EM CONTAGEM REGRESSIVA: Japan House São Paulo se prepara para reabrir sua sede e realiza pesquisa online com público visitante

Almoçar no Restaurante Aizomê, da chef Telma Shiraishi, foi o segundo motivo apontado pelo público (divulgação)

Em contagem regressiva para a reabertura de sua sede na Avenida Paulista, 52 – o que deve acontecer entre setembro e outubro –, a Japan House São Paulo saiu à frente e sob o olhar do Omotenashi – expressão de origem japonesa ligada à hospitalidade, ao servir e tratar bem, que vai muito além da simples educação – e ouviu os seus frequentadores por meio de uma pesquisa online, com objetivo de entender as dores de cada um, e poder considerar cada detalhe em seu protocolo de reabertura, somado às orientações das autoridades sanitárias e governamentais.
A pesquisa online abordou diversos tópicos, como probabilidades de visita à instituição, motivos para a ida, datas e horários de preferência, tempo de permanência, entre outros. Juntos, os pontos serão fundamentais para auxiliar na tomada de medidas necessárias para o bem-estar, conforto, higiene e segurança de todos, no momento da reabertura.
O levantamento foi positivo e mostrou que 58% das pessoas responderam que será provável ou muito provável que frequentará a JHSP assim que reaberta. Visitar às exposições ficou em primeiro lugar (93%) como motivo pelo qual o público faria a visita e, em seguida, e em seguida, almoçar no restaurante Aizomê, da chef Telma Shiraishi, que explora os sabores da gastronomia japonesa contemporânea.
Sobre os dias de provável visitação, finais de semana tem preferência da maioria, sábado com 28% e domingo com 23%. Falando em horários, o período da tarde teve maior aderência, com 65% do público. Já sobre o tempo de visitação, a permanência da maioria (61%) giraria entre 30 e 60 minutos.

Higienização – O cuidado com a saúde de todos também foi abordado na pesquisa que, entre as respostas sobre as medidas que deixariam os visitantes mais confortáveis, o destaque foi para: higienização frequente dos espaços, limitação de pessoas, disponibilização de álcool gel, uso obrigatório de máscaras e distanciamento entre as pessoas. Já sobre as principais preocupações da visita, a resposta predominante foi: aglomeração de pessoas.
A Japan House São Paulo vem se preparando para tomar todas as medidas necessárias para reabertura, e permanece oferecendo conteúdos exclusivos sobre o Japão contemporâneo em suas plataformas digitais, por meio da #JHSPONLINE.

Sobre a Japan House – A Japan House São Paulo é uma instituição dedicada a mostrar o melhor do Japão do século 21. Inaugurada em maio de 2017, foi a primeira a abrir as portas no mundo, seguida por Los Angeles (inauguração total em agosto/2018) e Londres (inaugurada em junho/2018). Desde sua abertura, o público brasileiro vem sendo convidado a ter uma experiência dos modos de viver do Japão contemporâneo.
A Japan House São Paulo promove, em seus três andares, exposições, seminários, workshops e atividades que trazem ao Brasil os mais relevantes criadores e empreendedores japoneses da atualidade nas artes, no design, na moda, na gastronomia, na ciência e na tecnologia. A instituição já recebeu mais de dois milhões de visitantes.

Comentários
Loading...