KOKUSHIKAN DAIGAKU: Plantio de mudas dá inicio ao projeto ‘Cerejeiras para o Futuro’

Visitantes passeiam pelo Kokushikan durante Festival das Cerejeiras Bunkyos (arquivo/Aldo Shiguti)

No próximo dia 27 de setembro, sábado, a partir das 11h, o Centro Kokushikan, localizado na Estância Turística de São Roque, realiza um encontro para celebrar o sucesso da primeira fase do projeto “Cerejeiras para o Futuro”.
Esse encontro se dará por meio da transmissão digital, “que é a única alternativa para evitar aglomerações”, justifica Silvio Iamamura, presidente da Comissão de Administração do Centro Kokushikan, ao explicar que estará sendo exibida a gravação feita no dia 12 de setembro, de uma cerimônia simbólica do plantio de 287 novos pés de cerejeiras.
Em meio às restrições da pandemia foi lançado o projeto “Cerejeiras para o Futuro”, voltado ao plantio de novas cerejeiras por meio de doações, cujos recursos serão destinados à manutenção do Kokushikan e promoção de ações de preservação da cultura japonesa em nosso país, esclarece Iamamura.
Localizado numa área privilegiada de São Roque, que se destaca por suas atrações turísticas, “o Kokushikan pretende oferecer novos elementos que ressaltem ainda mais nossas qualidades como local de referência da cultura japonesa”, ressalta Celso Mizumoto, coordenador do projeto.
Nesta primeira fase, explica Mizumoto, os bosques serão distribuídos em quatro áreas identificadas por marcos históricos: 112 anos da imigração japonesa no Brasil com 112 novas mudas, na área do estacionamento próximo ao local onde se realiza atualmente o Festival das Cerejeiras; 65 anos de fundação do Bunkyo totalizando 65 novas mudas de cerejeiras plantadas na área central do Kokushikan; 60 anos de Sua Majestade Imperador Naruhito e início da Era Reiwa com 60 novas mudas de cerejeiras plantadas na área central do Kokushikan e o Bosque da Prosperidade, ao redor do Pavilhão Kazuo Harasawa com 50 novas cerejeiras.
“É simbólico a escolha do titulo de nosso projeto, Cerejeiras para o Futuro”, revela Silvio Iamumura, “queremos que possa consagrar a participação das famílias e deixar registrado em cada pé de cerejeira o nome de cada um dos doadores por muitos anos”. Explica que cada uma das árvores terá uma placa de metal para identificar o doador ou a pessoa de sua indicação (pai, mãe, filho, filha, neto, por exemplo).

Ideia é reforçar imagem de “referência da cultura japonesa” (arquivo/Aldo Shiguti)

Manutenção – “O Bunkyo, por meio de contrato, compromete-se, sem qualquer custo adicional, a cuidar da manutenção dessas árvores”, acrescenta Mizumoto.
Esclarece que, além do plantio da muda, cuidados para sua manutenção, a entidade prevê o replantio se a planta morrer. A localização de cada muda será feita por meio de QR CODE que estará gravada em placas de identificação de metal.
Plantio simbólico das “Cerejeiras para o Futuro” – Mizumoto informa que a cerimônia de plantio, com a presença dos doadores, estava programada para 27 de setembro, marcando o início da primavera. No entanto, eventos com aglomeração de pessoas estão vetados pela Prefeitura local. Assim, optou-se pela transmissão em vídeo sobre o evento, nesse mesmo dia, a partir das 11h.

Plantio simbólico acontece neste sábado no Kokushikan (arquivo/Aldo Shiguti)

Plantio simbólico – Para tanto, a comissão organizadora irá realizar, neste dia 12 de setembro, sábado, em regime de mutirão – observando-se todos os protocolos sanitários – o plantio simbólico das mudas.
Esse evento será filmado e exibido ao público no próximo dia 27 de setembro – visto que o Kokushikan não dispõe de condições técnicas para transmissão ao vivo -, buscando atender ao compromisso junto aos doadores.
“Não podíamos deixar de prestar contas aos nossos doadores”, acrescenta o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, “e expressar a nossa mais calorosa gratidão por terem atendido ao nosso apelo de contribuir para a manutenção do Kokushikan e, ao mesmo tempo, engrandecê-lo enquanto legado cultural de nossa comunidade”.
Assista à cerimônia simbólica do “Cerejeiras para o Futuro”, no próximo dia 27 de setembro, a partir das 11h, no canal www.youtube.com/bunkyodigital

Comentários
Loading...