PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA: Governo japonês confirma convênio para fornecer equipamento para a Federação Paulista de Judô

Alessandro Puglia, Watanabe Sota e Regina Erika Shiino ((C)Budopress)

Reafirmando os laços que unem o judô paulista ao governo do Japão, a diretoria da Federação Paulista de Judô (FPJudô) inicia a temporada comemorando a concretização de um projeto iniciado em outubro de 2019, quando Alessandro Puglia, vice-presidente da entidade, foi ao Japão em busca de novas parcerias acompanhado do professor kodansha Takanori Sekine, então presidente do Instituto Kodokan do Brasil.
“Durante estes 16 meses tivemos de providenciar a farta documentação que o governo do Japão exige em ações dessa natureza. Em novembro, representantes do Consulado Geral do Japão em São Paulo visitaram o Centro de Aperfeiçoamento Técnico da Federação Paulista de Judô (CAT), no bairro da Água Branca, e eles conheceram o dojô Mário Katsumi Matsuda”, detalhou o dirigente.
Na ocasião, participaram do encontro Watanabe Sota, vice-cônsul, e Regina Erika Shiino, assessora consular, além de Alessandro Panitz Puglia, vice-presidente da FPJudô; Roberto Joji Kimura, coordenador técnico da FPJudô; e Adib Bittar Júnior, coordenador financeiro da entidade.
Em janeiro deste ano o Consulado Geral do Japão informou que o convênio havia sido aprovado e a assinatura do Contrato de Doação do Programa de Assistência a Projetos Comunitários de Cultura entre o Consulado Geral do Japão em São Paulo e a Federação Paulista de Judô em prol do “Projeto de Aquisição de Equipamento de Judô para a Federação Paulista de Judô” foi finalmente firmado no dia 22 de março.
“Ficamos muito felizes com o resultado prático dessa iniciativa, pois beneficiará milhares de judocas que passarão pelo novo centro de excelência do judô do Estado de São Paulo, bem como todos os judocas que diariamente realizam treinos de aperfeiçoamento técnico no CAT.”, explicou Puglia.

Cônsul geral do Japão em São Paulo, Ryosuke Kuwana (Facebook/FPJudô)

Sport for Tomorrow – Com base neste contrato, a FPJ receberá US$ 52.267,00 para aquisição de equipamentos, entre eles, 377 tatamis para o novo centro de excelência do judô paulista e para o dojô do Centro de Aperfeiçoamento Técnico (CAT).
Além disso, nos últimos anos, como parte do programa intitulado Sport for Tomorrow (iniciativa público-privada de cooperação internacional esportiva que alcançou mais de 10 milhões de pessoas, em 100 países), foi criado o projeto que visa a inserção do judô na rede pública de ensino brasileira. A expectativa do governo japonês é contribuir para a formação de pessoal e aprofundamento da compreensão do Japão, por meio do judô.

Confiança – Outro ponto extremamente importante, para Puglia, é que a concretização desse convênio ratifica a confiança do governo japonês na FPJudô e expõe o entrosamento que o judô paulista mantém as origens da modalidade. “Parcerias como esta e com a Ajinomoto, a gigante mundial de alimentos, consolidam a seriedade do nosso trabalho e o profissionalismo de toda a equipe da federação paulista”, disse. Em seguida, manifestou seu agradecimento ao cônsul-geral do Japão de São Paulo e ao governo japonês.
“Em nome da diretoria da Federação Paulista de Judô e de todos os praticantes da modalidade, fazemos um agradecimento especial ao governo japonês e ao cônsul geral do Japão em São Paulo, Ryosuke Kuwana, que mobilizou grande parte de sua equipe para concretizar esse convênio tão importante para o judô do Estado de São Paulo.”
(Com informações do site da FPJudô)

Comentários
Loading...