Dia Internacional do Nikkei vai revelar ‘os oito valores da comunidade nipo-brasileira’

(Arquivo)

Desde o ano passado, a agenda de eventos da comunidade nikkei reserva, para o mês de junho – mês em que é comemorado o Dia Nacional da Imigração Japonesa no Brasil –, uma celebração que, apesar do pouco tempo, já está conquistando espaço definitivo no calendário das entidades e associações nikkeis. Trata-se do Dia Internacional do Nikkei, que será comemorado neste sábado, 20, às 20h, com uma live, transmissão online ao vivo e gratuita, através dos canais do Youtube e Facebook.
A data foi instituída em 2018, na 59ª Convenção dos Nikkeis e Japoneses no Exterior (Kaigai Nikkeijin Taikai), em Honolulu, Havaí, com o objetivo de valorizar e unir os, aproximadamente, 3 milhões de nikkeis ao redor do mundo. A escolha do dia é alusiva à chegada do primeiro grupo de emigrantes japoneses no Havaí, em 1868.
Na capital paulista, a Lei 17.169/2019, de autoria do vereador Aurélio Nomura (PSDB), incluiu no Calendário de Eventos da Cidade de São Paulo, o Dia Internacional do Nikkei, a ser comemorado oficialmente no dia 20 de junho.
Este será o segundo ano, que a data será comemorada no Brasil. No ano passado, o Dia Internacional do Nikkei foi lembrado com o painel “Os Legados de uma Cultura”. Realizado no Grande Auditório do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) para um auditório lotado – os organizadores estimam que o espaço recebeu cerca de 900 convidados – o painel contou com a participação do jornalista Márcio Gomes, da chef Telma Shiraishi e do professor da Eca-Usp, Clóvis de Barros Filho, que debatera e fizeram a plateia refletir sobre como a atuação nikkei atingiu a sociedade brasileira.

Márcia Nakano, o jornalista Márcio Gomes e Alexandre Kawase (arquivo)

Internacional – Desta vez, o Bunkyo, por intermédio da comissão organizadora do Projeto Geração, promete realizar um grande evento de repercussão internacional. “A repercussão do evento está sendo muito positiva. Esperamos atingir o nosso propósito de provocar uma reflexão sobre os valores nipo-brasileiros, de uma forma leve e por meio das vozes de nikkeis de diferentes gerações. É uma oportunidade para ampliar a presença digital do Bunkyo e realizar um evento, de fato, internacional”, explica o coordenador do evento, Alexandre Kawase, lembrando que o evento do ano passado “encorajou” a equipe a realizar um evento ainda maior neste ano.
“A adesão ao evento de 2019 nos surpreendeu. A comissão organizadora, coordenada pela Márcia Nakano, acreditou que poderia mobilizar um grande público ao evento, mas ver o auditório lotado foi uma grata surpresa. Pelos comentários que ouvimos após o evento, não só os palestrantes, mas o próprio tema relacionado aos valores nipo-brasileiros gerou uma repercussão positiva”, conta Kawase, explicando que já estavam trabalhando na organização do evento presencial desde o fim do ano passado, quando teve início a pandemia do novo coronavírus, obrigando a mudanças de planos.

Motivação – “Diante das incertezas, cancelamos o evento, mas logo os membros da comissão organizadora consideraram importante organizarmos um evento online para não deixarmos de celebrar a data, o primeiro após a aprovação da lei municipal apresentada pelo vereador Aurélio Nomura. Não gostaríamos de estar vivendo essa situação de confinamento social, mas isso nos levou para um caminho que pode dar ainda mais relevância e repercussão que o evento de 2019. No ano passado, apenas os paulistanos puderam prestigiar o evento; agora poderemos contar com a audiência de nikkeis do mundo todo. Por isso a frase ‘Live do Brasil para o mundo’”, conta o cordenador, acrescentando que “as pessoas estão se envolvendo e motivadas por poderem compartilhar seus sentimentos a respeito do Dia Internacional do Nikkei”.

Emblemática – Para o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, que não só apoia a ideia como também é um grande incentivador da participação dos jovens nas entidades, “esta data emblemática, neste momento em que celebramos os 112 anos de imigração japonesa no Brasil, merece ser comemorada com muita ênfase”. E acrescenta: “A novidade de protagonizar uma edição online é interessante e bem aceita”, diz o presidente do Bunkyo.

Membros da Comissão Organizadora, dirigentes do Bunkyo, convidados e participantes em 2019… (arquivo)

Como será – Online, a comemoração do Dia Internacional do Nikkei promete ser interativa e descontraída. Apresentada por Alexandre Kawase, da chef Telma Shiraishi, do diretor de Operações e Eventos da Japan House São Paulo, Claudio Kurita e da empreendedora de investimentos de impacto, Sandra Hayashida, a exibição será no formato de revista eletrônica com apresentações artísticas, depoimentos de convidados e personalidades nikkeis.
A live terá a participação de autoridades do Governo do Japão como o vice-ministro de Negócios Estrangeiros, Keisuke Suzuki, o embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, e o cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, que deixarão suas mensagens de saudação.
A apresentação será dividida em blocos que irão apresentar os valores nipo-brasileiros identificados pelo Projeto Geração, um trabalho colaborativo com a participação das comunidades nikkeis de diversas cidades do Brasil.

