Teishoku: O tradicional da culinária oriental disponível em um único prato

Teishoku é composta por diversas receitas típicas do Japão, rica em nutrientes e cultura (divulgação)

Se o prato pronto popular dos brasileiros é o famoso arroz, feijão, carne, batata frita e, talvez, alguma salada, o teishoku é a versão japonesa que não deixa a desejar, sendo composta por diversas receitas típicas do Japão ricas em nutrientes e cultura.
Os alimentos que fazem parte dessa refeição tão pedida são basicamente o arroz, missoshiru (sopa de missô), tsukemono (legumes e verduras em conserva) e peixe grelhado. Uma curiosidade desse prato que nem todos os ocidentais sabem é que, embora o peixe seja o acompanhamento mais comum, pode ser encontrado com outros tipos de carne, variando, assim, o nome e o sabor.
Dessa forma, o sushi e sashimi tão conhecidos por estrangeiros não são as comidas mais amadas do povo japonês que até então preferem o renomado teishoku que proporciona uma experiência gastronômica diferenciada, porém, semelhante ao gosto caseiro que traz conforto, saciedade e uma sensação de saúde em meio à rotina de trabalho.

Origem do teishoku

A palavra “teishoku” significa conjunto de alimentos pré-escolhidos (divulgação)

A palavra teishoku significa “conjunto de alimentos pré-escolhidos”, definindo bem o seu conceito que se trata de uma refeição com ingredientes pré-estabelecidos que possui preço fixo, dependendo apenas do acompanhamento a ser escolhido.
Apesar de ser o mais comum nos dias de hoje, sua receita foi embasada no ichijû-issai e kaiseki, que procuravam fornecer saúde e satisfação por meio da simplicidade, elegância e equilíbrio. Ambas as formas de alimentação foram praticadas em templos zen budistas, sendo posteriormente aplicadas em cerimônias do chá.
As diferenças entre os três pratos se encontram em seu tempo de popularidade e ingredientes, uma vez que o ichijû-issai esteve presente no período Kamakura (1185 — 1333) e é reconhecido pela composição de arroz, picles em conserva, missoshiru e um acompanhamento com legumes; o kaiseki foi popular principalmente no século XVI e, atualmente, é conhecido como uma refeição de luxo, sendo similar a um banquete constituído por 8 a 10 alimentos que são oferecidos em ordem, desde o arroz e acompanhamentos ao chá; enquanto que o teishoku é a variável que se encontra entre os dois pratos citados, disponibilizando simplicidade e riqueza em uma refeição acessível ao bolso de trabalhadores e estudantes.
Assim sendo, o teishoku se modernizou e se tornou uma opção de obentô (marmita) facilmente servida em diversos restaurantes especializados (teishoku-ya), que buscam promover uma refeição adequada aos diversos moradores de cada região.

Receita

Todas as receitas ficam entre a modernidade e a tradição (divulgação)

Dentre as variações mais populares do prato, o yakizakana teishoku é o mais comum, sendo consumido e servido não apenas em restaurantes, mas também no próprio lar como o almoço, janta e, até mesmo, o café da manhã. Isso porque, além da saciedade, proporciona riqueza nutritiva e palatável, garantindo um começo ideal ao dia a dia japonês.
Esse tipo é diferenciado dos demais pela presença do peixe grelhado, mais especificamente uma anchova, cavalinha ou salmão, esses que costumam oferecer mais ômega 3 e beneficiam a saúde mental e cardiovascular de quem os ingere.
Para o seu preparo, tenha em mente que a refeição se divide em quatro principais etapas referentes aos alimentos que compõem o teishoku:

  • Gohan (arroz japonês): o arroz deve passar por uma lavagem básica e inserido na panela, sem tempero, para o cozimento a vapor;
  • Misshoshiru: sem muitos segredos, o missoshiru é a parte dessa alimentação que varia de acordo com a receita de cada família ou restaurante, havendo mudanças nas medidas de missô (pasta de soja fermentada e sal) e dashi (condimento à base de legumes, peixe ou cogumelos). Sua elaboração é similar a uma sopa, necessitando apenas adicionar os ingredientes da sua preferência, embora o mais comum seja acrescentar tofu, legumes e wakame (alga marinha);
  • Tsukemono: pode ser produzido a partir de qualquer vegetal, como pepino, nabo, rabanete, cenoura e gengibre. Basta adicionar medidas iguais de açúcar e vinagre, além do sal que deve ser inserido a gosto;
  • Peixe grelhado: para o acompanhamento principal, é indicado manter o básico e simples, de modo a ser grelhado apenas com sal e azeite.

Assim é feito o teishoku básico do Japão, apresentando apenas uma base para a criatividade gastronômica de cada chef de cozinha, já que, além desses pratos, há quem sirva tempurá (天ぷら) e shimeji na manteiga, complementando a refeição que sustenta a rotina de muitas pessoas do Japão.

Peixe deve ser grelhado apenas com sal e azeite (divulgação)

Tipos de teishoku
Como a graça da culinária é a possibilidade de alterar o sabor de um prato apenas com a mudança de ingredientes, o teishoku não podia ficar de fora, oferecendo aos seus consumidores, mais que o básico, os acompanhamentos que desejam e merecem.

  • Tonkatsu teishoku: acompanhado por carne de porco;
  • Shogayaki teishoku: contém uma mistura de carne temperada com gengibre e shoyu;
  • Karê teishoku: popular principalmente no inverno, é composto basicamente pelo arroz, missoshiru, tsukemono e karê;
  • Ebi-furai teishoku: é um dos mais diferentes, apresentando o camarão frito envolto por farinha panko (similar à farinha de rosca).

Apesar das diferenças, uma coisa é certa: todas as receitas ficam entre a modernidade e a tradição, visto que, atualmente, alguns estabelecimentos optam por servir os pratos separadamente, como entrada, prato principal e sobremesa, embora o convencional seja a refeição completa em uma única bandeja. Além disso, até mesmo as posições de cada alimento não são mais tão respeitadas e seguidas, de forma que cada indivíduo dispõe da maneira que melhor lhe convém, até porque o importante mesmo acaba sendo o sabor e a experiência de uma refeição unicamente saudável, completa e repleta de umami (quinto sabor reconhecido pelo paladar como o mais agradável).
(Mariana Kisaki)

Comentários
Loading...