão suspensos devido à pandemia” lamenta Mário, que conta com o engenheiro civil João Saito Neto, diretor do Taiyo, que “além de amigo, administra o Taiyo e conhece tudo”. Casado com Elizabeth Saito, ele dedica boa parte de sua vida na administração do hotel, a exemplo de alguns funcionários da casa, que trabalham desde a obra. “ Tive muita sorte em encontrar boas pessoas ao longo da minha vida” disse Mário.

História – A história do Taiyo começou na década de 80 com a amizade dos caminhoneiros Mario e Aroldo Satake e do irmão Valdemar Satake. Depois, se somaram a esse grande empreendimento o engenheiro civil João Saito Neto e Katsura Sato (in memorian). “Tudo aqui era cerrado, pasto e não tinha esses prédios que vemos agora” disse Mario. “O começo foi difícil mas fui em frente na construção do Hotel”. disse. “Acho que deu certo” e a inauguração foi realizada no dia 21 de julho de 1.994 e já completa 27 anos de existência.
Responsável pela ampliação e reformas do hotel, João passou por várias situações delicadas. E agora com a pandemia e com o Taiyo fechado de 16 de março a 27 de julho do ano passado, medidas drásticas foram tomadas. “Demitir 100 funcionários foi muito difícil mas necessário devido à pandemia. Felizmente estamos readmitindo alguns.” disse João. Ficaram os funcionários do setor comercial, segurança e manutenção.
“Fazemos reuniões semanais para avaliações e atualizações dos serviços” visando comodidade e bem estar dos hóspedes oferecendo bons serviços. Segundo João, 60% são de São Paulo e 50% são da terceira idade. Boa parte da semana ficava ociosa, mas com a realização de eventos socio-culturais e esportivos, campeonatos, festivais, confraternizações e excursões, o hotel ficou mais movimentado. Mas, com a pandemia, algumas atividades foram suspensas.
“Espero que a situação normalize logo” disse João. O Karaokê sempre presente no Taiyo é um evento que atrai a comunidade nikkei de todo o Brasil, com excursões, taikai e shows musicais com artistas de renome. Karen Ito foi a pioneira e lançou o seu CD. O mesmo fez Nobuhiro Hirata. A partir daí vários outros cantores se apresentaram no palco do Taiyo Solidariedade

Responsabilidade social – Responsabilidade social é um dos pontos importantes para o Taiyo, segundo Mário e João. Promovemos e colaboramos com a comunidade local e nikkei em geral, através de projetos educativos, humanitários e patrocínios. Colaboramos com o Asilo São Francisco, Creche CMEI – Centro Municipal de Educação Infantil Dona Sugio Kato ( nome em homenagem à mãe de Mário) e Ikoi no Sono. “A filantropia sempre esteve presente na minha família e é a primeira vez que estou falando sobre isso”, disse Mario, humildemente.
“Promovemos uma campanha e reformamos o asilo com doações de entulhos de construção e de arrecadação de alimentos” lembra João, com satisfação. A creche abriga crianças carentes que recebem educação, recreação e fizeram uma homenagem à colônia japonesa “Foi emocionante essa homenagem e lembro do abraço do menino João que se identificou com o meu nome” . disse.
A creche foi construída para atender 100 crianças em turno integral, mas passou a atender 200 no ano passado em dois turnos. Já para ajudar a Assistência Social Dom Jose Gaspar – IKOI NO SONO (casa de repouso para idosos), Mário convidou alguns amigos empresários que todo mês de agosto participam da Barraca da Linguiça Caseira nos festivais promovidos pela entidade, com a venda de cerca de meia tonelada de linguiça. Com a volta à normalidade, eles voltarão com esse trabalho social.

Natal 2020 – Muita emoção e animação no Taiyo Thermas Hotel em Caldas Novas (GO) com um maravilhoso buffet gastronômico com comidas típicas japonesas e brasileiras, regado a champanhe numa celebração natalina de muito requinte. Assim foi a Ceia de Natal 2020 do Hotel, com um show de cantores campeões dos cursos musicais realizados pelo Brasil e conhecidos pela colônia japonesa, alguns vencedores da “Batalha das Estrelas” promovido pela “Academia do Futuro” do Nippon Country Club, liderado por Kendi Yamao. São eles: Angelaisa Toyota, Takeshi Nishimura, Paula Hirama e Isadora Kataoka. E mais: Renato Chibana, Sergio Tanigawa, Ligiane Shimabukuro Sagae e Mariana Kataoka.
“Agradeço a Academia do Futuro que teve a iniciativa de promover a ‘Batalha das Estrelas’ e a parceria do Taiyo com a premiação” disse Angelaisa Toyota que reuniu todos esses “amigos cantores” nessa data especial atendendo a uma sugestão de João que prontamente foi aceita por Angelaisa e pelos cantores. “Esse Natal foi muito divertido e incrível. Valeu a pena “ disse. Ficar com meus amigos foi muito bacana e agradeço o Taiyo pela acolhida. A gente se sente em casa” completou Angelaisa.
O repertório musical agradou os convidados com musicas conhecidas: “Ue wo muite arukou”, “Tegami”, “My love”, “Esse cara sou eu”, “Onna Misake”, “The prayer”, “Noite feliz”, “Então é Natal” e “Jingle Bell” (versão japonesa) e “Medley de Natal”. E mais: “Anta no Hanamichi”, “Aio Shinjitai”, “Ningyo no Ie”, Bonkyo Jonkara”, “Sekai ni Hitotsu Dake no Hana”, “Anata ga iru Kaguiri” entre outras. Algumas músicas foram enriquecidas com uma coreografia especial com dança, leques e sombrinhas.
(Celia Kataoka e Marcos Volpato, especial para o Jornal Nippak)

Comentários
Loading...