Tênis de Mesa Paralímpico

A equipe brasileira nas Paralimpíadas de Tóquio 2020 (divulgação)

Trata-se de uma forma de inclusão social das pessoas com deficiência, depressão e muita revolta pelas suas limitações, muitas congênitas e, às vezes gerada por um acidente, mas que encontram através do esporte, motivação e muito apoio do governo federal.
O programa Bolsa Atleta têm muitos atletas paralímpicos, oferecendo todo o apoio para seguirem no esporte, com salários e infraestrutura para os treinamentos técnicos especializados.
O Brasil é uma potência no tênis de mesa, pois, já conquistamos 5 medalhas na história das Paralimpíadas. As classes variam conforme o grau de dificuldade na mobilidade, de 1 a 5 (cadeirantes) e 6 a 10 (andantes).

Prata em equipes – Beijing CHN 2008 (Welder Knaf e Luiz Algacir na classe 3)

Prata no Individual – Rio de Janeiro 2016 (Israel Stroh na Classe 7)

Bronze no Individual – Rio de Janeiro 2016 (Bruna Alexandre na classe 10)

Bronze em Equipes – Rio de Janeiro 2016 (Iranildo Espindola, Guilherme Costa e Aloisio Lima na classe 1-2)

Bronze em Equipes – Rio de Janeiro 2016 (Jennyfer Parinos, Bruna Alexandre e Danielle Rauen na classe 6-10)

Se pensarmos que o Comitê Olímpico Internacional é o maior órgão do esporte mundial, no esporte Olímpico, apenas Hugo Calderano tem uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014, na cidade de Nanquin CHN.

Israel Stroh (divulgação)

Portanto, das 6 medalhas conquistadas pelo tênis de mesa até hoje, a melhor posição foi a de Israel Stroh, Individual na classe 7, atleta de Santos, passou pelos clubes Estrela de Ouro, Centro Espanhol e Leão XIII. No esporte Olímpico adulto chegamos no máximo em 5º lugar conquistado em Tokyo 2020, pelo Hugo Calderano.
Esperamos que os 14 brasileiros nas Paralimpíadas no Japão, consigam um feito melhor que na RJ-2016, superando as 4 medalhas conquistadas no Brasil.
Bruna Alexandre, Carlos Carbinatti, Catia Silva, Danielle Rauen, David Freitas, Israel Stroh, Jennyfer Parinos, Joyce Oliveira, Lethicia Lacerda, Luiz Manara, Mariliane Santos, Milena Santos, Paulo Salmin e Welder Knaf.
Se pensar que o esporte Olímpico nunca conquistou medalhas em Mundiais e Olimpíadas, o tênis de mesa paralímpico tem 5 medalhas olímpicas, e 5 medalhas em Mundiais, uma de ouro em 2017, com a equipe Jennyfer, Bruna e Danielle.

Comentários
Loading...