CAMPINAS: Nipo doa roupas e alimentos para ajudar durante pandemia e se prepara para a reabertura gradual a partir do dia 1º de junho

(Arquivo pessoal)

O Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas (Nipo de Campinas) entregou, no último dia 13, roupas e alimentos para a Prefeitura de Campinas. Segundo consta no site da Prefeitura de Campinas, a doação seria encaminhada ao Banco de Alimentos de Campinas para distribuição às entidades conveniadas e pessoas em situação de vulnerabilidade social.
A ação faz parte da “Campanha Solidária das Nações Amigas de Campinas”, movimento criado pelo Departamento de Cooperação Internacional, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo. “A Secretaria está mobilizando todas as representações da nossa cidade para que possamos ter uma atitude solidária neste momento tão difícil por conta da pandemia do coronavírus. Gratidão à comunidade japonesa e ao Nipo, que tem sido um parceiro da Prefeitura”, agradeceu o secretário de Desenvolvimento Econômico, André von Zuben, presente na entrega feita no Paço Municipal.
Um dos organizadores da Festa das Nações em Campinas, o diretor de Departamento Municipal de Cooperação Internacional, Tak Chung Wu, esclareceu que, por meio da campanha, a Secretaria tem sugerido para as comunidades estrangeiras presentes no município a doação de alimentos, roupas, produtos de higiene e limpeza, visando ajudar as pessoas que mais precisam neste período de isolamento social, em razão do novo coronavírus.
O presidente do Nipo, Tadayoshi Hanada, que participou da entrega das doações, explicou ao Jornal Nippak que foram 15 dias de “campanha”. “Na verdade, contribuiu quem pôde pois estamos todos de quarentena e eu estou dando expediente sozinho. Assim, cada um foi trazendo um pouco. Não foi muito, mas o pouco que conseguimos arrecadar será importante para amenizar o sofrimento das entidades assistenciais e das pessoas em situação de vulnerabilidade social”, disse Hanada, acrescentando que “o momento está difícl para todo mundo”.

Retorno – “Conheço muitos donos de restaurantes aqui de Campinas que tiveram que fechar suas portas. As associações também estão sofrendo muito porque não estamos tendo receitas, só despesas fixas. Felizmente, trabalhamos e conseguimos fazer uma reserva e não precisamos demitir nenhum funcionário nesse período”, destacou Hanada, lembrando que, por conta da pandemia o Nipo já anunciou o cancelamento do Festival do Japão, que este ano atingiria sua 16ª edição.
De acordo com Hanada, se não houver nenhuma mudança em relação ao que foi anunciado pelo governador João Doria – que prorrogou a quarentena no Estado até 31 de maio – o Nipo de Campinas voltará a funcionar, parcialmente, no dia 1º de junho. “Mesmo assim gradualmente pois a maioria dos nossos colaboradores são idosos”, explicou.

Comentários
Loading...