Primeiro-ministro Suga revela plano para expandir a emergência do vírus para o oeste do Japão

12/01/2021 – 12:49:40 JST – TÓQUIO – O primeiro ministro Yoshihide Suga informou aos executivos de seu partido governista na terça-feira que planeja expandir um estado de emergência declarado sobre a pandemia do coronavírus para cobrir as prefeituras de Osaka, Kyoto e Hyogo em meio a um ressurgimento do vírus no oeste do Japão, disseram fontes do partido.

O Primeiro Ministro japonês Yoshihide Suga (Centro) participa de uma reunião do Gabinete em Tóquio, em 12 de janeiro de 2021. (Kyodo)

Um novo estado de emergência já entrou em vigor em Tóquio e nas três prefeituras adjacentes de Chiba, Kanagawa e Saitama na sexta-feira, enquanto as prefeituras de Aichi e Gifu, no centro do Japão, também estão buscando ser acrescentadas às áreas sujeitas à medida.

Suga disse aos executivos de seu Partido Liberal Democrático em uma reunião que queria tomar “uma decisão rápida” sobre a inclusão ou não das três prefeituras da região oeste, disseram as fontes.

De acordo com fontes governamentais, estão sendo tomadas as providências finais para que Suga declare um novo estado de emergência nas três prefeituras na quarta-feira.

Sob o estado de emergência, as pessoas são aconselhadas a ficar em casa o máximo possível e os restaurantes e bares são solicitados a encurtar o horário de funcionamento. Não há punição para aqueles que não cumprirem, ao contrário dos bloqueios duros que algumas outras partes do mundo impuseram.

Um quadro de notícias na área Umeda de Osaka mostra em 12 de janeiro de 2021, a notícia do governo japonês declarando estado de emergência do coronavírus corona, já em vigor na área metropolitana de Tóquio, para as três prefeituras japonesas da região do oeste de Osaka, Kyoto e Hyogo, possivelmente em 13 de janeiro, em resposta a um recente surto de infecções por vírus. (Kyodo)

A Prefeitura de Osaka, que parecia conter a propagação do vírus no final do ano, relatou mais de 3.800 novos casos na semana até segunda-feira. As prefeituras de Kyoto e Hyogo também relataram números diários recorde.

Antes da expansão esperada do estado de emergência, a Prefeitura de Hyogo solicitou que restaurantes e bares em partes da prefeitura fechassem às 21 horas. As prefeituras de Osaka e Kyoto, por sua vez, prolongaram a duração de pedidos similares para encurtar as operações desses estabelecimentos.

==Kyodo

KYODO NEWS, onde você pode ler as últimas notícias do Japão, se tornará um serviço pago a partir de fevereiro de 2021. Somente os assinantes Web podem lê-lo. Por favor, torne-se um assinante.

Comentários
Loading...