JAPAN HOUSE SÃO PAULO: Confira a programação do projeto #JHSPOnline de 21 de setembro a 2 de outubro

Por meio do #JHSPONLINE, a Japan House São Paulo segue apresentando diariamente em suas redes sociais conteúdo diverso, trazendo informações e atividades relacionadas ao Japão, para que os interessados possam ampliar seus conhecimentos sobre o país. Para o período entre 21 de setembro e 2 de outubro, a instituição preparou uma programação especial que traz assuntos como cultura, arte, artesanato e literatura.
O conteúdo do dia 23/9 explora o Kintsugi, uma técnica artesanal que consiste no reparo de objetos de porcelana e cerâmica com a utilização de laca ou cola misturadas a ouro, principalmente, enfatizando as rachaduras e fissuras. Esse ofício traz à tona os conceitos de imperfeição e de valorização do uso e da percepção da passagem do tempo. Nesse vídeo, Paulo Hatanaka, restaurador de obras de arte que desenvolve a técnica do kintsugi, falará mais sobre seu surgimento e mostrará seu processo de realização.
Para os amantes de leitura, o “Clube de Leitura” prevê a realização de encontros com a curadoria de Natasha B. Geenen, diretora cultural da Japan House São Paulo, e Paulo Werneck, editor da Quatro Cinco Um, e considera livros traduzidos diretamente do japonês para o português para ampliar o acesso dos brasileiros a este universo literário. No dia 24/9 o conteúdo será sobre o livro “A fórmula preferida do professor”, de Yoko Ogawa, que conta sobre um velho docente de matemática, uma empregada doméstica e seu pequeno filho de dez anos formam a trinca protagonista do romance, que fez decolar a carreira internacional da escritora japonesa. No mesmo dia, a programação conta sobre o Taiko – denominação para os instrumentos de percussão japoneses. Com uma grande variedade, diversos tambores compõem a arte do taiko, com sons vibrantes e vigorosos. Organizado pela Associação Brasileira de Taiko, o vídeo destaca alguns dos instrumentos com demonstrações de professores e conta mais sobre sua história.
Ainda como parte da celebração da chegada do outono no Japão – período marcado pelas folhas secas que caem das árvores e acumulam-se no chão – a Japan House São Paulo prepara para o dia 25/9, conteúdo sobre Oshibana, técnica japonesa de desidratar e prensar flores e folhas para a elaboração de trabalhos artísticos, que será ensinada passo a passo pela professora Emi Imai.
As famosas ‘tirinhas’ japonesas Yonkoma – um mangá composto por quatro quadros ou vinhetas de tamanhos iguais ordenados de cima para baixo – normalmente são histórias curtas, leves e bem-humoradas, que ganham espaço na programação. No dia 28/9, o quadrinista Caio Yo mostra como escrever e desenhar sua própria tirinha em casa. E no “Conversas com o Educativo” de 29/9, o encontro será em torno do tema “Wabi-Sabi e o sentimento de impermanência”, sobre o aspecto contemplativo da passagem do tempo encontrado em muitas manifestações da cultura japonesa. A partir da concepção de Wabi-Sabi será discutida a capacidade de encontrar beleza nas coisas imperfeitas, incompletas e impermanentes.
O destaque da programação fica por conta da parceria especial entre a Japan House São Paulo e a Embaixada do Brasil em Tóquio, com a estreia virtual no Brasil da peça “Hell Says Noh” (Lampião Nô Inferno), uma releitura da obra de cordel “A Chegada de Lampião no Inferno”, do brasileiro José Pachêco. A exibição acontece no dia 29/9, às 20h, transmitida pelo canal do Youtube da instituição. No dia seguinte, para aprofundar o tema, a diretora da peça, Soraya Umewaka, e o mestre nô, Naohiko Umewaka, conversarão sobre fusão artística Brasil-Japão e sobre o teatro tradicional japonês, às 20h. O bate papo conta com mediação de Angela Mayumi Nagai, especialista brasileira no Teatro Nô, e de Natasha Barzaghi Geenen, Diretora Cultural da instituição.
No dia 1º de outubro, em que é celebrado o Tsukimi, conhecido como Festival da Lua, a Japan House São Paulo trará em informações sobre a história dessa data e sua importância até os dias de hoje na tradição japonesa de observar a lua no outono, homenageando a força da natureza e suas origens, além de agradecer pela colheita do ano e renovar as esperanças. Ainda sob o mesmo tema, no dia 2/9, Naomi Uezu ensinará a fazer um objeto inspirado no festival da Lua Cheia de Outono, em mais um vídeo sobre Kirigami. Arte tradicional nipônica, o Kirigami cria objetos e formas a partir de cortes e dobraduras de papel.

Confira abaixo a programação

23 de setembro – Quarta-feira
Kintsugi
O kintsugi é uma técnica artesanal que consiste no reparo de objetos de porcelana e cerâmica com a utilização de laca ou cola misturadas a ouro, prata ou platina, enfatizando as rachaduras e fissuras. Esse ofício traz à tona os conceitos de imperfeição e de valorização do uso e da percepção da passagem do tempo. Nesse vídeo, Paulo Hatanaka, restaurador de obras de arte que desenvolve a técnica do kintsugi, falará mais sobre seu surgimento e mostrará seu processo de realização.

