FALECIMENTO: Comunidade se despede de Tadao Yamashita, ex-diretor da Enkyo

Tadao Yamashita com autoridades e convidados (arquivo)

A Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo) comunicou o falecimento de Tadao Yamashita ocorrido no dia 19 de abril. Ex-funcionário, ex-diretor e vice-presidente do Conselho Deliberativo da Enkyo, Tadao Yamashita já vinha lutando há mais de 2 anos contra um câncer e nos últimos dias esteve internado no Hospital Nipo-Brasileiro, onde veio a falecer, aos 86 anos de idade.
Devido a pandemia do novo coronavírus, a despedida foi realizada no dia 20 de abril com número restrito de parentes no crematório da Vila Alpina.
Nascido em 7 de fevereiro de 1934, na Província de Kyoto, no Japão, Tadao Yamashita desembarcou no Brasil em agosto de 1953. Trabalhou na Fazenda Boa Esperança em Ribeirão Preto (SP) e no banco Tozan, na agência de Santo Amaro (SP) até ingressar como funcionário na Associação de Assistência aos Imigrantes Japoneses (1969-1970). Foi chefe da Casa de Repouso (Santos Kosei Home) e depois gerente da mesma instituição. De 1977 a 1988 foi subsecretário geral da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo, gerente geral adjunto, gerente geral e finalmente secretário geral da Enkyo onde se aposentou em 2005.
Mesmo aposentado, continuou atuando em prol da comunidade como diretor-executivo da Enkyo, presidente da Associação Musicoterapia, diretor gerente da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo e membro da Comissão do Conselho do Hospital Nipo-Brasileiro.
Foi presidente do Conselho Deliberativo da Associação de Musicoterapia (de 2009 a 2011), diretor vice-presidente da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo e vice-presidente do Conselho e de Administração do Hospital Nipo-Brasileiro.
Em 2015 foi condecorado pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão e de 2017 a 2020 ocupou a vice-presidência do Conselho Deliberativo da Enkyo.
Seu trabalho foi reconhecido também pela Câmara Municipal de São Paulo, que, por iniciativa do vereador Aurélio Nomura, o homenageou em agosto do ano passado com a entrega do título de Cidadão Paulistano, a mais importante honraria concedida pela CMSP.
A cerimônia, realizada no Ambulatório Médico da Enkyo, no bairro da Liberdade, em São Paulo, contou com a de médicos e funcionários do Enkyo, do vereador Aurélio Nomura, do cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, do presidente do Enkyo, Akeo Yogui, do presidente do Conselho Deliberativo da instituição, Yoshiharu Kikuchi e do vice-presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Celso Mizumoto, além de familiares.

Tadao Yamashita (arquivo)

Na ocasião, Akeo Yogui se referiu à homenagem afirmando ser o “reconhecimento da trajetória admirável e vitoriosa de uma pessoa que dedicou boa parte de sua vida à nossa entidade”. “Como todos os imigrantes, ele enfrentou e venceu inúmeros desafios com muita coragem, perseverança e trabalho com o propósito de constituir sua família na nova terra”, disse Yogui, lembrando que, em 1969, “há exatos 50 anos, Tadao Yamashita passou a integrar o corpo de funcionários da Associação de Assistência aos Imigrantes Japoneses, entidade cujo nome foi alterado em 1972 para Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo – Enkyo, como é conhecida hoje”.
Proponente da homenagem, Aurélio Nomura destacou a importância da cerimônia afirmando que “esta é uma das raras vezes em que o Cerimonial faz uma sessão solene fora da Câmara Municipal para entrega de título de Cidadão Paulistano”. “Mas nada mais justo do que realizar esta cerimônia aqui na Enkyo para entrega desta honraria ao senhor Tadao Yamashita em reconhecimento ao seu trabalho e dedicação a esta entidade, por quase 50 anos e também a outras instituições, sempre com elevado espírito altruístico, de benemerência e de ajuda ao próximo”, disse Nomura, explicando que, “dentre tantas funções que desempenhou com dedicação, uma com certeza poucos sabem”.
Em seu discurso de agradecimento, Tadao Yamashita disse que um de seus maiores orgulhos era a fundação do Hospital Nipo-Brasileiro. E agradeceu, em especial sua esposa, Dona Yukiko, “que há 63 anos está ao meu lado, sempre me ajudando e me acompanhando, e à família Yamashita, que sempre esteve comigo”.

Comentários
Loading...