HAICAI BRASILEIRO: Céu de primavera – Tiê-preto – Cacau

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.
Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.
Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.
A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.
Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo-SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br


TEMAS DE NOVEMBRO
Céu de primavera – Tiê-preto – Cacau

Vultos no jardim –
Atraídos pela ração
alguns tiês-pretos
Alvaro Posselt
Curitiba, PR

Céu de primavera –
O barquinho e os namorados
na ilha deserta.
Benedita Azevedo
Magé, RJ

velha tradição
mãos negras a recolher
frutos do cacau
Carlos Viegas
Brasília, DF

Ao abrir a janela –
Mais alta a cantoria
e o céu de primavera.
Cristiane Cardoso
São Paulo, SP

Amanhece o dia –
O canto do tiê-preto
se ouve à distância
Cyro Mascarenhas
Brasília, DF

Estridente e forte
cantoria do tié-preto –
Ecoa na mata
George Goldberg
Londres, Inglaterra

Também no açude
as nuvens brancas flutuam.
Céu de primavera!
Irene Fuke
São Paulo, SP

Galho inclinado
de cacau ainda verde
Quase toca o chão
Jô Marcondes
Irati, PR

visita a janela
arisco tiê-preto –
a mata o espera
Madô Martins
Santos, SP

Verdes e maduros…
A plantação de cacau
nas terras do avô.
Mahelen Madureira
Santos, SP

Tempo de amores
pelas ruas da cidade –
Céu de primavera
Manumar
São Paulo, SP

Céu de primavera…
Os resíduos de fumaça
ainda são tristes.
Mário A. J. Zamataro
Curitiba, PR

Num galho qualquer
das árvores do pomar
Tiê-preto canta
Matusalém Dias de Moura
Iúna, ES

Nuvens esparsas
O vento levanta as flores do chão
Céu de primavera.
Murilo Sergio Romeiro
São José dos Campos, SP

Trilha na fazenda –
Até onde a vista alcança
brilha o cacau
Regina Alonso
Santos, SP

Bicando as frutas,
Ofertadas pelo idoso,
Quatro tiês-pretos.
Reneu Berni
Goiânia, GO

por um instante
tudo ao redor silencia –
céu de primavera
Rose Mendes
Ilhabela, SP

Quatro horas da tarde –
O cheirinho de cacau
vem da casa ao lado.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Temas de janeiro (postar até 10 de dezembro)
Pequi – Lagartixa – Guarda-sol

Temas de fevereiro (postar até 10 de janeiro)
Canícula – Caranguejo – Suor

Comentários
Loading...