GAIMUSHO KENSHUSEI: Associação Brasileira de Ex-Bolsistas realiza o primeiro evento de 2021

Participantes do Shinnenkai 2021 da Associação Brasileira de Ex-Bolsistas do Gaimusho Kenshusei (divulgação)

A Associação Brasileira de Ex-Bolsistas Gaimusho Kenshusei realizou o primeiro evento do ano, no dia 12 de janeiro, para os ex-bolsistas e convidados apresentando o painel sobre perspectivas com ex-bolsistas eleitos, com a participação do vereador da Capital, Aurélio Nomura; vereador de Londrina (PR), Eduardo Tominaga; vereador de Ivoti (RS), Satoshi Suzuki e o prefeito de Suzano (SP), Rodrigo Ashiushi.
O evento contou com a presença do cônsul geral do Japão em São Paulo, Ryosuke Kuwana, e do cônsul para Assuntos Políticos e Gerais, Hiroyuki Ide, além de autoridades como o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, Toshifumi Murata; o presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Roberto Nishio; presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), Toshio Ichikawa; e o presidente da Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo), além da participação de 47 ex-bolsistas de diferentes regiões do Brasil.
Coordenado pelo diretor social, Paulo Kenzo Uemura, o evento foi conduzido pelo Mestre de Cerimônias, Leandro Hattori, diretor de bolsas, numa dinâmica com os convidados eleitos sobre as suas experiências no legislativo e executivo, cenário covid-19 e vacinas, ikigai e memórias do Japão.

Tecnologia – Presidente da ABEXGK, Tério Uehara disse que “apesar das inúmeras restrições impostas pela pandemia, decidimos enfrentar essa situação, e temos conseguido ultrapassar esse período atribulado com a utilização da tecnologia, para promover a união e colaboração de todos os bolsistas do Brasil”.
Já o vereador Aurélio Nomura lembrou que em 2020 “a gente ficou isolado”. “Mas é importante que possamos trabalhar em um incentivo e estímulo para reativar todas as demandas necessárias para incentivar os empreendedores e movimentar a economia em cada cidade”, explicou o parlamentar, destacando que este ano será discutida a revisão do plano diretor estratégico. “Aprendemos que precisamos fazer uma readequação em nossa cidade criando uma condição mais satisfatória e incluindo essa questão de sustentabilidade. Além disso, precisamos também pensar na questão da saúde e estamos muito focados na covid-19, mas todo o sistema ficou mais ou menos parado e haverá uma demanda maior para todos os municípios”, afirmou Nomura, acrescentando que, “na questão da educação, precisaremos fazer uma reciclagem para todos os alunos”.
Já o cônsul Ryosuke Kuwana comentou que o programa foi criado para fortalecer o vínculo entre o Brasil e o Japão. “Muitos bolsistas visitaram o Japão nesses últimos 56 anos e desempenham papel central nas relações bilaterais”, observou o cônsul, revelando que ficou “impressionado” com a força da comunidade nikkei.
Para ele, “o alto prestígio dos japoneses no Brasil deve-se aos esforços constantes da comunidade nipo-brasileira”. e expressou seus agradecimentos a toda comunidade nikkei por seus esforços e dedicação.
O kanpai com votos de esperança para 2021 foi realizado pelo ex-bolsista, Sussumu Okamoto, e ainda contou com parabéns ao aniversariante do dia, Leandro Hattori. As considerações finais foram pronunciadas pelo Diretor de Relações Públicas da ABEXGK, Luis Oyama. “Descobrimos também o quão precioso é um aperto de mão, um abraço, uma confraternização de amigos. Viramos a página esperançosos de que todas essas lições sejam motivadoras para que tenhamos uma nova vida, um novo tempo”, destacou.

Comentários
Loading...