FEIJOADA SOLIDÁRIA E 2ª LIVE SOLIDÁRIA: Kibô organiza duas ações beneficentes no mesmo dia e dá continuidade à campanha de arrecadação

Karen Ito, Adão 21, Paula Hirama, Joe Hirata e Mario Kamia (de casa) levaram entretenimento (Facebook/Tério Uehara)

No último dia, 28, a Sociedade Beneficente Casa da Esperança – Kibô-no-Iê, com o apoio de empresas, amigos e a importante ajuda de voluntários porém, em número reduzido devido a pandemia, organizou duas ações beneficentes visando arrecadar recursos para custeio da entidade:   a Feijoada Solidária e a 2ª Live Solidária. As duas ações aconteceram no Espaço de Eventos Hakka, no bairro da Liberdade.
Por conta da pandemia do novo coronavírus, a entidade encontra-se impossibilitada de realizar seus eventos beneficentes tão conhecidos e que no ano passado reuniram milhares de pessoas e representou 25% da arrecadação total da entidade. Entre os eventos cancelados, o calendário da Kibô previa as realizações do Chá Beneficente, Festival de Delícias, Festa Junina Kibô e a Festa do Verde, considerada a principal fonde de recursos da entidade, que este ano comemora 50 anos de fundação.
Por isso grupos de voluntários idealizaram esta ação social, em que o público não precisaria sair de casa ou poderiam retirar no local, evitando aglomeração e   permitindo à instituição arrecadar recursos para manter os trabalhos com as pessoas em situação de deficiência intelectual. Assim surgiram a Feijoada Solidária e a 2ª Live da Kibô no Iê.
A ação consistiu na venda antecipada de pratos em que o consumidor podia adquirir uma deliciosa feijoada com guarnições, acompanhada das iguarias já conhecidas da Kibô, o doce de sonho e a Ki-pipoca, que sempre são procurados em todos os eventos que a entidade participa.
No final foram fornecidas mais de 1400 porções de feijoadas com guarnições, 1600 ki-pipocas, 5.000 sonhos e 1.000 garrafas de suco de laranja. E, de acordo com os organizadores, neste período de pandemia foram tomados todos os cuidados para preservar a saúde dos voluntários, como nutricionista acompanhando todo o processo de produção, elaboração de protocolos de uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), e distância mínima entre os voluntários, além de acesso fácil ao álcool gel para a higienização constante das mãos.

2ª Live Solidária – Aproveitando o grande palco e a infraestrutura do Hakka, a Kibô-no-Iê realizou também a segunda edição da Live Solidária Kibô. Com o grande sucesso da primeira edição, realizada no final de abril, em que foram arrecadados mais de R$ 167.000,00 além de 375kg em alimentos e centenas de fraldas geriátricas entre outras doações, a Kibô-no-Iê investiu mais na apresentação, com um grande painel de led no fundo, mais câmeras e iluminação.
Retornaram para esta edição os cantores Joe Hirata e Karen Ito, acompanhados pela jovem cantora Paula Hirama, o sambista Adão 21 e banda e por fim o mágico Mario Kamia que abrilhantaram a tarde de domingo com mais de três horas de muita música, mágica e solidariedade, que teve a produção técnica da BKC Produção & Eventos, que novamente cuidou de toda a parte técnica e também da transmissão.
E, assim como a primeira edição, a segunda live também foi um sucesso. Ao fim da Live foram arrecadados R$ 178.905,00 entre as doações e os patrocínios arrecadados para a realização da ação solidária, que com certeza vão amenizar as despesas de quase R$ 400.000,00 que a Kibô-no-Iê necessita mensalmente para manter com qualidade o desenvolvimento de pessoas em situação de deficiência intelectual.

História – Fundada por Koko Ichikawa em 8 de janeiro de 1970, a “Kibô-no-Iê” é uma instituição sem fins lucrativos de amparo à pessoa com deficiência intelectual. A manutenção da entidade é feita por 40 diretores voluntários e uma equipe com 100 profissionais, que trabalham para atender e capacitar para vida em sociedade 70 adultos, que residem na sede da Kibô, em Itaquaquecetuba.
A deficiência se caracteriza por um funcionamento intelectual inferior à média, associado às limitações de habilidades, como a comunicação, autocuidado e adaptação social. Assim, as pessoas com deficiência intelectual podem encontrar dificuldades no aprendi-zado, compreensão e resolução de problemas. Quem tem a deficiência deve contar com o acompanhamento de diversos profissionais que estimulem suas potencialidades, buscando a autonomia, convívio em comunidade e inclusão social. E é dessa forma que a Kibô trabalha!
A rotina da sede, além dos tradicionais atendimentos clínicos, como consultas médicas e odontológicas, é composta por diversas atividades e oficinas que trabalham o desenvolvimento emocional, social e físico de cada um dos residentes, contribuindo com os processos de construção, coordenação motora, aprendizado, independência, convívio familiar e inclusão social.

Despesas – Para manter toda a estrutura e funcionamento, a entidade tem uma elevadíssima despesa fixa de cerca de R$ 400 mil por mês. Além da contribuição de pessoas físicas e jurídicas, os eventos beneficentes constituem parte importante da captação de recursos da Kibô-no-Iê, sendo a Festa do Verde o maior e mais importante deles.
Neste período de quarentena a Kibô encontra-se impossibilitada de realizar os eventos, por isso a solidariedade de pessoas e organizações são importantes para manter o trabalho social.

Outras doações – Por isso, a presidente da Kibô-no-Iê, Dirce Shimomoto, reforça o pedido para que as pessoas continuem fazendo suas doações. “Qualquer ajuda vale muito”, explica Dirce, acrescentando que as contribuições podem ser em dinheiro ou com doações de alimentos e fraldas geriátricas tamanho G.
Quem não conseguiu assistir a live no domingo – ou quem quiser rever –, basta acessar o link: https://www.youtube.com/watch?v=lei9_rkm0mc. “Assistam, foi feito com muito carinho para apresentar os residentes e o trabalho da nossa entidade”, conta Dirce Shimomoto.

Como doar – As doações em dinheiro para a Sociedade Beneficente Casa da Esperança Kibô-no-Iê podem ser feitas de 3 formas:
Pelo PicPay, procurando por “kibonoie”
Pelo site kibonoie.doareacao.com.br
Por depósito para a Kibô-no-Iê (inclusive do exterior) pelas contas abaixo e enviando o comprovante pelo WhatsApp, (11) 5549-2695 ou (11) 9-9684-9370.

Sociedade Beneficente Casa da Esperança
CNPJ 62.713.680/0001-48
Banco do Brasil: agência 1196-7, conta 7.240-0
Bradesco: agência 0548-7, conta 96.960-5
Itaú: agência 0177, conta 53.226-4
Santander: agência 4550, conta 13.000.304-5

Já para doar alimentos e fraldas geriátricas tamanho G é só entrar em contato pelos Tels /Whatsapp: (11) 5549-2695 e (11) 9-9684-9370.

Mais informações:
www.kibonoie.org.br
contato@kibonoie.org.br
Tel. (11) 5549-2695
Facebook.com/kibonoie
Instagram.com/kibonoie
YouTube.com/kibonoie

Comentários
Loading...