ERIKA TAMURA: Naoshima

Como escrevi no artigo anterior, o governo do Japão, lançou um programa de incentivo ao turismo interno, chamado “go to travel”. Pois então, resolvi usufruir do subsídio e aproveitei para conhecer Naoshima em Kagawa.
Sou admiradora de obras de arte e arquitetura. E Naoshima oferece abundantemente tudo o que eu gosto.
A ilha foi projetada, quase em sua totalidade pelo meu arquiteto japonês preferido, Tadao Ando. Uma ideia de um bilionário com o prefeito de Naoshima na época, em transformar a ilha em um atrativo cultural. Uma ilha repleta de obras de arte com construções arquitetônicas únicas, fizeram da ilha que era usada como depósito de lixos industriais em uma referência cultural.
O acesso não é fácil, peguei um avião em Tokyo com destino à Takamatsu, e de lá, um ferry boat até a ilha de Naoshima.
Mas todo o trabalho vale a pena!
Logo na chegada, no porto da ilha, uma abóbora vermelha com bolas pretas nos recepciona de braços abertos. É uma bela obra de arte de Yayoi Kusama.
Andando mais um pouco, temos uma obra de Sou Fujimoto.
Segui para o hotel onde fiz a reserva, o Benesse Hotel. Sempre sonhei com esse momento! Benesse é um museu que também é hotel. Um espetáculo!
Cada caminhada pelo hotel, significa um encontro com mais obras de artes.
No píer do hotel, à beira do mar, conseguimos ver outra abóbora de Kusama, dessa vez, amarela com bolas pretas.
E assim seguem se os dias. Ora visitando obras de Lee Ufan, ora apreciando fotos de Hiroshi Suguimoto. Tudo dentro do hotel projetado por Tadao Ando.
Maravilhoso!
Novamente dentro do ferry boat, dessa vez o destino é Teshima, outra ilha. Onde um museu espetacular impressiona os seus visitantes.
Foram 4 dias de pura arte! Mergulhei nesse mundo e não queria mais sair.
Volto para Tokyo, culturalmente renovada! Com a certeza de que ninguém tirará de mim esse conhecimento e essa experiência.
Temos que enaltecer os artistas que fizeram dessa ilha um espetáculo!
Salve, Tadao Ando, Hiroshi Suguimoto, Lee Ufan, Kusama Yayoi, Isamu Noguchi, Sambuichi, e tantos outros que enriquecem culturalmente esse país.

Comentários
Loading...