RETROSPECTIVA 2021: Apesar da pandemia, jurista Kiyoshi Harada mantém rotina intensa de trabalho

Kiyoshi e Felicia Harada participaram ativamente da comunidade (divulgação)

O ano de 2021, caracterizado pelo isolamento social, revezando sua permanência entre a casa da Praia em Maresias, casa de campo em Itu e sua residência oficial em São Paulo, o jurista Kiyoshi Harada teve uma atividade bastante intensa.

Pomar de Itu (divulgação)

Em sua casa de campo em Itu, a par de estudos de direito e entrevistas on line, Harada dedicou-se à produção de hortaliças em estufa e cultivo de frutas diversas. Segundo ele “a vida de agricultor não é nada fácil”. “São formigas, são pulgões, são estiagens prolongadas que impedem o desenvolvimento das plantas, além de pássaros que bicam as frutas maduras”, disse o jurista, sobre a “volta às origens”.
Produção doutrinária. Lançou a sua 40ª obra intitulada Dois temas de direito constitucional: responsabilidade civil do Estado; empregado das Forças Armadas. Lançou, também, em cerimônia virtual ocorrida no dia 18-11-2021, a coletânea de monografias sobre a cultura japonesa, obra coletiva sob sua organização, contendo as monografias dos participantes do 1º e 2º concursos de monografias sobre a cultura japonesa que ele vem patrocinando.
Procedeu, ainda, a atualização das seguintes obras de sua autora: 1) Direito financeiro e tributária, 30ª edição; 2) ITBI doutrina e prática, 3ª edição; 3) CTN anotado, 27ª edição; 4) Direito urbanístico, 2ª edição; 5) CTN comentado em coautoria com Marcelo Kiyoshi Harada, 5ª e 6ª edições; 6) Liminar em matéria tributária, 3ª edição. Além disso participou de inúmeras obras coletivas.
Escreveu, ainda, cinco artigos inéditos por semana, destinados a revistas e boletins especializados, como Governet, Jam Jurídica, Magister; Revista de Estudos de Direito Tributário e revistas do grupo IOB, assim como a sites jurídicos como Tributário, Migalhas, Ibedaft, APLJ, jusvigilandi e Consultor Jurídico.
Vida acadêmica. Kiyoshi Harada participou mensalmente da reuniões da Academia Paulista de Letras Jurídicas da qual é acadêmico perpétuo; do Conselho Superior de Direito da Fecomércio e do Conselho Superior de Estudos Jurídicos e Legislativos da Fiesp onde é conselheiro. Fez palestra on line na UNISAL no dia 2-9-2021 sobre “A reforma tributária e recuperação econômica no pós pandemia”. Palestrou, também, no XXXII Congresso Nacional do Senafim, no dia 25-11-2021, abordando o tema “Últimas decisões do STF sobre a incidência do ITBI”. Foi convidado a proferir palestra sobre “Interface do Jornalismo e do Direito” no II Congresso de Cooperação jurídica Internacional a realizar-se no Senado Federal da Itália, no dia 6-12-2021. Em razão da pandemia declinamos do convite, mas, o texto preparado será publicado na obra coletiva a ser editada pelo Istituto di Diplomazia Europea e Sudamericana que conterá todos os temas apresentados no II Congresso.

Produção de obras em 2021 (divulgação)

Como presidente do Instituto Brasileiro de Estudos de Direito Administrativo, Financeiro e Tributário – IBEDAFT – desenvolveu intensas atividades na área jurídica: a) ofertou estudos e pareceres acerca de propostas de reforma tributária em discussão no Congresso Nacional, bem como, promoveu debates on line acerca dessas propostas reunindo juristas de expressão; b) promoveu o primeiro seminário de Direito Público, em agosto passado, por meio de plataforma virtual, reunindo palestrantes do Brasil, Portugal e Espanha; c) lançou o Volume III da Revista do Ibedaft; d) promoveu homenagens a cinco juristas de destaque adiante nominados em coautoria com a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo: Ministro Massami Uyeda. Professora Ivette Senise; Prof. Francisco Pedro Jucá; Prof. Roque Antonio Carrazza; e Prof. Paulo de Barros Carvalho.
Mídia. a) Manteve entrevista semanal com jornalista Walter Ciglioni, abordando os últimos acontecimentos políticos-jurídicos da semana; b) Participou quinzenalmente de entrevistas na NGT Notícias com a jornalista Vivyane Império, abordando questões palpitantes do momento; c) esporadicamente participou de entrevistas na Rádio Trianon discutindo com outros convidados temas da atualidade do mundo político-jurídico.
Na comunidade nikkei. Participou ativamente das reuniões mensais da Associação Brasileira dos Ex-Bolsistas do Gaimusho, bem como, de eventos promovidos por entidades nikkeis.

Comentários
Loading...