Rumo às Olimpíadas?

Marcos Yamada, ladeado de seus alunos, Gustavo Tsuboi (que disputou quatro Olimpíadas), e Leonardo Iizuka no clube Itaim Keiko JJYamada (arquivo pessoal)

Nestes 50 anos ininterruptos na modalidade, pude acompanhar a evolução dos grandes mesa-tenistas do pais e o único fenômeno que não vi jogando em sua adolescência, foi o Biriba, o garoto Ubiraci Rodrigues da Costa, que aos 13 anos surpreendeu o mundo com seus feitos em 1958, vencendo 4 vezes o bicampeão mundial individual, Toshiaki Tanaka (1955 e 1957), além de bater uma vez o outro bi mundial, Ichiro Ogimura (1954 e 1956).
Os demais pude acompanhar de perto, Hoyama, Kano, Tsuboi, Monteiro, Matsumoto e Calderano. Muitos deles não foram unanimidade quando crianças, nem pareciam promessas, por isso é muito difícil prever se serão atletas olímpicos, se vão seguir na modalidade e valeria a pena o Comitê Olímpico Brasileiro, apostar na carreira deles para se tornarem atletas olímpicos.
O próprio Hugo Calderano, 5º do ranking mundial, quando mirim, não obteve 100% de medalhas de ouro, pois se dividia ainda entre o atletismo, voleibol e tênis de mesa.
Alguns que brilharam nas categoria menores foram: Biriba, Claudio Kano, Eduardo Tomoike, Hugo Hanashiro, Eric Jouti e agora um novo fenômeno, Leonardo Iizuka, que com 15 anos, acaba de vencer 3 provas individuais muito importantes, no cenário mundial, campeão Pan-americano, Campeão no WTT Hungria e WTT Eslováquia, e ficando em 2º lugar na categoria sub 17, nesse mesmo evento.
Iizuka perdeu poucas competições no continente, tem todos os títulos, sul-americanos, latino-americanos e ainda e o atual tetra campeão brasileiro individual em 4 categorias distintas, na época sub13 e sub15 e no atual sub15 e sub18, sendo imbatível.
Este ano ainda ele se torna o mais jovem a participar da Liga Alemã (Bundesliga), uma das maiores e mais organizadas do planeta. Iizuka deve trilhar o caminho do Hugo Calderano, mas quem garante que ele não irá desistir e ganhar uma bolsa de estudos nos EUA e mudar o rumo olímpico para o acadêmico?

Comentários
Loading...