A importância da arbitragem e da coordenação

Árbitros da Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo (Primacia Melo)

A maior federação do país, a FTMSP – Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo, através da nova equipe comandada por Tommy Castro e Danilo Pastoriza, vem dando show na organização das competições estaduais.
São Paulo, que foi responsável por enviar 7 dos 8 atletas que estavam em Tokyo 2020, nos Jogos Olímpicos, concentra o maior número de mesa-tenistas do pais e sem dúvida é a melhor estruturada e detém o recorde de clubes inscritos e todos com alto nível técnico.
A descentralização também foi uma inovação importante para a modalidade, pois realizaram a 1ª etapa na cidade da Praia Grande, 2ª em Ribeirão Pires e agora a 3ª, em Cruzeiro, que faz com que o tênis de mesa se desenvolva em várias cidades do interior paulista.
Danilo, formado em Educação Física e técnico da cidade de Bertioga, é árbitro desde 2010 que atuou também nas Olimpíadas Rio-2016, vem usando seus conhecimentos para desenvolver um excelente trabalho na arbitragem e na coordenação da entidade.

Danilo Pastoriza, que vem dando show na organização (Primacia Melo)

Arbitrar não é tarefa fácil, pois muitos tem medo de enfrentar a ira dos atletas renomados, e puni-los quando cometem uma infração, principalmente na regra do saque, que é bem complexa e poucos as seguem rigorosamente.
A Federação tem organizado regulamente cursos para árbitros, por isso aqueles interessados em trabalhar nas competições, podem acompanhar a página da www.ftmsp.com.br e se inscrever.
Ranking – Na cidade de Cruzeiro, a equipe do Itaim Keiko JJ Yamada, continua líder na pontuação geral, rumo ao 30º título de Campeão Eficiência na Federação. Seguida sempre de perto pela equipe da Santa Maria São Caetano e Saldanha da Gama Santos.

Comentários
Loading...