Atrações – A live contará com atrações confirmadas diretamente do Japão: o cantor Eduardo Kanto, Rafael Fuchigami – instrumentista de Shakuhachi com a participação da cantora Mary Yoneya e a irreverência do conteúdo digital com o casal Prit e Lohgann, do canal do Youtube Japão Nosso de Cada de Dia.
Para representar os nikkeis de outros países, foram convidados os cantores: Aolani Yukie Silva, do Havaí, Melissa Araki, do Peru e Gus Hokama, da Argentina. Haverá ainda apresentações e depoimentos de personalidades, assim como de participantes de workshops do Projeto Geração, destacando a importância da data para todos. Participação da empresária Chieko Aoki, Monja Coen, o cartunista, empresário e escritor Mauricio de Sousa e o jornalista, professor livre-docente e escritor Clovis de Barros.
Ainda integram a programação: o grupo de Taiko, Ishindaiko de Londrina, o mágico ilusionista, Mário Kamia e o bom-humor de Marcos Aguena.
Destaque também para a participação de nikkeis de sucesso no cenário da música brasileira como: a cantora, compositora e multi-instrumentista Fernanda Takai, Pedro Ogata, participante do The Voice Kids 2020, e o cantor Joe Hirata.

… painel “Os legados de uma Cultura” lotou o Grande Auditório (arquivo)

Kokoro Wo Hitotsuni – Por fim, dois grupos estrearão produções musicais preparadas especialmente para o evento. São o grupo Kokoro Wo Hitotsuni (Juntos em um só coração), formado por cantores nikkeis brasileiros de diversas cidades, e outro grupo formado por nikkeis brasileiros residentes no Japão, que produziram um clipe com a contribuição da Kyodai Remittance.
Durante a programação será divulgada a Campanha Amigo, promovida pelo Bunkyo, destinada a arrecadar recursos para a manutenção do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil e do Pavilhão Japonês, dois significativos espaços culturais de São Paulo.

Projeto Geração – Para Alexandre Kawase, “é difícil saber de antemão qual será a audiência no dia da live, já que não temos venda de ingresso como nos eventos presenciais”. “Mas, a expectativa é de contarmos com a audiência de nikkeis de todas as partes do Brasil e também do Japão”, diz ele.
“Estamos colocando diversos atrativos na programação; artistas nacionais e internacionais; personalidades que vão compartilhar suas histórias envolvendo os valores nipo-brasileiros. E nesse dia vamos finalmente compartilhar em primeira mão o resultado do Projeto Geração; vamos apresentar os oito valores nipo-brasileiros identificados junto à comunidade nikkei em diferentes cidades do Brasil”, explica Kawase, afirmando que espera que seja uma noite em que as pessoas reflitam sobre suas raízes e se identifiquem com os valores que serão apresentados. “E esperamos que novos caminhos sejam criados para fortalecer esses valores nas novas gerações”, diz Kawase para quem esse movimento de eventos virtuais veio para ficar.

Tendência – “Até então, havia dúvidas a respeito da eficácia do home-office e reuniões virtuais. Mas, conversando com amigos empresários e executivos, percebi que muitos mudaram de opinião e vão incentivar o home-office em suas empresas, mesmo após o fim do confinamento social. Da mesma forma, tenho visto que algumas pessoas, especialmente as de mais idade, que tinham uma certa dificuldade para utilizar ferramentas de reunião virtual, agora já estão superando as barreiras e utilizando-as no seu dia-a-dia profissional e pessoal. Com a impossibilidade de frequentar eventos, muitos já estão se acostumando a considerar as lives como uma forma de entretenimento”, assegura, acrescentando que “diversos webinars que têm sido promovidos sobre temas variados são uma forma de levar informação e conhecimento a um público bem abrangente, independente de localização geográfica”.
“Ou seja, as pessoas estão descobrindo as vantagens de utilizar ferramentas de comunicação virtual e aprendendo a conviver com essa nova realidade”, destaca. Apesar disso, Alexandre Kawase admite que “nada substitui o contato com as pessoas, o calor humano, um encontro com os amigos, o cafezinho com os colegas de trabalho, a discussão presencial em um treinamento, a caminhada num parque ao ar livre”.

Modelo híbrido – “A experiência de grandes espetáculos artísticos também é insubstituível. Mas, nesse período de quarentena estamos descobrindo que parte daquilo que fazíamos num escritório ou numa sala de aula pode ser feita de forma remota com maior produtividade. No contexto da comunidade nikkei, há eventos em que não é possível propiciar a mesma experiência de um evento presencial em um evento virtual. Por exemplo, o Festival do Japão e o Bunka Matsuri. Mas, eventos como o do Dia Internacional do Nikkei podem muito bem ser adaptados para o mundo virtual e trazer resultados de maior impacto. Por isso acredito em um modelo híbrido, realizar alguns eventos de forma presencial e outros de forma virtual. Ou mesmo um mesmo evento ser realizado parte presencial, parte virtual, potencializando o melhor que cada mundo oferece”, conta.

LIVE DO BRASIL PARA O MUNDO

Data:
BRASIL – 20 de junho de 2020 – sábado, às 20h (horário de Brasília).
JAPÃO – 21 de junho de 2020 – domingo, às 8h (horário de Tóquio)

Link – acesso gratuito

YOUTUBE: https://www.youtube.com/bunkyodigital
FACEBOOK: www.facebook.com/bunkyo
Mais informações: http://www.bunkyo.org.br/

Comentários
Loading...