CANTO DO BACURI > Mari Satake: Ontem o sol brilhou

Não. Não fui ao Largo da Batata. Mas fiquei feliz. Muito feliz. O sol se fez radiante iluminando aquelas mentes e corações que a despeito do perigo da pandemia, saiu às ruas para dizer, basta! Chega de tanta barbaridade praticada contra a população.
Ontem, fiquei aqui mesmo, acompanhando as redes sociais e até o Globo News andei vendo. Quem diria?
Domingo passado, 31 de maio de 2020, data histórica. Naquele dia, as pessoas das torcidas organizadas dos grandes times de futebol, resolveram sair às ruas e mostrar que somos muitos os descontentes com o que está sendo feito no país. Corajosamente, munidos de máscaras e álcool gel, saíram com a cara e coragem para dizer basta. Segundo sei, as torcidas simplesmente saíram, sem combinação prévia entre elas e pacificamente marcaram a presença, confirmando que somos muitos os descontentes.
Depois disso, as coisas mudaram e a semana que se seguiu foi intensa. País afora, outros grupos de pessoas passaram a se articular para uma nova manifestação no domingo seguinte.
Apesar das notícias sérias dizendo que o pior da pandemia está por vir, sufocados pela angústia da desfaçatez com que o país está sendo conduzido, muitas pessoas resolveram sair às ruas ontem, 07 de junho, e dizer chega! Basta!
Aqui, em meu isolamento, apesar de toda a tristeza que nos cerca, digo “foi uma festa bonita….” Não sei quais serão os desdobramentos, imagino que muitas bravatas ainda teremos, mas não será com a população calada e inerte.
Força! Avante!
Este é um país com um fabuloso potencial para proporcionar uma vida digna a todos. Faz parte da história recente do país, mas dias felizes já vivemos por aqui. Filhos de pedreiros e empregadas domésticas conquistaram vagas nas universidades públicas, depois tiveram a oportunidade de prosseguir seus estudos em centros de excelência no exterior. Algo impensável e inaceitável na mentalidade daqueles que querem novamente levar a população ao estado de indigência social.
Estes últimos conseguiram dar um golpe numa presidenta legitimamente eleita e desde então, o que temos visto cada vez mais é o distanciamento social entre os que ganham muito e os que mal conseguem se alimentar. Infelizmente, havia uma parcela de pobres remediados apoiando a política do golpe. Hoje, muitos destes se dão conta que foram enganados.
Agora é a hora de agir. Este país não merece o lugar de resto do mundo que seus atuais dirigentes insistem em ocupar.
Fique em casa.
Fique em paz, apesar dos dias difíceis que estamos vivendo.
E aos que corajosamente saem às ruas, sinceros agradecimentos. A vida há de sorrir novamente.

Comentários
Loading...