HAICAI BRASILEIRO: Mutuca – Flor de cerejeira – Dia da Ave

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.
Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.
Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.
A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.
Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo-SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br


TEMAS DE SETEMBRO
Mutuca – Flor de cerejeira – Dia da Ave

Cipó florido –
As mutucas reaparecem
depois da chuva
Alvaro Posselt
Curitiba, PR

Flor de Cerejeira –
na margem do Piabanha
uma última foto.
Antonio Seixas
Magé, RJ

Margeando a estrada
as flores de cerejeiras
ao longo do rio.
Benedita Azevedo
Magé, RJ

queimadas à solta
muita fumaça no céu
no dia da árvore
Carlos Viegas
Brasília, DF

Neste Dia das Aves.
Aguço mais os ouvidos
enquanto caminho.
Cristiane Cardoso
São Paulo, SP

um tapete rosa
se forma no jardim –
flor de cerejeira
Daniel Morine
Santos, SP

Crepúsculo rosado.
Na esquina do bairro
Flor de cerejeira.
Danita Cotrim
São Paulo, SP

quanta sinfonia!
sob as árvores do quintal
é Dia da Ave
Elisa Campos
São Paulo, SP

Evento no parque
comemora o Dia da Ave –
Amigos reunidos
George Goldberg
Londres, Inglaterra

Pesca com amigos
Zero peixe, mil coceiras
Manchas de mutucas…
Irene Fuke
São Paulo, SP

é dia das aves
as pombas da Rua Quinze
parecem as mesmas
José Marins
Curitiba, PR

Logo que desperta
traz saudade do Japão –
Flor de cerejeira
Madô Martins
Santos, SP

Há novas amigas
visitando meu jardim
são as mutucas.
Mário Azevedo Alexandre
São Vicente, SP

Lentidão do córrego –
Sobre o quimono de seda
flor de cerejeira
Regina Alonso
Santos, SP

No Dia das Aves,
Uma aula diferente –
Alunos no parque.
Reneu Berni
Goiânia, GO

Beirando o mato,
Sofre o agrimensor –
Mutucas ferroam.
Reneu Berni
Goiânia, GO

flor de cerejeira –
o perfume suave
da minha mãe
Rose Mendes
Ilhabela, SP

Volta do riacho –
as picadas de mutucas
de recordação
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Temas de novembro (postar até 10 de outubro)
Céu de primavera – Tié-preto – Cacau

Temas de dezembro (postar até 10 de novembro)
Bagre – Pêssego – São Silvestre

Comentários
Loading...