SHIKATA GA NAI: A filosofia de viver sem se abalar pelo que não pode ser mudado

Você já teve oportunidade de saber aqui que o Ikigai é uma filosofia japonesa muito difundida. Nesta edição, no entanto, ficará sabendo que o Shikata Ga Nai é uma teoria ainda pouco conhecida entre nós, uma vez que muitas pessoas focam em problemas externos a si, quando, na realidade, muito do caos vem de nós mesmos.
Se você é uma pessoa que já se sentiu desconfortável com a vida, imagino que em muitos momentos se submeteu às situações maçantes e exaustivas. E, provavelmente, você já teve muitas conquistas e muitas perdas, embora batalhasse pelos seus objetivos.
Agora, você já parou para pensar que muitas vezes o seu desconforto, descontentamento e mesmo estresse é causado por si mesmo? Pode parecer estranho, mas mais adiante você entenderá qual é o pensamento da filosofia Shikata Ga Nai. E vai começar a perceber que algo faz sentido.

O que é Shikata Ga Nai

A tradução de Shikata Ga Nai é basicamente “nada pode ser feito” ou “não pode ser ajudado”. Por isso, resumimos essa filosofia como a arte de viver aceitando o que não pode ser alterado.
Mas não confunda essa teoria com o Ho’oponopono que afirma que tudo o que acontece ao nosso redor é neutro e depende de como interpretamos, já que todos nós temos “uma criança interior” que deseja ser consolada e explicaria o fato de reclamarmos de algo ou alguém.
Na questão do Shikata Ga Nai, o indivíduo deve sim lutar pelo que deseja para que as coisas deem certo. Porém, também deve entender quando algo é imutável, ou seja, compreender que há momentos em que não há o que fazer, se não deixar fluir.
Esse pensamento de “desistir” quando percebe que não dará certo, pode parecer um absurdo e um tanto quanto pessimista, uma vez que, no ocidente, nos é ensinado que devemos nos esforçar para conseguir o que queremos.
Entretanto, para os japoneses, o sofrimento é algo inerente ao ser humano. Portanto, se somos capazes de evitá-lo, o melhor é evitar os esforços e estresse em vão perante à certeza de que não temos controle de tudo.
Se ainda não se vê capaz de aceitar o Shikata Ga Nai, lembre-se que o Japão já passou por muitas perdas, isto é, teve momento em que tiveram que aceitar que nem tudo pode ser controlado, caso contrário, o caos seria emocional ao se cobrar atitudes que não dependiam apenas de si mesmos.
Arrependimentos e situações inesperadas são comuns, então pare e pense se isso realmente devia te afetar, pois o que aconteceu já não pode ser mudado. E é assim que os japoneses se mantêm saudáveis e em paz.

Para praticar o Shikata Ga Nai, tente mudar de ares (divulgação)

6 Etapas para inserir a filosofia à sua vida

Ao entender e começar a aceitar o Shikata Ga Nai, o próximo passo é tentar adicionar isso à sua vida, já que todos os dias acontecem situações inesperadas e diferentes, de maneira que nem sempre podemos prever ou evitar falhas e frustrações.
No entanto, a prática dessa filosofia será essencial para combater o sofrimento e arrependimento excessivo, visto que muitas vezes nos pegamos pensando sobre o passado ou como podemos evitar os mesmos erros no futuro.
Para praticar o Shikata Ga Nai, tente
Respirar fundo: deixando o ar entrar lentamente pelas narinas, sentindo entrar em seus pulmões enquanto foca em todo seu corpo e volta à realidade. Buscando relaxar, se colocando no momento presente;
Não se comparar: a primeira coisa que devíamos aprender ainda na infância, já que não somos iguais a ninguém e a perfeição é relativa, sendo indicado que nos comparemos apenas a nós mesmos. Tendo como objetivo ser melhor a cada dia. Então, antes de mais nada, enxergue as suas qualidades;
Cuidar de si: algo que deveria ser tão prioritário, mas que na maioria das vezes deixamos para segundo ou terceiro plano.
Porém, a questão real é: como você será feliz e estará vivendo, se não fizer algo por si? Então, tire um tempo para você mesmo e busque por atividades que te deixam bem. Coloque essas tarefas como prioridades na sua vida, assim como você faz com as obrigações do seu dia a dia;
Ver com outros olhos: ou seja, interpretar diferente os acontecimentos, assim como uma pessoa de fora da situação faria. Para isso, o mais indicado é mudar seus ares, podendo ser feito tanto numa viagem quanto numa visita a um amigo ou ao assistir um filme;
Caminhar na natureza: dizem que a natureza é um local de muitas energias. Contudo, não apenas por esse motivo, caminhar na natureza te auxilia a tirar da cabeça os problemas, te ajuda a refletir, respirar melhor e relaxar;
Pedir ajuda: uma das etapas cruciais do processo, já que não é fácil colocar o Shikata Ga Nai na vida de uma hora para outra. Portanto, não tenha medo de pedir ajuda aos amigos e família.

Caminhar na natureza auxilia a tirar e desviar o foco dos problemas (divulgação)

Porque praticar essa filosofia japonesa

O Shikata Ga Nai pode parecer um absurdo para muitos, já que em toda nossa vida aprendemos a lutar pelo que queremos. Algo como “nada vem sem esforço”.
No entanto, muito esforço, pouca conquista e muitas falhas, por vezes, pode gerar extrema frustração, além de estresse e decepção consigo mesmo. Logo, para evitar o sofrimento máximo, é dito que às vezes precisamos saber a hora de nos render.
E esse momento chega quando percebemos que:

  • Os esforços já não fazem mais sentido;
  • O sofrimento é tão grande que abala completamente nossa saúde emocional e física;
  • Não depende apenas de nós, mas de terceiros ou mesmo de outros acontecimentos;
  • Nosso bem-estar e melhoria da qualidade de vida depende da desistência.

Sendo assim, na realidade, não pense nisso tudo como desistir dos seus sonhos ou de tudo o que já fez, mas sim como “já fiz tudo o que estava ao meu alcance”. Então não se menospreze, decepcione ou se abale com a rendição. Os esforços necessários foram feitos, agora o ideal é cuidar de si e deixar que tudo flua naturalmente.
Se você conhece alguém que sente que precisa ter o controle de tudo, compartilhe esse artigo e mostre que há uma escolha para um bem maior: a saúde mental. Inicialmente tudo parecerá uma bobeira, porém, inserindo o Shikata Ga Nai aos poucos, a vida parecerá mais leve, pacífica e alegre.

Comentários
Loading...