ERIKA TAMURA: Campanha “Go to travel” no Japão

Que estamos no meio de uma pandemia, todos sabemos, mas o que acho mais incrível é que o governo japonês lançou uma campanha para incentivar o turismo interno.
Pode parecer antagônico, mas em se tratando de Japão, tudo tem uma explicação.
O ex primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, antes de renunciar, anunciou o início da campanha “go to travel”, no território japonês. Claro que os mais conservadores reclamaram, acharam um absurdo, no meio de uma pandemia, o governo japonês dar subsídio de pacotes turísticos. Abe, com toda a sua sabedoria e segurança respondeu que, o Japão precisa estar atento com a saúde do seu povo, mas nunca deixar a economia em segundo plano, senão o país entrará em uma crise financeira que virará uma bola de neve, no caos da pandemia, sem probabilidades de recuperação a curto prazo. Foi então que, Abe, estabeleceu regras sanitárias e de segurança para os hotéis e pontos turísticos, nos quais, aqueles que se encaixem nos requisitos do programa de ajuda do governo, teriam um incentivo ao turismo.
Como funciona o “go to travel”? Simples! Para o consumidor que queira viajar e assim, fechar um pacote turístico em uma agência cadastrada e regulamentada, terá no pacote um desconto de 35%, e depois mais 15% em cupons de restaurantes e compras, totalizando 50% de desconto, subsidiado pelo governo japonês.
Essa campanha irá até janeiro, ou até o fim do orçamento destinado para a campanha.
No pacote que dá direito ao desconto, pode-se incluir: passagem (aérea, rodoviária, férrea), hospedagem, aluguel de automóveis e a alimentação, desde que não ultrapasse o valor de ¥20 mil yenes (180 dólares, mais ou menos) por dia, por pessoa.
Perguntem se eu gostei… Eu amei!!!
Todos que me acompanham sabem que eu amo viajar, e com a pandemia, fiquei muito receosa. Agora com a campanha do “go to travel”, percebi que se, eu seguir todas as regras de segurança e cuidados, recomendados pelo ministério da saúde, posso sim viajar dentro do Japão. E ainda mais agora, com o incentivo do governo, ficou muito mais claro que, o Japão tem buscado o cuidado com a saúde da população sim, mas sem se esquecer da economia do país.
Sabiamente, o Abe deu uma tacada de mestre, e não foi um tiro no pé, como muitos imaginavam que seria. Lembrando que, tudo isso só é possível pois o Japão conta com a ajuda e o apoio do seu povo, onde a conscientização reina prioritariamente.
Vemos os japoneses viajando? Sim! Mas todos cumprem as regras e exigências estabelecidas.

Comentários
Loading...