Pirapitinga

Piaractus brachypomus
Distribuição geográfica: Bacias amazônica e Araguaia-Tocantins.
Descrição: peixe de escamas; corpo romboidal, alto e comprimido; nadadeira adiposa sem raios; cabeça pequena; dentes molariformes. A coloração é cinza arroxeado uniforme nos adultos e cinza claro com manchas alaranjadas nos jovens. Pode alcançar 80cm de comprimento total e 20kg, embora exemplares desse porte não sejam comuns.
Ecologia: espécie herbívora, com tendência a frugívora. Permanece nos rios durante a época de seca e entra nos lagos, lagoas e matas inundadas durante as cheias, onde é comum encontrá-la debaixo das árvores se alimentando dos frutos/sementes que caem na água. É importante nas pescarias comerciais e na pesca esportiva.
Equipamentos: médio/pesado e pesado para os grandes exemplares. As linhas devem ser de 17, 20, 25 e 30lb. Usar empates curtos, por causa dos dentes e da boca pequena da pirapitinga. Os anzóis: nos números 2/0 a 8/0.
Iscas: frutos e sementes da região (as preferidas) e minhocuçu.
Nome Popular: pirapitinga e caranha.
Recorde: 19,95kg/44lb
Fonte: www.ibama.gov.br

Comentários
Loading...