Consulado do Japão em SP realiza Cerimônias Online de Outorga do Diploma de Honra ao Mérito

O Consulado Geral do Japão em São Paulo realizou, entre os dias 10 e 18 de maio, as Cerimônias de Outorga do Diploma de Honra ao Mérito do Ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão do 2º ano da Era Reiwa, aos nove homenageados de sua jurisdição – Estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e região do Triângulo Mineiro. Em função da pandemia do novo coronavírus, as cerimônias foram online.
Foram condecorados: Hachiro Nagayama (membro do Conselho da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo); Yoichi Okamoto (presidente honorário da Federação Brasileira de Sumô); Keizo Uehara (superintendente geral da Fundação Kunito Miyasaka); Tadayoshi Hanada (presidente da Federação das Associações Nikkeis da Região Centro-Oeste); Kazunori Yasunaga (membro do Conselho de Desenvolvimento Agrícola de Lins); Teruo Yoshida (regente do Coro Infantil da Osesp); Fujiyoshi Hirata (secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil); Kenichi Kaneko (membro da Comissão de Artes Plásticas e Arte Koguei da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo) e Marcelo Mattos Araújo (ex-presidente da Japan House São Paulo).
A todos os homenageados, o Consulado Geral do Japão em São Paulo reiterou as sinceras congratulações e apresentou a “profunda gratidão pela imensa contribuição, ao longo dos anos, para o engrandecimento das relações bilaterais entre o Japão e o Brasil”.

OS HOMENAGEADOS

Cerimônia com cônsul Ryosuke Kuwana

Hachiro Nagayama

Hachiro Nagayama

Principais fatos meritórios – Desde 2005, Nagayama tem ocupado, sucessivamente, a presidência da Comissão de Assistência Social da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo e outros cargos. Além de dedicar-se à reforma administrativa das instituições assistenciais da entidade e do acolhimento dos internos, contribuiu para o fortalecimento da base financeira de sustento das atividades assistenciais. Ainda, como presidente da Associação Fukushima Kenjin do Brasil, empenhou-se com afinco ao intercâmbio com a Província de Fukushima e, após o Grande Terremoto do Leste do Japão, participou da “Cúpula dos Provincianos de Fukushima no Exterior”, divulgou e promoveu seus produtos, contribuindo no apoio à reconstrução dessa província.

Yoichi Okamoto na cerimônia virtual com o cônsul

Yoichi Okamoto

Yoichi Okamoto com o diploma

Principais fatos meritórios – Durante longos anos, Yoichi Okamoto ocupou importantes cargos, como a presidência da Confederação Brasileira de Sumô, da Federação Sul-Americana de Sumô e na Federação Internacional de Sumô, contribuindo para a difusão do esporte no Brasil. Em 1990, na turnê de apresentação de sumô japonês no Brasil, conduziu a sua administração que culminou em seu sucesso. Dedicou-se aos preparativos do 9º Campeonato Mundial de Sumô, em 2000, que também foi realizado com êxito. Ainda, como presidente da Associação Cultural Kagoshima do Brasil, organizou um grupo de visita à província de Kagoshima, dentre outros, que contribuíram para o fortalecimento do intercâmbio e da cooperação com essa província.

Cerimônia virtual com o cônsul e Keizo Uehara

Keizo Uehara

Keizo Uehara

Principais contribuições para a compreensão mútua Japão-Brasil – Keizo Uehara ocupou os cargos de vice-diretor, diretor, vice-presidente e superintendente geral da Fundação Kunito Miyasaka, fazendo parte da diretoria desde a sua fundação em 1998, apoiando as atividades da comunidade nipo-brasileira durante muitos anos, contribuindo para o desenvolvimento cultural e social da comunidade, visando a harmonização com a sociedade brasileira. Em relação à construção do Parque Ecológico Imigrantes da Fundação, realizou a gestão do progresso das atividades e das verbas financeiras, e obteve a permissão ambiental, cumprindo um papel fundamental para a construção do Parque.

Cerimônia com cônsul e Tadayoshi Hanada

Tadayoshi Hanada

Tadayoshi Hanada

Principais contribuições para a compreensão mútua Japão-Brasil – Tadayoshi Hanada ocupou sucessivamente cargos na diretoria do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, contribuindo para a revitalização da comunidade nipo-brasileira da região. Em especial, dedicou-se ao preparo de um ambiente propício para que as novas gerações pudessem realizar atividades de forma espontânea, respeitando as suas iniciativas. Desde 2005, atua como presidente da Comissão de Organização do Festival do Japão em Campinas, conduzindo o evento ao sucesso. Ainda, trabalha ativamente na promoção do intercâmbio com a cidade Gifu da Província de Gifu, cidade-irmã de Campinas, contribuindo para o fomento das relações amistosas entre o Japão e o Brasil. Atualmente, como presidente da Federação das Associações Nikkeis da Região Centro-Oeste, empenha-se em prol do fortalecimento da cooperação entre as associações nipo-brasileiras da região.

