Seletiva define representantes para o World Games; presidente da CBS elogia ‘ótimo nível técnico’

Classificados na seletiva para o The World Games, que acontece em julho de 2022 nos Estados Unidos (Aldo Shiguti)

Depois de quase dois anos parado, o sumô retomou suas atividades presenciais no último dia 27, no Ginásio de Sumô do Bom Retiro, em São Paulo, com a realização do 59º Campeonato Brasileiro; 23º Campeonato Brasileiro Feminino; 25º Campeonato Sul-Americano; 13º Campeonato Sul-Americano Feminino e a Seletiva para o The World Games 2022. As competições reuniram cerca de 80 atletas do Brasil, Argentina e Venezuela e, de acordo com o presidente da Confederação Brasileira de Sumô (CBS), Oscar Morio Tsuchiya, apresentou um nível técnico “surpreendente para quem estava tendo treinos somente online”. Outro ponto positivo neste retorno, conta o dirigente, foi constatar que algumas equipes participaram com um número maior de atletas, caso do Rio de Janeiro, que estava com 11 lutadores, e a própria Venezuela, que trouxe oito atletas, o que deixa “ótimas perspectivas para 2022”.
Segundo o diretor técnico da Venezuela, Emílio Alonso, a equipe se preparou cinco meses para o Sul-Americano – que era para ter sido realizado no Paraguai. A novidade é que, a pedido da Federação Venezuela, a CBS indicou o atleta Rui Júnior para participar de um intercâmbio com atletas daquele país.
Rui ficou de setembro a novembro em Barquisimeto – distante cerca de 4 horas da capital Caracas – para melhorar o sumô venezuelano. “Eles já são fortes, mas precisavam aprimorar o nível técnico”, disse Rui, lembrando que eram realizados dois treinos diários. E, pelo jeito, as aulas do mestre Rui não foram em vão.
Dos oitos atletas da delegação, sete se classificaram para o The World Games, que será realizado em julho, em Birmingham, no Alabama, nos Estados Unidos. No Sul-Americano, o domínio também foi todo da Venezuela. No masculino, foram três primeiras colocações, um vice-campeonato e uma terceira colocação. Já no feminino foram outros três primeiros lugares. “Deu para ver que eles evoluíram”, destacou Rui.
Do lado “brasileiro”, a expectativa pela volta era geral. Com dois primeiros lugares no Brasileiro (pesado e absoluto), um terceiro lugar no Sul-Americano (pesado) e a vaga garantida para o World Games com a primeira colocação no pesado, Fernanda Rojas Pelegrini disse ao Jornal Nippak que, “depois de dois parada por conta da pandemia e uma cirurgia, voltar e lutar bem era o que eu mais queria”. Para a atleta, que teve que subir de peso, o esforço valeu a pena. “Agora é esperar que até o ano que vem a situação melhore para todos”, disse.
Para Luciana Watanabe, mãe da pequena Aya, de 3 anos, o sonho de disputar o seu terceiro World Games teve que passar antes pela balança. A atleta, que chegou a pesar 75 quilos – seu peso normal é 65 kg – explicou que o World Games, que acontece a cada quatro anos, é uma competição que gosta muito.

Concorrência – Em 2013, na Colômbia, e em 2017, na Polônia, Luciana ficou em segundo lugar. “Trata-se de uma competição muito difícil, diria que até mais difícil que o Mundial porque, se no Mundial vão as melhores, no World Games a concorrência é bem maior porque vão três ou quatro atletas de cada nacionalidade”, destacou Luciana, que durante a pandemia não se limitou aos treinos online e abriu um canal onde apresenta entrevistados de destaque para contar a história do sumô. E em setembro, ela e o marido, Takahiro Higuchi, deram início a um projeto na Associação Cultural Suzanense com aulas todas as segundas feiras. Antes de encerrar a entrevista, ainda deu tempo de avisar a reportagem que ela também está vendendo mawashis, inclusive para crianças.
Durante a competição, o susto ficou por conta de um incidente com Takahiro Higuchi, que caiu de mau jeito e bateu com a cabeça. Levado para o hospital mais próximo, ele passou por uma série de exames, teve alta e se recupera em casa. Na torcida por ele.

SUMÔ/RESULTADOS

59º CAMPEONATO BRASILEIRO DE SUMÔ

Categoria Infantil
1° – Paulo Cesar Freitas de Oliveira Junior – Sudoeste
2° – Gabriel Machado de Pontes – Sudoeste
3° – Gabriel Rosa – Sudoeste
3° – André Gabriel de Souza – Sudoeste
Categoria Leve – até 85 Kg
1° – Genilton Tiburcio – Sudoeste
2° – Alex Tetsushi Nakaya – Sudoeste
3° – Diordan Santos – Sudoeste
3° – Cristiano Silva Mori – Sudoeste
Categoria Médio – de 85 a 100 Kg
1° – João Vitor Dantas – Sudoeste
2° – Elivelton Medeiros Vanderley – SP
3° – Danilo Chiba Toledo – Sudoeste
3° – William Takahiro Higuchi – SP
Categoria Meio Pesado – de 100 a 115 Kg
1° – Frank Maciel Marques – Sudoeste
2° – Rafael Shoiti Togashi – RJ
3° – Diogo Uehara – ABC
3° – Marcelo Augusto dos Santos Lustoza – Sudoeste
Categoria Pesado – acima de 115 Kg
1° – Rui Aparecido de Sá Junior SP
2° – Pedro Henrique Villalba – Norte
3° – Alysson Gabriel Raphael Salles – Norte
3° – Wellington Pereira Bezerra – SP
Categoria Absoluto
1° – Rui Aparecido de Sá Junior – SP
2° – Felipe Ishimaru Martin – Sudoeste
3° – Frank Maciel Marques – Sudoeste
3° – João Vitor Dantas – Sudoeste
Torneio por equipes
1° – Sudoeste
2° – São Paulo
3° – ABC+Nova Central
3° – Rio de Janeiro

