ERIKA TAMURA: Pandemia e saúde mental

Estou exausta em escrever sobre pandemia, mas acho válido e pertinente falarmos de saúde mental. E no meu caso, falarei sobre o que entendo com propriedade: comunidade brasileira no Japão.
É possível passar ileso pela pandemia e ainda assim manter a saúde mental em dia? Até meados do ano passado, eu achava que sim. Hoje tenho minhas dúvidas.
Se já era difícil manter o controle psicológico sem a pandemia, imagina agora…
Pois é, não à toa que o tema de redação do ENEM desse ano, foi justamente sobre o “estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. É o problema atual, e não atinge somente a sociedade brasileira.
Na entidade onde trabalho, o atendimento psicológico disparou! Às vezes me sinto à beira de um colapso, beirando o caos, para atender a toda demanda. Temos três psicólogos, trabalhando incessantemente, com agendas lotadas e cada vez mais requisitados.
Esse é o cenário atual. Crises de pânico, ansiedade, depressão, nunca foram tão citados como agora.
Eu que nunca me importei com a minha saúde mental, me vejo com crises de ansiedade, sem saber o que está acontecendo com o meu corpo e o que fazer para sanar esse sentimento.
Fui buscar o que eu gosto, resgatei dentro de mim, o que realmente me acalma: escutar música, desenhar e pintar, escrever e trabalhar. Por incrível que pareça, adoro trabalhar, e encontrei no meu trabalho a terapia que me acalma. Não sei porque cheguei até a esse ponto, mas sinto que é uma luta que não pertence somente a mim. Por isso, esforço-me para estar sempre bem!
E estou conseguindo!!!
Não sei explicar, mas a notícia do início da vacinação no Brasil, me deu uma sensação de alegria e alívio tão grande, que eu realmente não imaginava que a minha ansiedade poderia estar atrelada à pandemia. Subestimei o meu sentimento, mais uma vez.
E você, como está se sentindo neste momento?

Comentários
Loading...