ARTIGO: A comunidade nikkei no Brasil

*Marco Túlio Toguchi

Em 2020 comemorou-se 125 anos do Tratado de Amizade, de Comércio e de Navegação entre Brasil e Japão. Ambos os países possuem um histórico de colaboração mútua, especialmente de fluxo migratório de pessoas, situações em que houve uma reciprocidade de acolhimento dos imigrantes japoneses e brasileiros. Os imigrantes japoneses construíram no Brasil um legado de honra, dedicação e honestidade, sem deixar de manter as tradições da cultura japonesa.
A comunidade Nikkei está presente em todo o Brasil e existem associações relacionadas ao Japão com a finalidade de manter viva a cultura japonesa no Brasil. Nestas associações, os nikkeis se emocionam com o Hino Nacional do Japão “Kimigayo”, juntamente com a execução do Hino Nacional Brasileiro, na abertura dos eventos tradicionais da cultura e culinária japonesa.
Acredito que existe um sentimento entre os nikkeis de orgulho e gratidão em relação aos antepassados e este sentimento faz com que milhares de voluntários se esforcem para que seja dada continuidade ao legado iniciado pelos japoneses imigrantes.
Aqui no Estado de Goiás, através do trabalho da Associação Nipo-Brasileira de Goiás – ANBG, a cultura japonesa permanece viva e os nipo-descendentes permanecem unidos.
Dentro da Associação Nipo-Brasileira de Goiás são fornecidos cursos sem fins lucrativos do idioma japonês, artes como Ikebana, Origami, Kendo e Taiko, além de esportes como gateball, futebol, vôlei, tênis de mesa e tênis de campo. A comunidade se interage e realiza eventos culturais e gastronômicos para divulgar a cultura japonesa no Estado de Goiás, onde mantêm-se ativos os grupos de Fujinkai, Rojinkai, Seitokai e Seinenkai, com destaque para a atuação do grupo de jovens, que permanece engajado e dá esperanças de continuidade do trabalho da associação.
Além da Escola Modelo de Língua Japonesa de Goiás, a ANBG projeta a implantação do Centro de Integração Social e de Pesquisa da Cultura Japonesa de Goiás, que contempla o Museu da Imigração Japonesa e uma biblioteca. O objetivo é possibilitar que o público conheça a cultura japonesa e que ela fique preservada no Brasil.
A ANBG realiza intercâmbios esportivos e encontro de jovens. No ano de 2019 foi iniciado o projeto GANBATTE SEINEN, cujo padrinho e primeiro convidado foi o Embaixador Akira Yamada e hoje está em sua 10ª edição, com alcance nacional e está despertando o orgulho Nikkei nos jovens através de encontros com personalidades da comunidade nipo-brasileira.
Destaca-se também o importante incentivo do governo japonês, através do MOFA, para fortalecer a comunidade Nikkei, com programas de intercâmbio, além da atenção dos diplomatas da Embaixada do Japão no Brasil, que sempre estão dispostos a apoiar as causas da comunidade e fortalecer as associações nipo-brasileiras. Eu fui um dos participantes do programa JUNTOS! 2019 e achei a oportunidade proveitosa e motivadora.
Devido ao aumento de jovens engajados, o meu sentimento é que todo o trabalho realizado pela comunidade Nikkei continua a dar resultados e que hoje existe a esperança de que as tradições japonesas serão preservadas e que a história dos antepassados não será esquecida.

O ex-presidente da Associação Nipo-Brasileira de Goiás (arquivo pessoal)

*Marco Túlio Toguchi, Presidente da Associação Nipo-Brasileira de Goiás
**Coluna escrita pelo ex-presidente da Associação Nipo-Brasileira de Goiás, Marco Túlio Toguchi e publicada no idioma japonês pelo governo do Japão no bluebook diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (Mofa). No Brasil, o texto foi divulgado nas redes sociais da Embaixada do Japão e pelo próprio embaixador Akira Yamada

Comentários
Loading...