23º CAMPEONATO BRASILEIRO DE SUMÔ FEMININO

Categoria Infantil
1° – Rebeka Yumi Sakashita Domingos – Sudoeste
2° – Ingrid Almeida Alves Sousa – Sudoeste
Categoria Juvenil
1° – Evelyn Oliveira Araújo – Sudoeste
2° – Diana Dall’Olio Rodrigues Lourenço – Sudoeste
3° – Verônica das Dores Bicudo da Silva – Sudoeste
Categoria Leve – até 65 Kg
1° – Luciana Watanabe Higuchi – Nova Central
2° – Ana Paula Rodrigues dos Santos Oliveira – Sudoeste
3° – Cristiane Yurika Sakashita Apolinario – Sudoeste
3° – Jessica Roberta Teles Palonga – Sudoeste
Categoria Médio – de 65 a 73 Kg
1° – Valeria Dall Olio – Sudoeste
2° – Jessica Cristina dos Santos Blum – Sudoeste
Categoria Meio Pesado – de 73 a 80 Kg
1° – Larissa Maciel Marques – Sudoeste
2° – Flavia Aparecida de C. Paiva – Sudoeste
Categoria Pesado – acima de 80 Kg
1° – Fernanda Rojas Pelegrini – SP
2° – Sarah Luiza Gomes da Silva – Nova Central
3° – Sanusa Erica Chagas – Nova Central
3° – Silvana Oliveira Alves dos Santos – Sudoeste
Categoria Absoluto
1° – Fernanda Rojas Pelegrini – SP
2° – Sanusa Erica Chagas – Nova Central
3° – Sarah Luiza Gomes da Silva – Nova Central
3° – Luciana Watanabe Higuchi – Nova Central
Torneio por equipes
1° – Nova Central
2° – Sudoeste A
3° – Sudoeste B

25º CAMPEONATO
SUL-AMERICANO DE SUMÔ

Categoria Leve – até 85 kg
1° – Yorgen Jose Cova Pulido – Venezuela
2° – Genilton Tiburcio – Brasil
3° – Sebastian Montes – Argentina
3° – Joseph Evelio Aguilar Ascanio – Venezuela
5° – Alex Tetsushi Nakaya – Brasil
Categoria Médio – de 85 a 100 Kg
1° – Wlater Alexis Rivas Uzuriaga – Venezuela
2° – João Vitor Dantas – Brasil
3° – Gonzalo Bitz – Argentina
Categoria Meio Pesado – de 100 a 115 Kg
1° – Querys Jose Perez Mora – Venezuela
2° – Diogo Uehara – Brasil
3° – Rafael Shoiti Togashi – Brasil
3° – Guilherme Fukushima – Brasil
Pesado – acima de 115 Kg
1° – Rui Aparecido de Sá Junior – Brasil
2° – Moises Salvador Perez Hellburg – Venezuela
3° – Pedro Henrique Villalba – Brasil
3° – Wellington Pereira Bezerra – Brasil

13º CAMPEONATO
SUL-AMERICANO DE SUMÔ FEMININO

Categoria Leve – até 65 Kg
1° – Euscaris Maria Pereira Perez – Venezuela
2° – Moira Santillan – Argentina
3° – Ana Paula Rodrigues dos Santos Oliveira – Brasil
Categoria Médio – de 65 a 73 Kg
1° – Valeria Dall Olio – Brasil
2° – Jessica Cristina dos Santos Blum – Brasil
Categoria Meio Pesado – de 73 a 80 Kg
1° – Johana Carid Garrido Bolivar – Venezuela
2° – Larissa Maciel Marques – Brasil
3° – Flavia Aparecida de C. Paiva – Brasil
Categoria Pesado – acima de 80 Kg
1° – Esmeralda Andreina Cedeño Landaeta – Venezuela
2° – Sarah Luiza Gomes da Silva – Brasil
3° – Nadia Ruiz – Argentina
3° – Fernanda Rojas Pelegrini – Brasil

SELETIVA PARA THE WORLD GAMES 2022

Feminino Leve – até 65 Kg
Luciana Watanabe Higuchi – Brasil
Euscaris Maria Pereira Perez – Venezuela
Feminino Médio – de 65 a 80 Kg
Johana Carid Garrido Bolivar – Venezuela
Larissa Maciel Marques – Brasil
Feminino Pesado – acima de 80 Kg
Fernanda Rojas Pelegrini – Brasil
Esmeralda Andreina Cedeño Landaeta – Venezuela
Masculino Leve – até 85 Kg
Yorgen Jose Cova Pulido – Venezuela
Alex Tetsushi Nakaya – Brasil
Masculino Médio – de 85 a 115 Kg
Querys Jose Perez Mora – Venezuela
Wlater Alexis Rivas Uzuriaga Venezuela
Masculino Pesado – acima de 115 Kg
Moises Salvador Perez Hellburg – Venezuela
Alysson Gabriel Raphael Salles – Brasil

Comentários
Loading...