AURÉLIO NOMURA: Que a verdade seja dita

O vereador Aurélio Nomura em visita às obras com Bruno Covas (divulgação)

No final do ano passado, um vídeo nas redes sociais chamou bastante a minha atenção e a de meus eleitores pelo teor de inverdades ali expostas. No vídeo, um político da capital paulistana fazia a retrospectiva do seu mandato e, entre outras ações de sua prestação de contas, ele afirma que havia trabalhado junto ao atual governo para que as obras do Riacho do Ipiranga e do Córrego Mirassol saíssem do papel. Porém, esta afirmação carece de total fundamento, já que os moradores da região acompanham de perto o meu trabalho.
Diante destes fatos, venho a público esclarecer que tenho trabalhado há quase 20 anos para que o governo iniciasse essas obras, projetadas há anos, mas sem que fossem concretizadas. A batalha ao longo desse tempo, com ajuda da Associação Comercial de São Paulo – Distrital Sudeste (Vila Mariana) e Distrital Ipiranga, inclui a realização de várias Audiências Públicas que contaram com a presença de secretários e outras autoridades municipais e estaduais, com o objetivo de debater o problema com a população e apresentar soluções para acabar com os alagamentos na Avenida Ricardo Jafet e melhorar as condições de moradias das famílias com a canalização do Córrego Mirassol.
Nenhuma dessas Audiências contou com a presença deste político que, agora, diz ter trabalhado em prol das obras nos dois locais.

Aurélio Nomura participa de Audiência Pública (divulgação)

Confira como foi – e continua sendo – o meu trabalho para canalização do Córrego Mirassol e construção dos dois piscinões no Ipiranga. Vamos aos fatos verdadeiros!
A primeira Audiência Pública (http://www.aurelionomura.com.br/noticias/20111110a.php) foi convocada e coordenada por mim lá nos idos de 2011. À época, eu era membro da Comissão de Trânsito, Transporte, Atividade Econômica, Turismo, Lazer e Gastronomia, da Câmara Municipal de São Paulo. De tão importante para os moradores da região, esta Audiência Pública, realizada no dia 9 de novembro de 2011, foi transmitida ao vivo pela TV Câmara.
Outra Audiência Pública (http://www.aurelionomura.com.br/site2/audiencia-publica-8/) de grande repercussão sobre os problemas de enchentes na Avenida Professor Abraão de Morais foi a realizada também por mim em junho de 2016, quando era líder do PSDB na Câmara. Eu fui o autor do requerimento e também presidi a Audiência, por meio da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, da qual era membro.
No ano seguinte, em julho 2017, o novo projeto de Drenagem Urbana do Córrego do Ipiranga foi debatido em Audiência Pública (http://www.aurelionomura.com.br/site2/riacho-do-ipiranga/) com os moradores da região. Como líder do governo na Câmara, na gestão de João Doria, realizei a Audiência Pública levando autoridades para esclarecer dúvidas da população. Estiveram presentes o então secretário municipal de Serviços e Obras, Marcos Penido, e o subprefeito do Ipiranga da época, Amândio Martins, além de autoridades e lideranças na Associação de São Paulo – Distrital Ipiranga.
O projeto foi explicado: são dois reservatórios (os “piscinões”), um canal extravasor, 1,6 km de canalização e 420 metros de galerias, além de área verde. Projeto grande que começava a sair do papel.
Eu também consegui incluir as duas obras no orçamento municipal e, por diversas vezes, conversei com os governadores da época Geraldo Alckmin e José Serra, para que o piscinão do Córrego do Ipiranga e a canalização do córrego Mirassol fizessem parte do Projeto Córrego Limpo (http://www.aurelionomura.com.br/site2/programa-corrego-limpo/0/).
Meu mandato lutou pelo início das obras e exigiu que o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) elaborasse um projeto. Fui até ao governo federal pedir pelo financiamento. Reforcei junto à Prefeitura de São Paulo que lutasse pelo financiamento dessas obras tão imprescindíveis para os moradores do Ipiranga e Região. Como líder do governo João Doria, em 2018, solicitei urgência na assinatura. Isso tudo está devidamente comprovado e documentado.
A canalização do Córrego Mirassol (http://www.aurelionomura.com.br/site2/corrego-mirassol/), tão batalhada pelo meu mandato, também fazia parte deste “pacote de negociação”. Fui eu que consegui junto à Prefeitura a liberação de R$ 2 milhões do Fundo Municipal de Saneamento Ambiental para a execução da obra. Grande parte desta obra foi entregue em 2018 (http://an.blog.br/Ipiranga/).

Audiência Pública (divulgação)

No início do governo João Doria, houve um solapamento no local em que uma casa foi engolida pelas águas. Acionado pela população, imediatamente solicitei ao governo, por intermédio dos secretários Júlio Semeghini e Caio Megale, ajuda para o problema. Fui atendido prontamente.
Incontinente, solicitei à Sabesp a construção da rede de esgoto. E a terceira etapa do projeto atualmente está sendo desenvolvida com recursos de minhas emendas parlamentares. Serão colocados gradis de proteção na área de canalização do córrego Mirassol e feitas melhorias paisagísticas, com gramado e plantação de árvores.
Nada foi fácil. Todas as batalhas foram enfrentadas, e o resultado final está realmente saindo do papel para virar realidade aos moradores do Ipiranga e Região. São obras de impacto grandioso, que trazem enormes benefícios para a Ipiranga, com reflexo por toda a cidade de São Paulo, fruto de um trabalho sério em prol da população.
Vereador Aurélio Nomura

Comentários
Loading...