IMIGRAÇÃO JAPONESA: Culto virtual às 10h desta quinta homenageará pioneiros imigrantes e vítimas do Covid-19

Bilíngue, culto budista foi gravado em versão compacta com duração de cerca de 40 mminutos (Facebook/Cerimônia do Chá)

Um fato inédito nesta quinta-feira, 18, marca o Dia Nacional da Imigração Japonesa no Brasil, data da chegada ao porto de Santos do Kasato Maru, navio com a leva dos primeiros imigrantes japoneses. Devido às restrições impostas pela pandemia e risco de contágio, o ofício budista em memória dos pioneiros da imigração japonesa será transmitido digitalmente.
É a primeira vez, nesses 62 anos, desde que esse ofício religioso passou a ser realizado em conjunto entre Bunkyo, a Federação Brasileira das Escolas Budistas – Butsuren e Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), que os organizadores recorrem a esta alternativa.
A solenidade memorial coordenada pela Butsuren, que é presidida pelo bispo Chiko Tsukamoto, foi gravada em versão compacta, com duração de 40 minutos, e editada em bilíngue (japonês/português).
A versão digital do ofício budista reúne uma série de imagens ressaltando a participação conjunta dos representantes das sete escolas budistas da Federação.
No início, no manifesto solene, o bispo Tsukamoto oferece as orações à memória dos imigrantes japoneses “que deixaram sua longínqua terra natal para se estabelecer em terras brasileiras”. E também à memória de todas as vitimas da crise do novo coronavirus, cuja morte “não há palavras suficientes para expressar nossa solidariedade a todos”.
Durante a entoação da canção “Kokoro Shizukani”, é apresentada uma série de imagens antigas da imigração japonesa.

(Facebook/Cerimônia do Chá)

Seguindo a tradição, as palavras de condolências reuniram manifestações de Renato Ishikawa, presidente do Bunkyo; cônsul-geral do Japão em São Paulo Yasushi Noguchi; Hiroshi Sato, representante chefe da JICA Brasil – Agência de Cooperação Internacional do Japão; Toshio Ichikawa, presidente do Kenren – Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil e Akeo Yogui, presidente do Enkyo – Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo.
Ao final, a mensagem que orientou essa produção: “unindo esforços para superar as dificuldades, para estarmos juntos no amanhã sorridente”.

A versão digital do “Ofício Budista em Memória dos Pioneiros da Imigração Japonesa e de Todas as Vítimas do Covid-19”, poderá ser acessada, no dia 18 de junho, a partir das 10h, pelo link https://www.youtube.com/watch?v=RCg-TECadUQ.

Interessados têm permissão para divulgar e exibir em suas entidades.

Comentários
Loading...