24 de setembro – Quinta-feira
Clube de Leitura @ A fórmula preferida do professor
O Clube de Leitura prevê a realização de encontros com a curadoria de Natasha B. Geenen, diretora cultural da JHSP e Paulo Werneck, editor da Quatro Cinco Um, e vai considerar livros traduzidos diretamente do japonês para o português para ampliar o acesso dos brasileiros a este universo literário. A proposta é que os participantes tenham uma discussão informal com a mediação de Paulo Werneck e um convidado especialista no assunto da vez.

Sobre o livro: bit.ly/aformulapreferida
Inscrição: forms.gle/8gB69pTzDxJFXknu6
*ATENÇÃO: Os encontros do Clube de Leitura serão realizados online, por meio da plataforma Zoom. O link para o acesso será enviado por e-mail após a inscrição.

24 de setembro – Quinta-feira
Taiko
Taiko é a denominação para os instrumentos de percussão japoneses. Com uma grande variedade, diversos tambores compõem a arte do Taiko, com sons vibrantes e vigorosos. Organizado pela Associação Brasileira de Taiko, o vídeo destaca alguns dos instrumentos com demonstrações de professores e conta mais sobre sua história.

25 de setembro – Sexta-feira
Oshibana
Uma das principais marcas do outono são as folhas secas que caem das árvores e acumulam-se no chão. Pensando nisso e com a chegada dessa estação no Japão, a Japan House São Paulo convidou a professora Emi Imai para ensinar o passo a passo da Oshibana, técnica japonesa de desidratar e prensar flores e folhas para a elaboração de trabalhos artísticos.

28 de setembro – Segunda-feira
Yonkoma
Yonkoma é como são chamadas no Japão as populares tirinhas em quadrinhos. Normalmente são histórias curtas, leves e bem-humoradas. O quadrinista Caio Yô vai mostrar como escrever e desenhar sua própria tirinha.

29 de setembro, às 16h – Terça-feira
Conversa com o Educativo -Wabi-Sabi e o sentimento de impermanência
Este encontro abordará o aspecto contemplativo da passagem do tempo encontrado em muitas manifestações da cultura japonesa. A partir da concepção de Wabi-Sabi será discutida a capacidade de encontrar beleza nas coisas imperfeitas, incompletas e impermanentes.

Link de acesso: Será disponibilizado um dia antes no site e mídias sociais da instituição.

29 de setembro, às 20h – Terça-feira
Estreia Hell Says Noh (Lampião Diz Nô)
A Japan House São Paulo, em uma parceria especial com a Embaixada do Brasil em Tóquio, promove a estréia no Brasil da peça “Hell Says Noh” (Lampião Nô Inferno), uma releitura da obra de cordel “A Chegada de Lampião no Inferno”, do brasileiro José Pachêco. Apresentada no Japão em novembro passado, no marco da ponte olímpica do Rio a Tóquio, a produção teatral Hell Says Noh (Lampião Nô Inferno), foi concebida pela Embaixada do Brasil em parceria com a diretora e especialista em Nô, Soraya Umewaka, como estratégia inovadora de levar a cultura brasileira ao público japonês por meio da fusão com expressões culturais nipônicas, artes marciais e tecnologia multimídia. O espetáculo baseia-se em uma reinterpretação por Umewaka da obra literária “A Chegada de Lampião no Inferno”, de José Pachêco, importante autor brasileiro de textos de cordéis do século XX.

Quando: 29 de setembro, às 20h (Duração 40 minutos)
Onde: Canal do YouTube da instituição
Participação livre e gratuita
Legendas em português

30 de setembro, às 20h – Quarta-feira
Bate-papo sobre a peça Hell Says Noh (Lampião Diz Nô), às 20h
Complementando a programação especial da estreia de Hell Says Noh (Lampião Nô Inferno), no dia 30, às 20h, a Japan House São Paulo promove uma conversa com a diretora Soraya Umewaka e o Mestre Nô Naohiko Umewaka, ator protagonista da peça, com mediação compartilhada entre Angela Mayumi Nagai, pesquisadora e especialista do Teatro Nô; e Natasha Barzaghi Geenen, diretora cultural da Japan House São Paulo.

Quando: 30 de setembro, às 20h (Duração 60 minutos)
Onde: Canal do YouTube da instituição
Informações sobre como participar: www.japanhousesp.com.br
Tradução simultânea para português, japonês e inglês

1º de outubro – Quinta-feira
Tsukimi – Festival da Lua
Tsukimi é o nome da tradição japonesa de observar a lua no outono. Neste dia, um festival acontece para homenagear essa força da natureza e suas origens relacionam-se com um momento de que a população tinha para expressar sua gratidão por toda a colheita do ano e renovar suas esperanças. Em 2020, essa celebração acontece no dia 1º de outubro e o texto feito pela Japan House São Paulo trará informações sobre a história dessa data e sua importância até os dias de hoje.

2 de outubro – Sexta-feira
Kirigami
Em seu segundo vídeo, Naomi Uezu ensinará uma nova técnica de kirigami, arte tradicional japonesa que cria objetos e formas a partir de cortes e dobras de papel. Dessa vez, ela mostrará o passo a passo de como fazer um objeto inspirado no Tsukimi, o festival da Lua Cheia de Outono.

Acompanhe a JAPAN HOUSE São Paulo nas redes sociais:
Site: https://www.japanhousesp.com.br/
Facebook: www.facebook.com/JapanHouseSP/
Instagram: @japanhousesp
Twitter: twitter.com/japanhousesp
Youtube: www.youtube.com/japanhousesaopaulo

Comentários
Loading...