Cerimônia virtual de entrega a Kazunori Yasunaga

Kazunori Yasunaga

Kazunori Yasunaga

Principais contribuições para a compreensão mútua Japão-Brasil – Como presidente da Associação Beneficente, Cultural e Esportiva de Lins, Kazunori Yasunaga contribuiu para a difusão da língua japonesa na região, instalando salas de aula na escola de língua japonesa, providenciando os materiais, treinando os professores, Ainda, providenciou ambientes adequados para que a geração jovem pudesse ter contato com a cultura japonesa tradicional por meio de danças, taiko, origami e esportes como beisebol, além de dedicar-se à continuidade da cultura japonesa e ao fortalecimento da solidariedade da comunidade nipo-brasileira. Ainda, em cooperação com o município de Lins, realizou o Bon Odori, contribuindo para a integração entre os descendentes e os não-descendentes de japoneses.

Cerimônia online com o maestro Teruo Yoshida

Teruo Yoshida

O maestro Teruo Yoshida

Principais contribuições para a difusão do intercâmbio cultural japonês e brasileiro por meio das artes – O Coral Eco fundado em 1968 pelo maestro Teruo Yoshida foi reconhecido como o melhor coral infantil pela Associação Paulista dos Críticos de Arte. Em 2000, fundou o Coro Infantil da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Yoshida, por meio da instrução de canto vocal a crianças brasileiras descendentes e não-descendentes japoneses, contribuiu grandemente para as relações de amizade e de intercâmbio entre o Japão e o Brasil. Ainda, foi regente do coral do Bunkyo e de outros corais nikkeis, contribuindo para o fortalecimento de cooperação da comunidade nikkei e a difusão da cultura japonesa por meio da música.

Cerimônia virtual com Fujiyoshi Hirata

Fujiyoshi Hirata

Fujiyoshi Hirata

Principais contribuições para o aprofundamento das relações econômicas entre o Japão e o Brasil – Fujiyoshi Hirata ingressou na Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil como secretário-geral em 2002. Desde então, vem se dedicando às atividades para a conquista de novos associados e na firme administração da entidade; e em 18 anos de carreira, atraiu cerca de 80 novos associados, contribuindo para o impulsionamento das atividades da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil. Ainda, utilizando suas relações pessoais e seus conhecimentos adquiridos com sua atuação em negócios ao longo dos anos no Brasil, veio oferecendo conselhos precisos para as empresas associadas, fortalecendo as relações com as Câmaras de Comércio de outros países e com entidades da comunidade nikkei, além de envolver-se ativamente em sugestões de propostas políticas ao governo brasileiro, contribuindo grandemente para a melhoria do ambiente de negócios das empresas japonesas e para o estreitamente das relações econômicas nipo-brasileiras.

Cerimônia virtual de entrega a Kenichi Kaneko

Kenichi Kaneko

O artista Kenichi Kaneko

Principais contribuições para o intercâmbio cultural japonês e brasileiro por meio das artes – Como membro da Comissão de Artes Plásticas e Arte Koguei do Bunkyo, durante longos anos, Kenichi Kaneko envolveu-se com a elevação do nível das artes nikkeis e do intercâmbio entre o Japão e o Brasil por meio da arte, além de atuar como professor nas aulas de pintura para crianças com o objetivo de oferecer uma educação emocional, dedicando-se às atividades educacionais. Ainda, atuou no filme “Corações Sujos” sobre o conflito ocorrido entre os imigrantes japoneses no Brasil, que em 2012 foi exibido no Japão, tendo atuado também como famoso ator nipo-brasileiro. Contribuiu grandemente para o avanço da compreensão mútua bilateral entre o Japão e o Brasil.

Cerimônia virtual de outorga a Marcelo Mattos

Marcelo Mattos

O ex-presidente da JHSP

Principais contribuições para o intercâmbio cultural japonês e brasileiro por meio das artes – Marcelo Mattos de Araújo, além de ter ocupado o cargo de presidente da Japan House São Paulo (JHSP), foi também diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo, secretário da Cultura do Estado de São Paulo e presidente do Instituto Brasileiro de Museus, sendo uma personalidade de destaque dentro do mundo cultural brasileiro e profundo conhecedor da cultura japonesa. Em 2008, quando diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo, por ocasião do Ano do Intercâmbio Japão-Brasil, realizou a exposição “O Florescer das Cores: A Arte do Período Edo”, de co-realização da Agência de Cultura do Japão, apresentando cerâmicas de primeira linha do Japão. Como presidente da Japan House São Paulo, realizou exposições de alto nível e diversos seminários vivificando a riqueza da área cultural e as relações pessoais, dedicou-se intensamente ao fortalecimento da cooperação com instituições relacionadas; e durante a sua gestão, em fevereiro de 2020, a Japan House São Paulo atingiu 2 milhões de visitantes, contribuindo para o aprofundamento do intercâmbio entre o Japão e o Brasil.

Comentários
Loading...