BRUNO OMORI: Bom senso, união e reflexão

Bruno Omori, presidente executivo da ABIH-SP (divulgação)

Vivemos uma crise sem precedentes na história da sociedade, com o mercado totalmente globalizado, informações instantâneas, o COVID19 alterou de forma drástica o planeta terra.
No turismo, por exemplo, em 2019 (dados OMT) tivemos 1,5 bilhões de turistas internacionais que geraram de exportações USD 1,8 trilhões, cresceu todos os anos desde 1950, neste ano na melhor das hipóteses e cenários pós-pandemia, não deve ultrapassar 650 milhões de turistas internacionais retornando quase 20 anos no fluxo internacional, estamos falando de mais de USD 750 bilhões quebrando milhões de empresas e diluindo centenas de milhões de empregos.
No Brasil em 2019 no mercado internacional do turismo gerou USD 6,4 bilhões (dados MTur) de exportações e no mercado interno R$ 238 bilhões (dados CNC) e com o COVID19, hoje temos um cenário de mais de 85% da oferta hoteleira fechada, todos os eventos, feiras e congressos cancelados ou adiados, viagens de turismo ou negócios paralisados, com prejuízos acumulados de devem atingir o patamar de mais de R$ 80 bilhões em 2020 com queda de milhões de empregos.
O problema é que no Brasil ao contrário de outros países é que neste momento catastrófico onde vidas estão sendo perdidas e a economia certamente entrará em colapso, no resumo e filosofando, ninguém é de ninguém, todos estão certos e errados, todos tem boa intenção mas, não analisam as causas e consequências, entramos em quarentena para todos, mas liberam justamente os idosos de maior risco para saírem de casa para tomar vacina, mas que não chegou nos posto e assim ficam em filas aglomerados, fecham estradas e não chega comida para a população, criam programas de credito mas a burocracia impede deste chegar especialmente ao pequeno empresário, o Presidente tem um discurso, o Vice-Presidente tem outro, os Governadores cada um com ações diferentes e todos querendo ônus político, a mídia que ataca o governo pelo pronunciamento sobre uma quarentena vertical ao mesmo tempo mantém um programa com um monte de gente concentrada para gerar audiência, a economia e o setor produtivo estão parados, mas virou e mexeu as bolsas de valores até sobem, e o pior heróis da saúde salvam vidas, mas as vezes perdem a própria por falta de equipamentos de proteção!
Portanto meus amigos, o momento é de criar sinergias estratégicas, unir as políticas e os pensamentos e praticar com exagero o BOM SENSO, e vamos que vamos porque somos brasileiros e não desistimos nunca!!!
*Bruno Omori é presidente executivo da ABIH-SP (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo)

Comentários
Loading...