TÓQUIO 2020: ‘Janela para o Japão contemporâneo’, Japan House São Paulo entra no clima das Olimpíadas

Visitantes podem conhecer as novas modalidades que fazem parte dos Jogos, como o surfe (Thiago Minoru)

A Japan House São Paulo já está respirando o clima dos Jogos Olímpicos, cuja cerimônia de abertura acontece nesta sexta-feira (23), em Tóquio. Quem visitar o centro cultural, na Avenida Paulista, até o dia 12 de setembro vai poder conferir o ‘Lounge Esportivo: Tokyo 2020’, que destaca a cultura nipônica sob a perspectiva esportiva. Trata-se de uma série de atividades presenciais e online e conteúdos acerca do maior evento esportivo do planeta.
A ideia da instituição é trazer aos fãs do esporte a forte conexão Brasil-Japão, bem como se transformar em um ponto de encontro, aqui no Brasil, de todas as partes envolvidas com o maior evento esportivo do mundo.
Como explica o presidente da JHSP, Eric Klug. “A Japan House São Paulo, como uma janela para o Japão contemporâneo, não podia deixar de usar esta janela justamente agora que o país está sob os holofotes do mundo inteiro”, disse Eric.
Segundo ele, a JHSP oferece aos visitantes um espaço para assistir aos jogos e também para conhecer um pouco mais os aspectos sociais e culturais ligados às Olimpíadas, como por exemplo, as mascotes – Miraitowa, representante dos atletas Olímpicos, e Someity, que representa os atletas Paralímpicos – , e os pictogramas que foram criados para as Olimpíadas de Tóquio em 1964 e ganharam versões animadas para esta exposição.

Acessibilidade – Além disso, é possível conhecer as novas modalidades olímpicas que fazem parte do programa da Tokyo 2020, dentre as quais o surfe e o skate – que, segundo Eric, “são tão populares tanto aqui como no Japão”. “E, é claro, sem esquecer as modalidades paralímpicas que são tão importantes para a gente”, diz Eric, lembrando que, a exemplo de outras exposições, o ‘lounge esportivo’ também conta com recursos de acessibilidade.
Na cabine dedicada ao beisebol e softbol, que ganhou até gramado sintético, os visitantes podem escolher uma das duas modalidades e simular um arremesso virtual.

Público conferiu as atrações no primeiro dia da exposição (Facebook)

Pictogramas – Outro destaque apresentado na exposição é o pioneirismo japonês nos jogos de Tóquio de 1964, no desenvolvimento de símbolos e adoção do design como ferramenta de comunicação. Para apresentar esta inovação, o Lounge tem um espaço dedicado a eles que conta com vídeo sobre os mais de 50 símbolos que representam cada esporte, expostos de forma lúdica para que o público possa interagir e conhecer cada um deles.
Há também uma área destinada aos esportes paralímpicos, com a exposição de alguns equipamentos utilizados pelos atletas para a prática de modalidades como goalball e bocha, exclusivas dos Jogos Paralímpicos, além do rugby, basquete e tênis, disputados em cadeira de rodas.
“A gente vai estar funcionando durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos com todos os protocolos de segurança para receber as pessoas que queiram conhecer um pouco mais não só sobre os jogos olímpicos como também o Japão em geral”, conta Eric, acrescentando que a JHSP está avaliando a possibilidade de abrir em horário especial no decorrer da competição. “Em princípio não teremos abertura durante a noite, mas alguns jogos vão acontecer no nosso horário de funcionamento e as pessoas vão poder assistir”, avisa.

LOUNGE ESPORTIVO: TOKYO 2020
JAPAN HOUSE SÃO PAULO – AVENIDA PAULISTA, 52
QUANDO: ATÉ 12 DE SETEMBRO. DE TERÇA A DOMINGO, DAS 11 ÀS 16 HORAS
TÉRREO
ENTRADA GRATUITA
RESERVA ONLINE ANTECIPADA (OPCIONAL):
HTTPS://AGENDAMENTO.JAPANHOUSESP.COM.BR/
O “LOUNGE ESPORTIVO: TOKYO 2020” CONTA COM RECURSOS DE ACESSIBILIDADE.

※DEVIDO AO CORONAVÍRUS, A CASA ESTÁ FUNCIONANDO COM CAPACIDADE REDUZIDA.

PARA MAIS INFORMAÇÕES: WWW.JAPANHOUSESP.COM.BR

Informações relacionadas ao “Lounge Esportivo: Tokyo 2020”

  • A sede da Japan House São Paulo foi projetada pelo consagrado arquiteto japonês Kengo Kuma, profissional que também elaborou a criação do Estádio Olímpico Nacional de Tokyo 2020;
  • Os Jogos Tokyo 2020 terão a participação de mulheres nas 33 modalidades, e alcançou feito inédito na história do evento: 49% dos atletas olímpicos são mulheres, enquanto 40,5% dos atletas paraolímpicos são do gênero feminino. Será a edição mais equilibrada de todos os tempos na questão de gênero;
  • A Japan House São Paulo serviu de cenário para a realização do ensaio dos uniformes do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) e para a live de divulgação das roupas que foram desenvolvidas pela própria equipe de design do CPB, tendo a acessibilidade como princípio., levando em conta as deficiências de cada atleta que irá representar o Brasil na briga por medalhas no Japão;
  • Todas as medalhas dos jogos serão produzidas com materiais recicláveis extraídos de aparelhos eletrônicos usados — como notebooks, câmeras digitais e videogames. Os itens foram doados pela população e reunidos pelas organizações regionais. A criação é do designer japonês Junichi Kawanishi;
  • O Karatê, que está entre as novas modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio, é uma arte marcial que surgiu no Japão no início do século 20, mais precisamente na ilha de Okinawa (sul do país). A palavra japonesa que significa “mãos vazias”, que mais do que derrotar o oponente, valoriza a busca pelo equilíbrio corporal e espiritual – daí a grande importância do kata, rotina de golpes coreografados que rola à parte das disputas corpo a corpo;
  • O YouTube da Japan House São Paulo reúne diversos conteúdos sobre essas e outras curiosidades, e receberá novos materiais ao longo de toda a competição.
Comentários
Loading...