INDAIATUBA: Em recuperação domiciliar, Massao Kanesaki quer distribuição gratuita de Invermectina para a população

O vereador Massao Kanesaki (divulgação)

Em isolamento e trabalhando remotamente desde que testou positivo para o Covid-19, o vereador de Indaiatuba (SP), Massao Kanesaki (DEM) apresentou, na semana passada, indicação ao Executivo para que seja feita distribuição gratuita à população do medicamento Ivermectina como tratamento preventivo ao coronavírus. Segundo ele, o medicamento já está sendo usado em várias cidades do país como um antiparasitário “que tem apresentado atividade antiviral contra o vírus causador da Covid-19”.
“A intenção é oferecê-lo como tratamento precoce a todos os moradores de Indaiatuba, uma vez que o uso da medicação está baseado na experiência de algumas cidades do país e exterior, além de instituições brasileiras, como a o Hospital da Marinha do Brasil”, justifica.
Segundo ele, a medicação “também teve resultados positivos no Centro Ambulatorial de Triagem de Coronavírus dos municípios de Itajaí, em SC, e Porto Feliz (SP), onde médicos observaram significativa melhora em pacientes sintomáticos tratados com o remédio”.
“Além disso, um estudo colaborativo liderado pelo Biomedicine Discovery Institute (BDI) da Monash University, em Melbourne, na Austrália, com o Instituto Peter Doherty de Infecção e Imunidade (Doherty Institute), mostrou que a ivermectina possui atividade antiviral, em teste in vitro, contra o vírus causador da Covid-19”, conclui.
O uso da Invermectina como prevenção e tratamento da Covid-19 tem gerado polêmicas. Apesar de alguns médicos e até mesmo prefeituras de muitas localidades brasileiras recomendarem o medicamento, o antiparasitário não tem, até o momento, nenhuma comprovação científica de sua eficácia tanto na prevenção como no tratamento da doença.

thumbnail of Indicação apresentada pelo vereadorCasos – Em Indaiatuba, segundo informativo epidemiológico da Prefeitura, o muniípio tinha, até esta terça-feira (28), 19246 casos notificados com 3.927 confirmações e 111 óbitos. O boletim apontava ainda 27 pacientes em UTI e 3.766 curados.
Na Câmara Municipal de Indaiatuba, além de Massao Kanesaki, o vereador Jorge Luis Lepinsk, o Pepo, também testou positivo para a Covid-19 e, como o nikkei, está isolado e segue trabalhando em casa.

Comentários
Loading...