HAICAI BRASILEIRO: Abril – Despedida de andorinhas – Mexerica

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.
Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.
Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.
A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.
Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo – SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br


TEMAS DE ABRIL
Abril – Despedida de andorinhas – Mexerica

Início de abril –
Apenas o som do vento
na rua vazia.
Antônio Seixas
Magé, RJ

Pouso no quintal –
Despedida de andorinhas
em breve repouso.
Benedita Azevedo
Magé, RJ

noites de abril
pelo cerrado adentro
o vento mais fresco
Carlos Viegas
Brasília, DF

Lavrador contente:
a safra de mexerica
este ano bombou
Cyro Mascarenhas
Brasília, DF

olho pela janela
em tempos de quarentena –
despedida de andorinhas
Daniel Morine
Santos, SP

taça dourada
mexerica suculenta
água na boca
Débora Novaes de Castro
São Paulo, SP

Tantos planos latentes!
Quarto mês no calendário
Abril chega rápido.
Didi Tristão
São Paulo, SP

sabor de infância
colher do galho mais alto
penca de mexericas
Elisa Campos
São Paulo, SP

Tristeza no céu –
Despedida de andorinhas
faz-me marejar.
Fernando A. A. Brito
Vitória da Conquista, BA

O cheiro delata
alguém comeu mexerica
no quarto ou na sala.
Kazan no Tora
São Paulo, SP

Revoada festiva
despedida de andorinhas –
Em direção norte.
Mario Isao Otsuka

Fim de temporada –
Despedida de andorinhas
no céu da cidade
Matusalém Dias de Moura
Iúna, ES

Sabor de travessura
Guris invadem quintal
atrás de mexericas
Monica Monnerat
Santos, SP

Uma andorinha
se despede da estação.
Bye, bye, volte logo.
Pichorim Matsuki
José dos Pinhais, PR

no pomar sinto
um cheiro inconfundível.
época de mexerica.
Renato Lima
São Paulo, SP

Comadres fofocam
Sob o pé de mexerica –
Que coincidência!
Reneu Berni
Goiânia, GO

beirando o mar
um idoso caminha:
solzinho de abril
Rose Mendes
Ilhabela, SP

Foto amarelada…
Num abril já tão distante
nem me reconheço.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Temas de junho (postar até 10 de maio)
Pipoca – Flor de chá – Corpus Christi

 Temas de julho (postar até 10 de junho)
Camélia – Rio seco – Tanabata

Comentários
Loading...