Participação do Brasil nos Campeonatos Mundiais

As brasileiras Jessica e Gui Lin em ação no último Mundial realizado em Budapeste (arquivo pessoal)

O auge do mesa-tenista em nosso país é participar da seleção brasileira adulta, já que para conseguir esse feito, precisa realmente estar entre os melhores, com excelentes resultados no continente americano.
Até 1988, participar de um Mundial Adulto era o sonho de todos os atletas, mas após Seul 1988, quando o tênis de mesa passou a ser um esporte olímpico, o objetivo mudou.
A primeira participação de brasileiros em Mundiais que ocorria desde 1926, foi em 1949.
Um grupo de cariocas, que via CBD, administraram todas as inscrições e conseguiram verbas para ir a Estocolmo-Suécia, representar o Brasil.
Dagoberto Midosi (Fluminense RJ), foi o líder da equipe durante anos, e recentemente cumpriu 103 anos, ainda com saúde e boa memoria. Ele foi o responsável pela ida nos Mundiais.
A partir desta data o Brasil, participou em quase todos os Campeonatos da Federação Internacional ITTF, exceto em 1965, 1967, 1969 e 1979 Coreia do Norte,
No feminino, a história é bem menor, ou seja, apenas em 1952 a atleta Lourdes Garcia, representou o país individualmente. Em 1957, a Nakma Cruz e a primeira equipe feminina somente em 1963, com Emiko, Bartira, Nakma e Edith. Ausência novamente nas demais para voltar a participar em 1973 (Saravejo-Iugoslávia), e a partir dela de forma efetiva em todas as edições dos mundiais.
Nas Olimpíadas, as vagas são limitadas a 6 para todo o continente americano, e mais duas vagas para completar a equipe. No ano passado, em Lima-Peru, houve a seletiva para essas vagas em equipes, e o Brasil já garantiu a presença no masculino e feminino.
Em abril, seriam disputadas as 4 vagas individuais restantes para completar os 12 da América Latina nas Olimpiadas, mas com a covid-19, tudo foi cancelado, inclusive Tóquio-2020.
Os brasileiros na última Olimpíada Rio-2016 foram: Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi e Cazuo Matsumoto com Gui Lin, Caroline Kumahara e Bruna Takahashi. No último mundial, Budapeste 2019, foram: Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi, Eric Jouti, Vitor Ishiy e Thiago Monteiro com Bruna Takahashi, Gui Lin e Jessica Yamada, provando que a ala feminina ainda precisa conquistar seu espaço na modalidade.

Comentários
Loading...