ESPECIAL/113 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA: Primeiro-ministro do Japão, ministro dos Negócios Estrangeiros e embaixador destacam cooperação Brasil-Japão

A pedido do Nikkey Shimbun e Jornal Nippak, o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga; o ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Toshimitsu Motegi e o embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, escreveram artigos especialmente para os 113 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. Um marco histórico no jornalismo nipo-brasileiro. Yoshihide Suga, que assumiu o cargo em 16 de setembro do ano passado sucedendo Shinzo Abe, felicitou a comunidade pelo Dia da Imigração Japonesa e manifestou condolências aos familiares e pessoas próximas das pessoas que perderam suas vidas, “assim como expresso minha sincera solidariedade àqueles que foram afetados e meus melhores votos para sua rápida recuperação”.
Em sua mensagem, o premiê lembrou que “o Japão e o Brasil têm promovido a cooperação em vários campos”. “Por exemplo, um dos projetos em que trabalhei pessoalmente foi a introdução do sistema Japão-Brasil de televisão digital terrestre, na qual o Brasil foi pioneiro na América Latina. Acredito que a apreciação da tecnologia japonesa no Brasil levou à adoção deste sistema e que a base disso é a forte confiança na comunidade nikkei no Brasil”, destacou Yoshihide Suga, acrescentando que, “recentemente, o Governo do Japão decidiu fornecer apoio às instalações médicas e de assistência social de descendência japonesa afetadas pelo novo coronavírus”.
“Apesar das dificuldades de enfrentarmos o vírus, continuaremos a trabalhar em parceria com a comunidade nikkei para um maior desenvolvimento das relações de amizade entre o Japão e o Brasil”, disse o primeiro-ministro, que finalizou desejando “sucesso contínuo dos imigrantes japoneses e do povo nikkei, assim como por um maior desenvolvimento da comunidade nikkei no Brasil”.
O ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Toshimitsu Motegi, que esteve no Brasil em janeiro deste ano – quando se encontrou com o então ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e com o presidente Jair Bolsonaro – também manifestou solidariedade aos familiares das pessoas vítimas de Covid-19. “O novo coronavírus ainda assombra o mundo e sei que muitas pessoas foram vítimas no Brasil. Expresso minhas mais profundas condolências aos familiares das pessoas que perderam suas vidas e desejo rápida recuperação daqueles que foram infetados e daqueles que estão sofrendo os efeitos colaterais desta doença”, disse Motegi.
Sobre sua recente viagem ao Brasil, reiterou que, na época, confirmou que “o Japão e o Brasil vão fortalecer ainda mais suas relações e trabalhar juntos para combater a Covid-19” e lamentou que, durante a visita, não pôde encontrar membros da comunidade nikkei devido a situação da Covid-19”. “Mas o Governo do Japão continua a dar importância ao relacionamento com a comunidade nikkei, que é uma ponte entre nossos dois países”, afirmou Motegi.
Já o embaixador Akira Yamada lembrou que já se passaram quase quatro anos desde que chegou ao Brasil e, nesse período, tem tentado interagir e trocar opiniões “o tanto quanto possível diretamente com a comunidade nikkei”. “No entanto, durante mais de um ano, devido à pandemia do novo coronavírus, não foi possível visitar vários lugares e encontrar-me com vocês pessoalmente”.
Conta, entretanto, que ficou impressionado com o entusiasmo da comunidade nikkei e participou de muitos eventos online. “Também fico feliz em ver que a geração jovem nikkei está desempenhando um papel muito ativo nestes eventos e expandido as suas redes além das regiões e fronteiras”, destacou Akira Yamada.

Comentários
Loading...