RENATO ISHIKAWA: Campanha de mensagens de solidariedade (4) – Colaboração mais estreita entre 500 entidades nikkeis no Brasil

Renato Ishikawa, presidente da Bunkyo

Neste tempo de enfrentamento ao grande e novo desafio de combate à pandemia do Covid-19, manifestamos nosso total apoio à campanha de solidariedade desenvolvida por este jornal e nosso reconhecimento ao valioso trabalho de comunicação e prestação de serviço junto à comunidade nipo-brasileira.
Nós, do Bunkyo, estamos conscientes da nossa responsabilidade de proteger nossos colaboradores, associados e toda sociedade em geral, mantendo enfoque na solidariedade e empatia.
Alinhado às determinações das autoridades de saúde, priorizamos inicialmente o “trabalho em casa” dos nossos colaboradores incluídos nos chamados grupos de risco, além de evitar reuniões e mesmo adiando eventos tradicionais com aglomeração de publico.
Posteriormente, suspendemos as atividades da entidade, incluindo o fechamento temporário do Museu Histórico da Imigração Japonesa e do Pavilhão Japonês.
Os eventos programados para os próximos três meses também estão sendo reavaliados, visando reduzir qualquer risco aos frequentadores do Bunkyo.
Adicionalmente, por meio de nossas redes sociais, divulgamos amplamente as orientações para uma melhor higiene pessoal com o vídeo produzido pela rede da TV NHK.
Além da adesão unânime às medidas de combate à disseminação do Covid-19, na comunidade nipo-brasileira destacamos o significativo papel desempenhado pelas entidades nipo-brasileiras dedicadas ao atendimento à saúde e assistência social. Em São Paulo, ressaltamos a atuação do Enkyo – Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo, Hospital Nipo-Brasileiro, Hospital Santa Cruz, além das casas de repouso instaladas na região metropolitana.
Essa estrutura também está atuante no Estado do Paraná (na capital e em Maringá, sobretudo), no Rio Grande do Sul (Enkyo Sul, em Porto Alegre), no Pará com o Hospital Amazônia em Belém, entre outras localidades.
Além do público em geral, essas organizações têm intensificado o atendimento em língua japonesa representando uma valiosa ajuda aos pacientes idosos e japoneses neste momento crítico.
O Bunkyo, entidade fundada há 65 anos,  mantém relacionamento com as entidades espalhadas por todo país, principalmente por meio das 34 Regionais presentes nos Estados de São Paulo, Paraná, Amazonas, Pará, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que são a referência para uma estrutura de mais de 500 entidades de diferentes portes, existentes de norte a sul do país.
Ainda contamos com sólidas parcerias com entidades de outros países da América Latina, América do Norte e Japão, fomentando o intercâmbio e a união para que os valores nikkeis sejam preservados e cada vez mais difundidos.

Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social

Com este protagonismo, o Bunkyo continuará a liderar e trabalhar para que juntos, possamos superar este desafio global, protegendo os nossos colaboradores, associados e demais membros da sociedade em geral.
Há poucos dias, foi anunciado o adiamento da Olimpíada de Tokyo 2020 organizado com a antecedência exemplar cujos preparativos envolveu altos custos governamentais e engajamento da iniciativa privada.
Acreditamos que, com a ajuda de todos – atletas, dirigentes e públicos -, a realização da Olimpíada “Tokyo 2020”, em 2021 poderá ter o grande significado de superação do infortúnio que hoje enfrentamos. Esperamos que seu sucesso tenha o poder de simbolizar que a humanidade superou o momento crítico desta pandemia e trilha os caminhos para o desenvolvimento harmônico dos povos no século XXI.

Renato Ishikawa
Presidente da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo

Comentários
Loading...