PANDEMIA: Enkyo recebe subsídios do governo japonês para custeio e investimentos

Centro Médico Liberdade, uma das unidades da Enkyo (divulgação)

A Jica (Japan International Agency Cooperation) – a Agência Internacional de Cooperação do Japão – concedeu, no último dia 28, subsídios no valor de R$ 18.939.000 para a Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo) através do Programa de Subsídios às entidades de imigrantes na modalidade “custos de atividades”. Foram contemplados o Hospital Nipo-Brasileiro, o Centro Médico Liberdade, o Hospital São Miguel Arcanjo, o Projeto de Integração Pró-Autista (Pipa), Casa de Repouso Akebono, Casa de Repouso Suzano (Ipelândia Home), Casa de Repouso Santos (Kosei Home) e o Recanto de Repouso Sakura Home ( Campos do Jordão). – todas unidades mantidas pela Enkyo.
De acordo com o secretário geral da Enkyo, Marcelino Maezono, o auxílio será utilizado para cobrir o déficit do ano passado com projetos de enfrentamento à Covid-19. Do total de quase R$ 19 milhões, conta Marcelino, o menor repasse foi concedido ao Hospital São Miguel Arcanjo, que recebeu R$ 166 mil. Isso porque, conforme explicou o secretário da Enkyo ao Jornal Nippak, no ano passado a instituição foi beneficiada com emendas parlamentares e incentivos do governo federal.
O plano de ajuda emergencial do governo japonês destinado às entidades assistenciais, médicas, educacionais, culturais e esportivas da comunidade nipo-brasileira visando superar a crise financeira gerada pela pandemia do covid-19 foi anunciado em março deste ano em reunião virtual realizada a pedido da Embaixada do Japão e da Jica. Além da Jica, também o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão disponibilizou um pacote de auxílio emergencial.
No caso da Enkyo, explica Marcelino, o Hospital Nipo-Brasileiro – localizado no Parque Novo Mundo (zona Norte de São Paulo) – sofreu uma queda de 30% em 2020 em função da pandemia. “Tivemos muitos gastos com aquisições, principalmente, de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual)”, disse, destacando que, “graças a isso, seguimos todos os protocolos exigidos pelas autoridades sanitárias”.

Investimentos – Essa, no entanto, não foi a única boa notícia que a Enkyo recebeu da Jica. Além do subsídio para custos de atividades, a instituição também teve aprovado, no dia 4 de junho, dois projetos na modalidade “investimentos em instalações”. Um refere-se à ampliação de mais 50 leitos do Hospital São Miguel Arcanjo, o que vai duplicar sua capacidade de atendimento. Com o subsídio concedido pela Jica, no valor de R$ 4.247.000,00, as obras devem ser iniciadas já neste mês. Segundo Marcelino, a contrapartida é que a Enkyo entre com 10%.
Construído com recursos próprios e com apoio da Prefeitura de São Miguel Arcanjo (distante cerca de 200 km da capital paulista, o HSMA foi inaugurado em 10 de agosto de 2013 e atualmente oferece à população local e aos moradores de cidades vizinhas, atendimento médico-hospitalar de qualidade e 100% SUS (Sistema Único de Saúde).
Hoje, além de prestar atendimento em procedimentos de baixa e média complexidade na especialidade de clínica médica, o HSMA oferece serviços de pronto atendimento, internação, exames laboratoriais, exames de ultrassonografia, exames de raio-X, eletrocardiograma e inaloterapia. Por causa da pandemia, o hospital também disponibilizou 15 leitos para pacientes com Covid-19.
Futuramente, conta Marcelino, a ideia é ofertar 25 leitos para as Unidades de Internação de Cuidados Prolongados (UCP), instaladas em hospitais gerais ou especializados do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba, que engloba mais de 40 municípios, entre eles, Itapetininga, Sorocaba, São Roque e Tatuí.

Hospital São Miguel Arcanjo foi inaugurado em 2013 (divulgação)

Akebono – Outra unidade da Enkyo beneficiada com os subsídios de investimentos em instalações da Jica foi a Casa de Repouso Akebono.Localizada em Guarulhos, no Sítio São Francisco, a Akenobo foi foi construída com recursos da Jica para idosos dependentes em Atividades Básicas da Vida Diária (AVBD) e está em funcionamento desde 2000.
As atividades promovidas pela casa têm como principal objetivo a estimulação motora e cognitiva, promoção e otimização da funcionalidade, autonomia e a sociabilização dos residentes. Devido à pandemia, as atividades foram readequadas e os idosos foram divididos em grupos com até 5 participantes.
Segundo Marcelino, a construção foi finalizada em 2002, ou seja, há quase duas décadas, sendo necessárias algumas obras de reformas e melhorias com o intuito de adequar as instalações à nova realidade. O subsídio da Jica foi no valor de R$ 2.471.000. O secretário conta que, para os próximos dias, a Enkyo aguarda a aprovação dos projetos para as demais unidades. A soma de custeio e investimento destinado às unidades da Enkyo nesse ano podem atingir um montante de R$ 45 milhões.

Comentários
Loading...