Estudar em casa na quarentena: Conheça dicas e medidas tomadas pelo governo diante da situação

Muitos pais e estudantes têm se sentido preocupados e desconfortáveis sobre a ideia de estudar em casa na quarentena. Isso porque, embora haja as aulas online, tudo depende de muita disciplina e colaboração de uma boa internet.
Em muitos casos, os estudantes afirmam se sentir confusos, entediados e com dificuldades de tirar dúvidas com os professores. Além disso, é muito comum observar problemas com a internet que atrapalham as aulas.
Diante dessa situação, o que pode ser feito tanto pelos pais quanto por quem sofre com a organização de seus cronogramas? É isso e um pouco mais que será apresentado aqui nesse artigo. Portanto siga com a leitura e descubra algumas dicas que você pode aderir.

| Fique por dentro Adiamento do Enem 2020: Entenda mais sobre as medidas tomadas diante à pandemia

Medidas do governo para estudar em casa durante a quarentena: Aulas online

Desde a metade do mês de Março, escolas públicas e particulares de todo o Brasil tiveram suas portas fechadas. De modo a buscar o aumento do isolamento e distanciamento social e a diminuição da transmissão entre colegas e parentes.
Isso porque, jovens possuem o sistema imunológico mais forte, o que pode dificultar a identificação do vírus em seu organismo. Visto que muitos podem fazer parte do grupo assintomático e transmitir a doença sem nem ao menos saber.
Dessa forma, além da suspensão de aulas, as principais medidas do governo brasileiro foram:

  • Antecipação das férias de Julho, que para muitos ocorreu do dia 23 de Março ao 21 de Abril;
  • Elaboração de plataforma para aulas online, principalmente aos alunos de escolas públicas;
  • Proposta de aulas transmitidas por emissoras de TV;
  • Liberação de sinal de internet aos alunos de baixa renda, com auxílio de algumas operadoras;
  • Pagamento de auxílio-merenda, variável de R$55,00 a R$110,00 mensais por estudante carente, dependendo da situação financeira da família. Além do vale-alimentação.

A partir de então, pode-se dizer que o governo deu grande apoio financeiro aos estudantes de escolas públicas e famílias carentes, mas como ficaram as mensalidades em colégios particulares? Como os pais têm dado conta de pagar mensalmente?

Mensalidades em escolas particulares

De acordo com especialistas em direitos do consumidor e mesmo o Procon (Superintendência de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor), o ideal para o momento é continuar o pagamento das mensalidades. Pois somente assim o aluno será capaz de estudar em casa durante a quarentena. Proporcionando a reposição das aulas.
Sendo assim, não é indicado o cancelamento, pedido de reembolso ou mesmo o não pagamento dos mesmos. O problema, porém, é que dados indicam que dentre 10 pais, ao menos 2 não foram capazes de pagar as mensalidades. Devido à redução de horário ou mesmo demissão de seus empregos.
Nesses casos, o Procon recomenda:

  • Negociação dos valores a serem pagos;
  • Contato com canais de atendimento financeiro. Esses que não devem demorar mais que uma semana para responder;
  • Conversa referente à reposição de aulas aos alunos que não são capazes de ter as aulas online.

Perante isso, diversos responsáveis têm buscado métodos para adquirir renda extra. Além de utilizar a própria reserva de emergência.
Independentemente dos meios, o importante é dar aos filhos a oportunidade de manter os estudos durante a quarentena. De modo a não atrasar um ano de seu ensino.

5 Dicas para estudar em casa durante a quarentena: O que fazer para não perder o ano letivo

Se os pais já se preocupam com pagamento de mensalidade e funcionamento da internet durante as aulas, agora é a hora dos alunos se preocuparem com seu cronograma. Tanto o escolar quanto pessoal, pois é importante saber separar os momentos de estudos dos de lazer.

