CANTO DO BACURI > Mari Satake: Eleição 2020

Televisão ligada. Desfile rápido de caras e bocas. Todos prometem isso, isso e mais isso. Também o neto do velho e finado político posa de bem feitor da cidade. Rapazote, típico playboy da elite paulistana, tornou-se prefeito da capital paulista. Era vice, virou prefeito. Agora, na televisão, posa de bom prefeito. Como se os munícipes não tivessem olhos para ver a cidade abandonada, suja, sucateada. Parece ter gostado da brincadeira. Quer repetir a dose. Triste, é constatar que, apesar das mazelas que nos cercam na capital, eleitores equivocados tendem a repetir o erro.
Desfile tedioso de homens e mulheres. São tantos os candidatos. De alguns nunca havia nem ouvido falar de seu nome. Outros já eram conhecidos pelos noticiários. Noticiários desabonadores até, em alguns casos. Imagine! Apenas para exemplificar: – um sujeito ameaça a vida do abnegado santo padre da cidade e se acha merecedor do cargo de prefeito. Que lástima! – um outro, é velho conhecido de outras campanhas passadas. Conhecido por falar grosso com as pessoas mais humildes e fino com os poderosos. Como sempre, chegou disparado em primeiro e conforme a campanha caminha, ele vai caindo, caindo, caindo. Ainda bem!
Deuses nos livrem destas aberrações.
Mas, felizmente, nem tudo está perdido. De repente, em rápidos poucos segundos, uma fala viva, um sorriso sincero nos lábios, um olhar de quem olha, enxerga e sente.
Sim! Guilherme Boulos! Uma campanha alegre, sincera, inteligente.
Boulos, significa a renovação. São Paulo precisa de uma sacudida e cumprir a sua vocação de grande capital do trabalho que já foi e para qual deveria estar ainda destinada a ser e não uma cidade de milhares de homens e mulheres desempregados, famílias inteiras morando nas ruas e sem ter o que comer.
Ver a campanha de Boulos, principalmente pela internet faz lembrar tempos passados quando, recém saídos dos anos sombrios da ditadura, São Paulo viu lançada a candidatura da sra. Luiza Erundina. Também a candidatura dela começou assim como a de Boulos, com poucas intenções de voto que foram crescendo à medida que os dias passavam. Bons tempos aqueles em que podíamos sair às ruas e ver a esperança estampada no rosto das pessoas. Naquele ano, Luiza Erundina venceu. A cidade se viu em festas e hoje, se fizermos um levantamento das realizações e conquistas obtidas pela população da cidade, a gestão de Luiza Erundina ganha disparado de todos os prefeitos que a sucederam.
E ela está de volta. Vem como a vice de Guilherme Boulos. Ontem, ouvi uma entrevista que Luiza Erundina deu ao jornalista Joaquim de Carvalho. Um exemplo de atuação política. Verdadeira aula que ela presenteou a todos que tiveram a oportunidade de ouvi-la.
São Paulo poderia ter a grandeza histórica e devolver a cidade para o conjunto de sua população. Agora é o momento de retomarmos o caminho, não podemos continuar coniventes com esta política que hoje domina no país. Que graça tem viver numa cidade com seus parques, praças e patrimônios públicos privatizados? Faz sentido uma cidade voltada apenas aos interesses de uma minoria? Não. Não faz sentido. Precisamos retomar o caminho da democracia, a cidade para todos, o país para todos.
Agora é a hora de retomarmos o caminho correto. Vamos exercer a nossa cidadania de fato. É preciso dizer um basta a esta falta de inteligência e falta senso de coletividade que impera no país nos últimos tempos. Vamos dar um basta a esta política voltada aos próprios umbigos que grassa no país. É hora de retomarmos o poder através de nosso voto consciente.
Apesar da pandemia, vamos sair de nossas casas e exercer o nosso direito maior, que é o direito de voto, antes que até isto, tentem nos retirar. Façamos a escolha certa.
São Paulo merece o melhor e, neste momento, Guilherme Boulos é o melhor. É o jovem aliado à experiência de quem sabe fazer certo. Lembremos que quando Luiza Erundina foi prefeita, São Paulo teve como secretariado nomes como Paulo Freire, Marilena Chauí, Paul Singer apenas para ficar nos primeiros nomes que agora me ocorrem.
Boa votação a todos.

Comentários
Loading...