Hospital Nipo-Brasileiro comemora 33 anos no ranking dos cinco melhores hospitais da cidade

HNB comemora 33 anos de atividades médico-hospitalares marcadas por desafios e demandas (divulgação)

Inaugurado em 1988, com apenas 30 leitos, o Hospital Nipo-Brasileiro comemora este ano 33 anos de atividades médico-hospitalares, marcadas por desafios operacionais e demandas crescentes de investimentos em sua estrutura física e operacional, em novas tecnologias e treinamento e aperfeiçoamento profissional que o levaram a desenvolver e consolidar, especialmente nesta última década, diferenciais de qualidade e eficiência que o transformaram numa instituição regional de referência em todo o País.
Essa condição de destaque conquistada, foi confirmada recentemente por uma pesquisa realizada pelo portal Google sobre os principais hospitais da cidade, que teve como critério o número de recomendações de usuários de serviços médico-hospitalares que, numa escala de 1 a 5, atribuíram 4,3 pontos ao Hospital Nipo-Brasileiro, um índice de excelência que o colocou entre as cinco melhores instituições de saúde de São Paulo.
Comemorando esse momento histórico, o novo Superintendente Geral, Dr. Sérgio Okamoto, destacou os processo de profissionalização e de incorporação de novas tecnologias na gestão e na rotina operacional como fatores determinantes para a conquista da qualidade e excelência de atendimento que consagram hoje a instituição junto aos seus clientes e usuários: “ O desenvolvimento da medicina e as crescentes demandas na área da saúde verificadas , em especial, a partir desta última década, nos impuseram novos e grandes desafios que exigiram investimentos, criatividade e modelos de gestão profissional capazes de atender essas demandas com qualidade e eficiência”, explica ele

Histórico – Em 28 de janeiro de 1959, foi criada a Associação de Assistência aos Imigrantes Japoneses, tendo como missão inicial auxiliar os imigrantes japoneses do pós-guerra. E em 1960, a entidade ampliou seus trabalhos oferecendo, além de assistência social, apoio médico através de consultório em São Paulo e assistência volante denominada Junkai.
Em decorrência de sua crescente e ativa participação e apoio às necessidades da comunidade nipônica, finalmente, em 1972, a Associação de Assistência aos Imigrantes Japoneses passa a denominar-se Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo, a Enkyo, entidade mantenedora do Hospital Nipo-Brasileiro e que tem hoje como seu Diretor Presidente, o Sr. Paulo Seichiti Saita.

Hospital comunitário – Estimulados pelo trabalho e missão assistencial da Enkyo, algumas personalidades da época, lideradas pelo industrial e líder comunitário Tadashi Takenaka, decidiram retomar o projeto de construção de um novo hospital comunitário, que contou com o decisivo apoio do governo japonês, que doou o terreno adequado e hoje localizado no bairro Parque Novo Mundo, situado entre as regiões Norte e Leste de São Paulo e na confluência estratégica de três das mais importantes rodovias do país, a Presidente Dutra, a Fernão Dias e a Ayrton Senna, além da facilidade de acesso através das Marginais Tietê e Pinheiros.
Após cinco anos do inicio dos trabalhos da Comissão Pró-Construção do novo hospital comunitário, em 1983, o Hospital Nipo-Brasileiro foi inaugurado finalmente em 18 de junho de 1988, como parte das comemorações dos 80 anos da imigração japonesa no Brasil.

Estrutura – Inaugurado originalmente com 30 leitos, o Hospital Nipo-Brasileiro (HNB) conta atualmente com 243 leitos divididos em apartamentos e enfermaria; 2 UTI’s Geral, 1 UTI Neonatal e 1 UTI Coronariana; 1 Centro Cirúrgico com 9 salas dotadas com os mais modernos equipamentos e sistemas de gestão e controle operacional; 1 Centro de Trauma, 1 Centro da Mulher, com mamógrafo digital; 1 Centro de Cuidados em AVC; 1 Núcleo de Saúde Integrativa; 55 consultórios ambulatoriais; 18 consultórios de Pronto Atendimento; serviços médico-hospitalares em 30 especialidades; 23 leitos de UTI, 10 leitos de UCO e 17 leitos para neonatologia; e, em especial, um complexo de serviços de Maternidade, Pediatria e Berçário, considerados hoje uma referência nacional dentro do Programa Parto Adequado implantado pelo Ministério da Saúde com o objetivo de estimular o parto natural.

Esforço coletivo – Dr. Sérgio Okamoto destaca que além de uma gestão altamente profissionalizada, a qualidade e excelência dos serviços prestados historicamente pelo Hospital Nipo-Brasileiro expressam o decisivo comprometimento, dedicação e esforço coletivo de todos seus colaboradores, como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, nutricionistas, atendentes e recepcionistas, farmacêuticos, transporte, seleção e recrutamento, segurança, treinamento e corpo administrativo-financeiro.
Atuando com um padrão de excelência de atendimento reconhecido com a chancela de acreditação máxima, em Nível 3, conferido pela ONA – Organização Nacional de Acreditação e, desde o último 2019, conquistou o selo de acreditação Qmentum Internacional , o Hospital Nipo-Brasileiro destaca-se cada vez mais como um centro de referência médico hospitalar tanto na Capital como também em todo o Estado de São Paulo.

Tecnologia – Mais do que apenas uma tendência , a incorporação de novas tecnologias nos processos gerenciais do atendimento revela-se cada vez mais presente nas práticas e rotinas operacionais do Hospital Nipo-Brasileiro, voltadas para o conforto e a segurança de seus pacientes.
Segundo Dr. Sérgio Okamoto, a adoção de novas tecnologias nos processos operacionais e gerenciais já está presente com a incorporação de softwares de última geração e sistemas de armazenamento de imagens produzidas na assistência aos pacientes, além de inovações em diversas outras atividades do atendimento: “ Mais do que apenas práticas de sustentabilidade voltadas para a redução de desperdícios e melhora da eficiência operacional, todos os investimentos em novas tecnologias e sistemas gerenciais que vem sendo implementados pelo HNB tem como principal objetivo o contínuo aprimoramento dos serviços de atendimento para garantir um maior conforto, segurança e satisfação de nossos pacientes”, enfatiza ele.

Comentários
Loading...