Mesa-tenistas da América Latina nos Jogos Olímpicos

Vitor Ishiy e Bruna Takahashi em ação nas duplas mistas (Esteban Yacono/ULTM)

Uma semana de jogos intensos na cidade de Rosário, na Argentina, (13 a 17 abril), definiu quem vai representar o continente nos Jogos Olímpicos em Tóquio-2021.
Foram partidas emocionantes, pois trata-se do sonho de qualquer atleta jogar pelo o seu país numa Olimpíada e, para isso, todos cumprem 4 anos de ciclo olímpico, se preparando para esta eliminatória.
Na competição, valiam 4 vagas individuais no masculino, 3 no feminino e uma vaga de dupla mista, já que Brasil e Porto Rico tinham suas vagas garantidas desde 2019.
A grande surpresa no masculino, foi a eliminação do chinês naturalizado dominicano, Wu Jiaji, que foi vice-campeão Pan-americano em Lima 2019, numa partida duríssima com o nosso Hugo Calderano. No feminino, a pior colocada no ranking mundial, dentre as participantes, Daniela Fonseca, de Cuba, conseguiu a última vaga, eliminando as favoritas.
Portanto, serão 6 mesa-tenistas no masculino: Horácio Cifuentes e Gaston Alto (ARG), Brian Afanador (Porto Rico), Alberto Mino (ECU), Hugo Calderano (BRA) e a ultima vaga, ainda não foi divulgada, porém, acredito que seja do Gustavo Tsuboi, caso negativo, será do Vitor Ishiy ou Eric Jouti.
As 6 mesa-tenistas no feminino: Adriana Diaz e Melanie Diaz (Porto Rico), Paulina Vega (CHI), Daniela Fonseca (CUB) e provavelmente Bruna Takahashi e Jessica Yamada (BRA), ou podem ir Caroline Kumahara, Giulia Takahashi ou Laura Watanabe.
Todos aguardando a definição final pela Confederação Brasileira através de seus técnicos.
Nas duplas mistas, outra grande surpresa. Os cubanos, que nem eram favoritos (cabeça de chave), ficaram com a vaga, Jorge Campos e Daniela Fonseca, eliminaram por 4×0 a Vitor Ishiy e Bruna Takahashi (BRA), nas quartas-de-final, e abriram o caminho para a classificação, eliminando depois o México e o Chile.
O Brasil por ter conquistado a vaga por equipes em 2019, levará mais dois atletas para completar o time.
Por isso, 15 atletas estarão nas Olimpíadas, com a seguinte formação: Brasil (6 atletas), Porto Rico (3), Cuba (2), Argentina (2), Chile (1), Equador (1)
Agora basta esperar a decisão do Comitê Olímpico Internacional para a confirmação da realização dos Jogos Olímpicos no Japão. Vamos aguardar.

Comentários
Loading...