ROTINA DE BELEZA JAPONESA: Métodos naturais que prometem uma pele mais jovem e macia

Rotina de beleza japonesa ainda não é uma das mais populares entre os ocidentais (divulgação)

Em algum momento da vida, todas as pessoas já se preocuparam com espinhas, oleosidade e rugas, problemas que acompanham a todos em diversas fases da vida e podem ser tratados e prevenidos com a prática da rotina de beleza japonesa, essa que visa proporcionar saúde à pele, de modo a não agredir, utilizando métodos naturais e caseiros. Assim, fica fácil se distanciar de procedimentos estéticos cirúrgicos e cosméticos agressivos.
Na realidade, ao iniciar o tratamento e autocuidado, não há problema em utilizar produtos de farmácia e perfumaria, a complicação em questão está ligada à sua composição e às especificações, sendo importante reconhecer seu tipo de pele e suas necessidades. Algo facilmente resolvido na consulta com um profissional capaz de recomendar a melhor técnica, rápida e eficaz. Mas e depois? Acabando o tratamento, como deve proceder?
É por isso e muito mais que a rotina de beleza japonesa é ideal para uma pele bela, macia e saudável, contrariando muito do que é exposto nas redes sociais e realizando a manutenção do desejado.

Porque seguir a rotina de beleza japonesa

Todos os cuidados irão demandar disciplina e amor próprio (divulgação)

A rotina de beleza japonesa ainda não é uma das mais populares entre os ocidentais, visto que atualmente o que faz sucesso são as rinoplastias e demais procedimentos capazes de alterar a estrutura facial e atingir o tão querido “ideal”. Entretanto é inquestionável a invejável juventude dos japoneses que jamais aparentam a idade que têm.
Dessa forma, o primeiro motivo para seguir essas dicas é a própria comprovação observada no rosto da grande maioria dos orientais. Seguido por: produtos naturais, hábitos saudáveis e uma nova forma de agir e pensar. Essas vantagens, além de garantir bons resultados, ainda ensinará uma nova forma de viver e perceber o mundo, uma vez que todos os cuidados irão demandar disciplina e amor próprio, além de oferecer ao indivíduo um organismo tão saudável quanto a própria pele.
A ideia, então, é promover um cotidiano mais interessante e equilibrado ao corpo, evitando trazer a si benefícios de curto prazo e consequências de péssimas decisões alimentares.
Lembre-se também que o autocuidado é uma forma de demonstrar amor próprio, ou seja, é uma maneira de se dar carinho, tempo e mais valor, de modo a buscar manter e aperfeiçoar sua beleza exterior e interior, portanto, não agrida sua pele, dê massagens e produtos que forneçam mais frescor, nutrientes e elasticidade.

Produtos naturais e suas vantagens

Rotina de beleza japonesa usa elementos naturais (divulgação)

O primeiro passo para os cuidados com a pele é entender que não são necessários diversos produtos de valores exorbitantes, até porque o que determina a qualidade do processo não é o quanto é gasto, mas sim o que é utilizado e o método aplicado. Assim é efetuada a rotina de beleza japonesa que usa elementos naturais, tais como o chá verde e o óleo de camélia, e depende da disciplina e força de vontade de cada indivíduo.

Chá verde
O chá verde ainda é uma bebida facilmente relacionada ao emagrecimento, pois acelera o metabolismo, proporciona a sensação de saciedade e quebra as moléculas de gordura corpóreas. Não bastando, ainda tem como benefícios o bom humor, relaxamento, antienvelhecimento e proteção do cérebro contra doenças e distúrbios psicológicos, ligados à ansiedade e estresse. Dessa maneira, é simples entender sua relação com a diminuição de rugas de expressão, embora parte disso também seja fruto do seu efeito antioxidante que evita a quebra do colágeno e estimula a produção de novas fibras.
Para bons resultados, procure ingerir essa bebida com maior frequência e, quem sabe também, aplicar uma pequena quantidade do chá em seu próprio rosto, reservando uma certa quantidade da erva misturada em água. Em seguida, umedeça uma toalha com água morna e mantenha por alguns minutos em sua face, para a abertura dos poros, assim, será possível a fácil introdução do chá verde, que deve molhar o algodão e ser aplicado cuidadosamente, sem fricção e com leves batidas.
Essa técnica fornecerá mais limpeza, nutrientes e frescor, então realize todas as noites, adquira a pele de pêssego tão desejada e se sinta bem consigo mesmo.

