HAICAI BRASILEIRO: Abril – Despedida de andorinhas – Mexerica

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.
Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.
Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.
A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.
Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo – SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br


TEMAS DE ABRIL
Abril – Despedida de andorinhas – Mexerica

Engarrafamento –
O cheiro de mexerica,
no ônibus lotado.
Antônio Seixas
Magé, RJ

fico em silêncio
despedida de andorinhas
ao cair da tarde
Carlos Viegas
Brasília, DF

Bem azedinha…
Mexerica carioca
gosto desde a infância.
Cristiane Cardoso
São Paulo, SP

uma dúzia de mexericas –
o feirante garante
a mais doce da feira
Daniel Morine
Santos, SP

No entorno da árvore
despedida de andorinhas –
E isso há tantos anos!
Didi Tristão
São Paulo, SP

Fruto dourado –
A mexerica reina
na minha visão.
Fernando A. A. Brito
Vitória da Conquista, BA

pluma na ventania
crepúsculo do fim de abril
rodopia e cai…
Irene Fuke
São Paulo, SP

Saio para ver…
Despedida de andorinha
mesmo com a chuva
Jô Marcondes
Irati, PR

saudade do tempo
distante da meninice –
ah, as mexericas!
José Marins
Curitiba, PR

Abriu o portão
ganhou “parabéns” sinceros
outro abril completo.
Kazan no Tora
São Paulo, SP

abril na folhinha –
certeza de dias claros
e vento fresco
Madô Martins
Santos, SP

O abril chegou
no ambiente algo diferente –
A nuança no ar.
Mario Isao Otsuka

As brincadeiras…
par ou ímpar, último gomo
da mexerica poncã
Marli Tristão
São Paulo, SP

No bater de asas,
despedida de andorinhas
Onde anda você?
Mônica Monnerat
Santos, SP

revoada de andorinhas
rabisca o céu
hora da despedida.
Renato Lima
São Paulo, SP

Da velha tapera
Despedem-se as andorinhas –
Fica o silêncio.
Reneu Berni
Goiânia, GO

na volta pra casa
despedida de andorinhas
sobre o mar
Rose Mendes
Ilhabela, SP

A cidade cinza…
Despedidas de andorinhas
cada vez mais raras.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Temas de junho (postar até 10 de maio)
Pipoca – Flor de chá – Corpus Christi

Temas de julho (postar até 10 de junho)
Camélia – Rio seco – Tanabata

Comentários
Loading...