OSHIBANA ART: Mirian Tatsumi e alunos abrem 14ª Exposição nesta sexta-feira com cerca de 300 trabalhos

Mirian Tatsumi foi uma das pioneiras na introdução da técnica no Brasil (Facebook/Mirian Tatsumi)

Com curadoria de Mirian Tatsumi, acontece de 13 a 22 deste mês, no Salão Nobre da Igreja Nossa Sengora do Líbano, no bairro da Liberdade, em São Paulo, a 14ª Exposição de Oshibana Art “ –As Cores de Outono”. A mostra reúne cerca de 300 trabalhos da curadora e seus alunos – com destaque para quatro grandes obras coletivas –, mostrando as belezas dessa estação e a delicadeza da arte.
Estarão expostos quadros feitos a partir de buquês de noiva desidratados. “Este é um serviços que prestamos às noivas que desejam mantê-los como recordação”, explica a curadora.
Além das obras expostas, estarão à venda outros produtos, como: semi-jóias, bijuterias, velas, porta-objetos, cartões postais, marcadores de texto, etc. Todos confeccionados com a técnica oshibana.
Mirian informa que, devido à pandemia do novo coronavírus, foram adotados todos os protocolos de segurança para preservar os visitantes e expositores.
Seguindo as orientações da Vigilância Sanitária, todos devem usar máscaras. Haverá controle de entrada de número de pessoas, medição de temperatura, tapete higienizador e álcool em gel.

O que é – Oshibana é um termo em japonês que significa prensar flores, uma técnica de desidratar plantas, frutas e legumes utilizados em trabalhos artísticos. A arte oshibana surgiu em meados do Século XVI no Japão com os guerreiros samurais que praticavam essa arte como disciplina, harmonia com a natureza e poder de concentração. No Japão, devido às condições climáticas do país, foi desenvolvido o método de fechamento dos trabalhos a vácuo pelo professor Sugino e sua equipe da Escola Fushigina Hana Club.

Trabalhos expostos também estarão à venda (divulgação)

No Brasil, Mirian Tatsumi dedicou-se ao estudo da técnica com a mestre Shizuka Yamada da Escola Fushigina Hana Club no Japão durante 7 anos, tendo recebido a graduação de mestre. Professor Sugino, presidente da escola, concedeu-lhe autorização para usar o nome Oshibana Art no Brasil. Ele veio ao Brasil para visitar a escola Oshibana Art e ficou impressionado com ariqueza da flora brasileira.
Mirian fundou a Escola Oshibana Art em São Paulo em 2004, tornando-se uma das pioneiras a difundir a técnica no Brasil. Iniciou o curso com apenas 12 alunos e hoje aescola já formou mais de 200 artistas. Participou de exposições no Japão em 1998 e 1999. Em São Paulo expôs em vários espaços culturais da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, do British Internacional School, do Banco Real e Banco Sudameris.
Suas obras foram premiadasno Brasil e no exterior. Em 2007 iniciou a exposição anual da Escola Oshibana Art, onde expõe suas obras eas de seus alunos. A escola participa em diversos eventos anuais do Brasil, tais como: Mega Artesanal e Festival do Japão em São Paulo, Rio Matsuri no Rio de Janeiro, Maringá Matsuri em Curitiba e outros. Mirian é membro da Associação Internacional de Artistas de Oshibana “The Worldwide Pressed Flower Guild” com sede nos Estados Unidos, desde 2010. Em 2015 realizou a “Conferência Internacional da Associação Pressed Flowers” em São Paulo.

14ª Exposição de Oshibana da escola Oshibana Art
Quando: De 13 a 22 de novembro, das 10 às 19h
Onde: Salão Nobre da Igreja Nossa Senhora do Líbano (Rua Tamdandaré, 355 – Liberdade)
Informações pelo telefone: 11/3207-0811
Entrada franca

Comentários
Loading...