DIA DA IMIGRAÇÃO JAPONESA: Metrô e Associação de Ikebana do Brasil promovem ação na Estação Japão-Liberdade nesta sexta-feira

A partir das 6h desta sexta-feira (18), o Metrô e a Associação Ikebana do Brasil vão homenagear o Dia Nacional da Imigração Japonesa, com uma demonstração de um arranjo de ikebana, arranjo floral japonês, que ficará exposto na vitrine da estação Japão-Liberdade, da Linha 1-Azul.
A demonstração será feita pelo arquiteto Valderson de Souza, da Escola Kado Ikenobo Nambei Shibu, que com auxílio da professora Elza Furuyama, fará um arranjo especial com elementos japoneses e brasileiros para mostrar a união das duas culturas.
Instalada em dezembro de 1993, a vitrine de ikebana da estação Japão Liberdade, é uma parceria da Linha da Cultura do Metrô com Associação de Ikebana do Brasil (www.ikebana.org.br), que propõe a cada semana, um novo arranjo floral, para apresentar aos passageiros da estação. Nesta arte, o autor reproduz a natureza em lugares determinados, sempre com atenção às linhas, ao volume e à harmonia das cores.
“A vitrine é uma oportunidade única de, em meio ao caos do dia a dia na cidade, poder encontrar em um espaço público como o do Metrô, uma exposição dessa arte milenar”, destaca Renan Andrade, coordenador de Ação Cultural e Acervo do Metrô.

Painéis contam a história da Imigração Japonesa
Além da vitrine de ikebana, a estação Japão-Liberdade do Metrô conta com 11 painéis produzidas por artistas nipo-brasileiros durante a Expo Brasil-Japão de 1988. Fazem parte deste acervo, as seguintes obras e seus respectivos autores: “Paralelepípedo”, de Mário Noboru Ishikawa; “Bad Moon”, de Lúcio Yutaka Kume; “Sem Título”, de Hisae Sugishita; “O Imigrante – O Primeiro a Desembarcar”, de Oscar Satio Oiwa; “Projeto para uma Paixão Sem Fim”, de Milton Terumitsu Sogabe; “Momento – História”, de Laerte Yoshiro Orui; “Tempo I”, de Ayao Okamoto; “Pós – 80”, de Hironobu Kai; “Sem título”, de Yae Takeda; “Sem Título”, de Toshifumi Nakano e “Sem Título”, de Carlos Yasoshima.
O Metrô paulistano conta também com obras de outros dois artistas nipo-brasileiros: os painéis “Quatro Estações”, de Tomie Ohtake, na estação Consolação e a escultura “Sem Título”, de Akinori Nakatani, na estação Tiradentes.

Serviço
Demonstração de arranjo de ikebana
Data e Horário: sexta-feira (18) às 6h
Local: Estação Japão-Liberdade da Linha 1-Azul do Metrô

Comentários
Loading...