LITERATURA: Escritor lança livro com história que se passa no bairro da Liberdade

Capa de Aika Suzuki, livro de estreia do escritor Rafael Venchiarutti (divulgação)

Lançado em agosto de 2020, o livro Aika Suzuki: O Caminho da Liberdade (420 páginas, Editora Dialética), de autoria do escritor e jornalista, Rafael Venchiarutti, é uma alternativa de leitura para quem já está com saudades do bairro da Liberdade, reduto das comunidades asiáticas e um dos principais cartões postais da cidade de São Paulo. Afinal, em época de pandemia, os livros se tornaram uma aliada importante para (re)descobrir lugares. E para quem está com vontade de aproveitar um dia “normal” na Liberdade, uma boa dica é o livro de Rafael Venchiarutti.
Na verdade, as ruas do bairro, onde a personagem principal reside com sua família, serve de pano de fundo para contar a história de Aika Suzuki, uma adolescente de origem humilde e que convive em um lar conflituoso com diversas dificuldades, inclusive, financeiras. Para cobrir as despesas domésticas, a mãe de Aika Suzuki vende comida japonesa na vizinhança e a jovem ajuda com as entregas.
Durante o trajeto, Aika encontra momentos de liberdade, interagindo com as histórias que se apresentam pelo bairro. A jovem também encontra refúgio para os seus problemas na música. E depois de assistir a uma apresentação de taiko (tambores japoneses), percebe que aquele instrumento pode ser a sua melhor companhia nos momentos difíceis.
Após uma briga com seu frustrado pai, que não aceita o seu novo estilo de vida, Aika sai de casa e, numa situação inesperada, encontra um velho zelador que acaba transformando o seu destino, com novos ensinamentos.

Rafael: “É um livro forte” (divulgação)

Forte e sensível – “É um livro forte e ao mesmo tempo sensível”, diz o autor, explicando que, “apesar do perfil adolescente, a história de Aika é para todos os públicos”. “A obra ensina a nos conhecermos, a enxergar a vida de uma outra forma, sabendo reconhecer nossas forças e fraquezas e os sinais que o Universo nos mostra em nosso caminho. Com ela aprendemos a acreditar em nossos sonhos, saber lidar com os problemas, com o tempo e como descobrir o nosso verdadeiro destino”, conta o autor, que nasceu em Bauru mas mudou-se ainda pequeno para Tupã, onde reside atualmente.
Descendente de italianos, Rafael explica que não conhece o bairro da Liberdade e para escrever o livro recorreu a “uma ampla pesquisa na Internet”. “E o Google maps também ajudou bastante a passear’ pelo bairro”, diz Rafael, acrescentando que sonha conhecer o Bairro Oriental.
“Esse livro tem muitas visões de mundo que são coisas que percebi sobre a vida, mas não queria escrevê-lo em primeira pessoa. Por isso pensei em criar uma personagem e queria algo original”, diz, afirmando que a obra tem muitas influências que vem do seu a dia. “Então, levei a história para o lugar mais nipônico que temos no país e o mais representativo, que também é cheio de histórias que ajudaram a montar o enredo do livro”, comenta Rafael, antecipando que já está pensando em uma sequência para o livro.

Serviço – Interessados podem encontrar o livro Aika Suzuki: O Caminho da Liberdade em https://editoradialetica.commercesuite.com.br/literatura-e-outros/aika-suzuki, e nas principais marketplaces do país. A obra em formato e-book, pode ser adquirida na plataforma Amazon Kindle, a maior varejista de e-books do mundo: https://www.amazon.com.br/s?k=aika+suzuki&rh=n%3A5308307011&ref=nb_sb_noss

Comentários
Loading...