Mesa-tenistas brasileiros brilham no exterior

Jessica Yamada foi vice-campeã na Liga Espanhola com o Reus (divulgação)

Na Europa, o início da temporada esportiva vai de setembro a junho do ano seguinte, e no tênis de mesa não foi diferente. Veja o desempenho dos nossos mesa-tenistas olímpicos:
Thiago Monteiro foi o que obteve o melhor resultado. O cearense, que já está 21 anos nas Ligas profissionais do continente, foi campeão na principal de Portugal pelo Sporting.
Jessica Yamada, conquistou dois vice-campeonatos na 1ª Divisão, um na Liga Sueca, pelo Koping e outra pelo Reus na Liga Espanhola.
Hugo Calderano, quase saiu invicto em seus jogos, perdeu apenas 1 jogo e venceu 16, mas sua equipe não repetiu a boa fase de 2019, mesmo assim o Ochsenhausen ficou em 3º lugar na Bundesliga da Alemanha.
Bruna Takahashi também ficou em 3º lugar na Liga Portuguesa com a equipe do Sporting, que por muito pouco não foi para a final, perdendo de 2 a 3 e Carol Kumahara, jogando pela Liga Espanhola Tecnigen Linares e a Liga Italiana no Norbello, não conseguiu nenhum resultado expressivo, porém se manteve na 1ª Divisão.
Eric Jouti, representando o Istres na 1ª divisão francesa, foi bem mas a equipe ficou nas ultimas colocações finais, idem para Gustavo Tsuboi que venceu bastante jogos, porem sua equipe Bad Homburg ficou em ultimo lugar na Bundesliga da Alemanha.
Finalizando, apenas o Vitor Ishiy da equipe Olímpica, jogou na 2ª divisão da França e sua equipe, CChartres foi campeã, subindo para a 1ª, na temporada 2021/2022.
Fonte: Nelson Ayres da área de imprensa da CBTM.

Comentários
Loading...