1. Mantenha o foco

Havendo a importância da divisão do seu tempo, lembre-se de manter o foco no decorrer das aulas e dos estudos. Para isso, encontre um local agradável, calmo e livre de distrações.
Se necessário, não deixe de pedir a compreensão da sua família. Até porque sabemos que muitas vezes são as pessoas a sua volta a sua distração. Ou mesmo aquela televisão ligada ou demais ruídos na residência.
Enquanto estuda, não esqueça também de deixar o celular distante. Seu uso é indicado apenas caso necessite de um aplicativo para inserir a técnica Pomodoro no seu dia a dia.
A técnica Pomodoro é um método de produtividade que tem se tornado famoso há um tempo. Consistindo apenas em dividir seu tempo em quatro sessões de 25 horas de foco, alternado com 5 minutos de repouso. Após as quatro sessões, descanse por 30 minutos e volte ao ritmo.

2. Tenha um cronograma

O cronograma escolar é comum a qualquer aluno de colégio e faculdade, porém é um pouco incomum em nossa rotina. No entanto, inserir na sua vida um cronograma, o tornará mais organizado e produtivo. Principalmente em tempos de pandemia.
Para isso, coloque em um papel todas as tarefas a serem realizadas na semana e as distribua na sua semana. Tente começar incluindo as atividades com horários fixos, como aulas e refeições.
Além disso, não esqueça dos períodos de lazer.

3. Respeite seus períodos de descanso, tanto quanto suas obrigações

Ressaltamos essa informação para que você realmente entenda a importância disso. Visto que as notícias sobre o novo coronavírus e a quarentena têm mexido com o psicológico de muitas pessoas.
Sendo assim, tire um tempo para relaxar e realizar seus passatempos.

4. Peça ajuda aos amigos, professores e parentes

Estudar em casa na quarentena parece uma tarefa solitária e entediante, mas por que fazer sozinho o que você pode realizar com outras pessoas. Isso porque, até pouco tempo, a tecnologia era considerada um empecilho que afastava e distraia os alunos. Contudo atualmente é o que mantem as pessoas unidas.
Então que tal fazer aquele vídeo chamada no meio da tarde para realizar as tarefas de casa ou mesmo estudar para provas e vestibulares. Além dos amigos e professores, lembre-se de que há pessoas ainda mais próximas: sua família.
Não há problema em não entender algum assunto. O importante é jamais ficar com dúvidas.

5. Anote tudo o que é dito em aula

Durante as aulas online, muitas coisas são ditas. Desde assuntos da matéria a prazos e tarefas. Logo anotar tudo o que o professor diz é essencial para a organização da sua agenda.
Caso não tenha entendido ou tenha perdido alguma informação, peça que o professor repita. Não tenha vergonha, pense nisso como ter aulas presenciais. Por vezes, nos distraímos mesmo que pessoalmente, então como não com aulas online?
O COVID-19 atingiu o mundo como uma grande bomba. De forma repentina e fazendo um grande estrago, porém somos nós que devemos nos moldar aos acontecimentos. Então nada de moleza e desânimo!
Temos também outras dicas de estudo que podem ser mais interessantes. Mesclando com os seus interesses pessoais.

Outras maneiras de estudar em casa

Estudar em casa durante a quarentena não precisa se resumir às aulas ao vivo de educação à distância. Isso porque, além das aulas e dos livros didáticos, podemos recorrer a:

  • Podcasts;
  • Filmes e livros;
  • Séries;
  • Sites de ensino. Incluindo o Questões Enem que auxilia alunos do Ensino Médio com simulados online;
  • Cursos online gratuitos, sendo possível encontrar voltados às matérias de Ensino Fundamental e Médio. Além dos profissionalizantes.

Portanto não crie desculpas para não estudar. Pois isso tudo pode ser feito unido a diversos passatempos e à tecnologia que nos oferece diversas plataformas e aplicativos.
Foque e estude, mas sem pressão. Pois você faz parte do futuro do nosso país, mas também do seu próprio futuro.

Comentários
Loading...