Viver do esporte

Marcos Yamada com a família

As tradicionais famílias japonesas geralmente sonham em ter filhos médicos, dentistas, engenheiros, advogados, etc.
Em casa não foi diferente. Por isso me formei em Engenharia e exerci apenas 2 anos essa carreira indo para TI informática durante 5 anos e agora viver do esporte, como era meu desejo quando criança.
Para os meus filhos fiz diferente, apoiei a ideia de abdicar dos diplomas e focar 100% no tenis de mesa. Por isso ambos se tornaram profissionais da modalidade.
Jessica Yamada com 9 temporadas jogando na Europa, 6 anos morando fora, e se somar estágios no Japão, China, Inglaterra, Polônia deve chegar a uns 9 anos vivendo no exterior.
Jeff Yamada também com 2 temporadas na França e vários estágios no Japão, Cunha, Corea, resolveu ao final estudar nos EUA com bolsa, para representar sua Universidade no tenis de mesa. Este anos termina o customer 4 anos e vai fazer MBA. Ou seja existem inúmeros benefícios, desde que tenham dedicação, resultados e determinação.
Ambos falam vários idiomas, conhecem muitos países e um rumo muito diferente da família japonesa, que seguem, estudar, formar, trabalhar e casar.
Eu graças ao esporte conheço mais de 60 paises, presenciei 37 Campeonatos Mundiais e falo alguns idiomas, por isso só tenho a agradecer por ter escolhido o Tenis de Mesa como profissao. Há 49 anos na modalidade, sendo 45 como professor e técnico, meu dia a dia só me traz alegrias e desafio para buscar mais atletas olímpicos e formar bons cidadãos.

Comentários
Loading...