Algas marinhas
As algas marinhas têm ganhado grande espaço no setor de cosméticos de uma maneira quase inexplicável, devido às ações hidratantes, cicatrizantes e antioxidantes alavancadas pela presença das vitaminas C e E que estimulam a produção de células e colágeno.
Por vezes, seu uso pode depender de cremes industrializados, contudo essa não é a única maneira, visto que é possível recorrer ao nori, alga seca vendida em mercados ou mercearias orientais. Nesse método, hidrate o nori na água do arroz e coloque sobre a sua pele por cerca de 10 minutos, garantindo a diminuição de manchas e rugas.
Ao retirar as algas do rosto, faça movimentos circulares com as mãos, de modo a esfoliar a face com o que restou do nori, e, para finalizar, limpe tudo utilizando apenas água ou um sabonete facial. Após essas etapas, as células mortas serão eliminadas e sua pele estará mais limpa e jovem.

Óleo de camélia

Óleo de camélia traz muitos benefícios à pele (divulgação)

Querendo ou não, o óleo de camélia é aquele procedimento queridinho de todos que foi muito difundido e utilizado no passado, sendo sinônimo das palavras elasticidade e hidratação, logo, por que fugir de um produto que só busca trazer vantagens e foi muito benéfico aos nossos ancestrais?
A sua aplicação deve ser feita com uma massagem, então adicione uma certa quantia do óleo em suas mãos e faça movimentos circulares na face, por 10 a 15 minuto, ao final, remova com uma limpeza simples.
Dessa forma, a pele estará adquirindo vitamina E e polifenóis capazes de proporcionar um efeito calmante, hidratante, revitalizador e curativo, combatendo acnes e manchas.

Outros métodos saudáveis para manter a pele rejuvenescida

Alguns cuidados podem melhorar a saúde da pele (divulgação)

Com tudo ensinado, compreendido e aplicado, a rotina de beleza japonesa mostra o quanto é possível ter bons resultados e mantê-los por toda a sua vida, não dependendo, assim, de procedimentos e produtos agressivos ao corpo. Além disso, não apenas os ingredientes naturais caseiros, mas também alguns hábitos ainda podem melhorar a saúde da sua pele, como:

  • Alimentação adequada: rica em colágenos, como caldos de tendões e ossos, legumes, ômega 3 e soja, consequentemente diminuindo o envelhecimento da pele e a quebra de células provocada pelos radicais livres. Outra dica é a redução de açúcares, carboidratos e alimentos processados;
  • Limpeza correta: não iniciando pela zona T do rosto, composta pela testa, nariz, boca e queixo, já que essa é a área de maior oleosidade. Caso comece por essa região, é possível que espalhe a sujeira acumulada para outras áreas mais limpas;
  • Visita ao onsen: se você tiver a possibilidade de ir às fontes termais vulcânicas, será uma ótima pedida à sua pele, pois, embora a água quente seja considerada inimiga, o onsen pode proporcionar relaxamento, hidratação, limpeza e suavidade devido aos minerais contidos em sua composição.

A ideia de seguir a rotina de beleza japonesa não é como aplicar uma regra à sua vida que busca mudar a estrutura do seu corpo, na realidade, é mais como um autocuidado que ocasiona bem-estar consigo, amor próprio e tempo disponível para você mesmo, se tornando mais que um cuidado estético, uma representação do mínimo que qualquer pessoa merece.
(Mariana Kisaki)

Comentários
Loading...