SUDOKU: Além do jogo, a combinação de números que estimula o pensamento e a concentração

Apesar de sua simplicidade, passatempo tem entretido e desafiado a mente de quem o executa (divulgação)

Atualmente encontrado em computadores e celulares, o Sudoku tem mostrado que sua fama não tem fim, conquistando jovens e pessoas mais experientes, essas que, na maioria das vezes, tiveram seu primeiro contato com o jogo ainda em jornais, revistas ou livros.
Apesar de sua simplicidade, apresentando apenas alguns números, linhas e colunas, o passatempo tem entretido e desafiado a mente de quem o executa por meio da variação de posições e níveis de dificuldade que dependem apenas da quantidade de algarismos que são oferecidos.
Assim, o Sudoku tem se tornado o jogo que proporciona, mais que diversão, um obstáculo ao cérebro que beneficia a saúde de uma maneira tão natural que nenhum remédio se compara.

Origem do Sudoku

Com crescente interesse do público, jogo ganhou as páginas dos veículos de comunicação (divulgação)

Contrariando o que muitas pessoas pensam, o Sudoku não é um entretenimento de origem japonesa, embora seu nome seja uma abreviação de “suji wa dokushin ni kagiru”, traduzido em português como “os números têm que ser únicos”.
Na realidade, o criador da lógica do jogo é o matemático suíço Leonhard Euler que em seu pioneirismo, no século XVIII, elaborou colunas e linhas que deviam ser preenchidas por letras que não podiam se repetir, chamando sua matriz de Quadrado Latino ou Quadrado Greco-Romano. Denominação que foi alterada com o passar dos anos, ao perceber que o mais adequado seria o uso de números, uma vez que o que importava no problema não eram as posições dos elementos, mas sim as questões que envolviam operações matemáticas.
Em 1979, o Sudoku chegou aos EUA por meio do arquiteto Howard Garns que se baseou na teoria de Euler, projetando quadrados em meio à matriz, dividindo as linhas e colunas em nove regiões de 3 x 3 e aumentando a dificuldade do que já era desafiador. Com o grande interesse do público, a diversão foi publicada em jornais e revistas, sendo chamada de Number Place (Lugar Numérico), nome que se mantém, nos Estados Unidos, até os dias atuais.
A relação do entretenimento com o Japão se deu a partir de 1984, quando o turista Maki Kaji conheceu o jogo em terras americanas e levou ao Japão, elaborando novas regras e modalidades, oferecendo pistas em níveis diferentes. Logo, por meio da Nikoli — empresa japonesa renomada no setor quebra-cabeça —, houve a publicação e distribuição, em massa, do produto que tem se tornado febre entre os japoneses principalmente devido ser um jogo simples que funciona em qualquer idioma, já que não depende de letras, assim como o caça-palavras ou as palavras cruzadas.
Após o aumento da sua popularidade, foi quase impossível não haver a programação do Sudoku para funcionamento em computadores, de modo que, em 2004, o jogo se difundiu ao resto do mundo.

Como jogar

Embora desafiador, jogo é uma forma de distração em ambientes corriqueiros (divulgação)

Para os iniciantes ou pouco conhecedores do Sudoku, o jogo pode parecer um bicho de sete cabeças, uma vez que apresenta números de 1 a 9 dispostos em posições aleatórias num campo composto, normalmente, por 81 casas e 9 regiões. Apesar disso, após conhecer as regras básicas desse quebra-cabeça tudo vai ficando cada vez mais fácil, portanto é importante ter paciência e começar pelo nível mais simples, ou seja, aquele que oferece mais dicas e números.
O primeiro passo para um bom entendimento desse entretenimento é conhecer o seu objetivo, esse que requer apenas o preenchimento dos espaços vazios de cada casa. Contudo não é qualquer algarismo que se encaixa num quadrado, visto que, para completar o problema, é fundamental inserir elementos de 1 a 9, de modo que não se repitam nas colunas, linhas e regiões da matriz, justificando o significado do seu nome “os números têm que ser únicos”.
Assim, para que o jogo comece com o pé direito é indicado realizar alguns passos que evitem os erros nos primeiros preenchimentos, isso porque corrigir pode ser mais complicado do que acertar, então busque:
1) Analisar a matriz: verifique linhas, colunas e regiões que possuem mais pistas, ao mesmo passo em que observa o que falta ou tem em comum em cada linha e coluna;
2) Marque sutilmente a sua resposta: pode ser com pontos ou pequenos números escritos no canto. Nessa etapa, o jogador pode optar entre duas metodologias: o “chute” (tentativa e erro) ou o acerto por meio da eliminação.
Na realidade, embora o Sudoku seja complicado, desafiador e, por vezes, desanimador, o jogo é uma forma de distração em meio ao caos de ambientes corriqueiros, tais como o transporte público e o trabalho, proporcionando diversão e benefícios à saúde que o jogador adquire sem nem ao menos perceber.

Benefícios do Sudoku

Sudoku tem se tornado um jogo que proporciona benefícios à saúde (divulgação)

Ao refletir sobre as vantagens do Sudoku, umas das primeiras conclusões estão relacionadas à saúde mental, que se beneficia a partir do uso do cérebro, e ao psicológico do jogador que adquire mais paz e calma em momentos de estresse e agitação. Não bastando, o quebra-cabeça dos números únicos ainda oferece mais pontos positivos que tornam difícil a recusa por uma partida ou outra, tais como:

  • Proximidade entre os indivíduos de idades diferentes, já que o jogo é recomendado para qualquer idade, sendo desafiador a qualquer pessoa;
  • Melhoria da concentração, raciocínio e resolução de problemas: auxiliada por meio da lógica, paciência e análise;
  • Aumento da determinação e competitividade: uma vez que a questão da tentativa e erro proporciona frustrações, assim como garante sucesso, desenvolvendo a coragem, autoestima e perseverança;
  • Acessibilidade a todos os idiomas, idades e níveis de formação: possibilitado pelos números e lógica que não depende de conhecimento matemático, somente funcionamento da memória;
  • Desafios sem fim: isso porque, apesar do seu padrão de 9 regiões, para os mais experientes, ainda há outras opções, como: 12, 16 e 25, aumentando a dificuldade do jogo e o interesse dos fanáticos por quebra-cabeça.

Favorecendo à saúde e bem-estar das pessoas, o Sudoku tem se tornado cada vez mais popular e presente em computadores e celulares, gerando uma sensação de organização, equilíbrio e pausa no tempo de quem não tem tempo para parar.
(Mariana Kisaki)

Comentários
Loading...