FALECIMENTO: O golfe se despede de Muneki Tikasawa, um dos maiores dirigentes do esporte

O presidente da Associação Nikkey de Golfe, Muneki Tikasawa (divulgação)

Muneki Tikasawa (3/3/1935 – 4/11/2020), presidente da Associação Nikkey de Golfe do Brasil, faleceu na madrugada desta quarta-feira, 4 de novembro, aos 85 anos, após uma longa convalescença. Tikasawa foi um dos mais importantes dirigentes do golfe brasileiro, tendo presidido o Arujá Golf Clube por 14 anos seguidos, de 1996 a 2009, além de ter se dedicado também ao desenvolvimento do esporte entre as crianças. Nos últimos dez anos, Tikasawa se dedicou de corpo e alma ao golfe da colônia japonesa, tendo assumido a presidência da Associação Nikkey de Golfe do Brasil, em 2011, após a morte de seu predecessor, Yoshito Nomura, que também faleceu aos 85 anos.
O presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Roberto Nishio, lamentou a morte de Tikasawa. “Há anos ele sofria de uma doença que, com frequência, o levava à internação hospitalar. Ele lutou bravamente pela vida, pois seu sonho era realizar o 50° Campeonato Nikkei de Golfe do Brasil, originariamente prevista para realização nos próximos dias 7 e 8. Todavia, em razão da pandemia da Covid- 19, essa competição foi adiada para realização no ano que vem. Foi um guerreiro!”, escreveu Nishio.
A Associação Nikkey de Golfe do Brasil congrega mais de 3 mil golfistas japoneses ou descendentes que moram no Brasil, sendo responsável por quase um terço dos jogadores com handicap no país. Além disso, os nikkeis contribuíram com a fundação de dezenas de clubes de golfe pelo Brasil, sobretudo em São Paulo, Paraná e região Norte. Muito do que o golfe brasileiro é hoje se deve aos japoneses e seus descendentes e ao trabalho de dirigentes como Tikasawa.
(Com Ricardo Fonseca do Portal golfe.esp.br)

Comentários
Loading...